Constantino Magno

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Romanopre.jpg
ROMANI ITE DOMVM!!!


HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS!!! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg

Bento 16 saudando.jpg
Santaceia.jpg

E nomine patris et filii et spiritus sancti!

Este artigo foi criado por um cristão devoto. Ele vai à igreja todos os domingos com o intuito maior de tomar vinho louvar o SENHOR. Se você vandalizar, Javé Deus te mandará sem hesitar para o inferno!

MWAHAHAHAHAHA!

Cquote1.pngVocê quis dizer: Criador do CristianismoCquote2.png
Google sobre Constantino Magno

Cquote1.png Que insulto! Liberar os cristãos?!! E agora, quem vai alimentar os leões? Você sabe quantos denários custa um quilo de carne? Sabe quanto estes bichos comem? Cquote2.png
Curador do zoológico de Roma, protestando contra Constantino

Constantino, a vida - estrelando Keanu Reeves
Constantino Magno foi o primeiro imperador cristão de Roma, um homem muito santo, piedoso e católico, que rezava o terço todos os dias, e se benzia com água benta. Foi ele que promulgou o famoso Édito de Milão garantindo a liberdade de culto para os cristãos, permitindo que a Igreja católica finalmente saísse das catacumbas, mas acabando com quatro séculos de comida barata no Coliseu, causando protestos no Zoológico de Roma, e onerando imensamente o Império Romano que teve de passar a comprar quilos e quilos de carne todo dia para alimentar as feras.

[editar] A Batalha da Ponte Mílvia

Cquote1.png Lactâncio, seu carola de uma figa, eu já disse, não me enche o saco com esse crucifixo, vê se enfia ele no... Cquote2.png
Constantino, ainda pagão

Cquote1.png César, pegue esta cruz e guarde, porque com este sinal vencerás! Cquote2.png
Lactâncio, o cristão

Constantino, esse imperador Jesus aprova!
Constantino era um dos imperadores substitutos do malvado Diocleciano, junto com Maxêncio. Obviamente, assim que Diocleciano bateu as botas e foi para o Inferno, Constantino e Maxêncio pularam um no pescoço do outro para disputar quem mandava sozinho em Roma.
Batismo de Constantino: Você será um bom cristão e vai parar de mandar a gente pros leões???
Finalmente os exércitos de Constantino e Maxêncio se cruzaram na famosa Batalha da Ponte Mílvia. A batalha não era exatamente na Ponte Mílvia, que era estreita demais e não aguentaria o peso, mas logo ali perto. Quando Constantino arremeteu para atacar Maxêncio, sua espada caiu da sua mão. Como não tinha o que fazer, pegou o crucifixo que seu conselheiro cristão Lactâncio tinha lhe dado antes da batalha, e desceu com o crucifixo na cabeça de Maxêncio, que assim caiu derrotado pelo poder da cruz.

Constantino venceu a batalha e ficou impressionado com a nova religião. Apesar do Senado Romano ainda pagão encher seu saco, que não ficava bem aquelas coisas, Constantino se converteu a Jesus e foi batizado pelo então papa corredor, São Silvestre.

[editar] A História da corrida de São Silvestre

São Silvestre, padroeiro dos corredores
Aconteceu que Constantino ficou muito, muito, muito doente. Como a medicina romana era incipiente, os médicos recomendaram Constantino tomar um banho de sangue de criancinhas para sarar. O imperador achou esquisito mas era um homem que não duvidada dos médicos, porque sabia que os doutores conseguiam ser mais letais que uma legião. Ai mandou seus soldados arrumarem crianças bem alimentadas, gordinhas e coradas para matar e encher sua banheira de sangue.

Era 31 de dezembro, e o papa Silvestre estava do outro lado de Roma quando soube que o imperador estava mandando prender as crianças. O cristianismo já estava liberado, um papa podia colocar a cara na rua sem ser preso. Silvestre sem pestanejar colocou seu tênis e saiu correndo pela cidade até o palácio de Constantino. A população romana, vendo tão venerável ancião correndo pelas ruas logo perto do fim do ano, saiu atrás e logo tornou-se uma grande corrida.

Constantino, o grande - o Cabeça grande... Quando o imperador ficava com Dor de cabeça, o Império tremia
Ao chegar no palácio, o papa deu esporro em Constantino que onde já se viu fazer uma atrocidade destas com as criancinhas! O imperador concordou, meio sem jeito, mas alegou que ele estava muito doente as portas da morte. Silvestre não pestanejou, e fazendo uma benção poderosa como as que só antigamente se sabiam fazer, curou o Imperador.

Como Constantino estava de mudança para a nova capital, Constantinopla, o imperador em retribuição deu de presente Roma e o que viria a ser os Estados Pontíficios para Silvestre e a Igreja cuidarem. Na verdade, na verdade, Constantino sabia que o Império estava periclitante e não tardaria para Roma ser saqueada pelos bárbaros, e queria tirar o seu da reta de ter de defender a cidade.

Quanto a corrida de São Silvestre no final do ano, tornou-se uma tradição na cidade. Infelizmente que se perdeu, mantida apenas em São Paulo

Precedido por
Diocleciano
Mininero.jpg
Imperador Romano

383 - 405
Sucedido por
Constantino II

Romanpre1000.jpg
Imperadores Romanos

Júlio-Claudianos
Otávio AugustoTibérioCalígulaCláudioNero

Guerra Civil e Flávios
GalbaÓtonVitélioVespasianoTitoDomiciano

Antoninos
NervaTrajanoAdrianoAntonino PioMarco AurélioCômodo

Severos
PertinaxDídio JulianoSétimo SeveroCaracalaMacrinoHeliogábaloAlexandre Severo

Zorra Total ou Quem der mais leva
Maximino TrácioGordianos (I, II e III)Filipe ÁrabeDécioTreboniano GaloValerianoGalienoCláudio II GóticoAurelianoProboCaroCarino

Tetrarquia e Constaninianos ou Agora somos cristãos, Amém!
DioclecianoConstantino MagnoConstantino IIConstanteMagnêncioConstâncio IIJuliano ApóstataJoviano

Valentinianos e Teodosianos ou Corra que os bárbaros vêm ai
Valentiniano IValenteValentiniano IITeodósio MagnoHonórioConstantino IIIValentiniano IIIPetrônio MáximoÁvitoMajorianoLíbio SeveroAntêmioOlíbrioGlicérioJúlio NeposRômulo Augustulo

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas