Contrabaixo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Baixo12crds.jpg
Bass.jpg
Contrabaixo se diz ser BAIXISTA!
E sabe que quem usa palheta é fresco!


Louvado seja Cliff Burton, mesmo após a sua morte!!

Crystal Clear app kguitar.png Este artigo fala sobre Instrumentos musicais. - Então procure uma Gibson, Fender ou Ibanez.



Cquote1.png Você quis dizer: Guitarrista frustrado Cquote2.png
Google sobre Contrabaixo
Cquote1.png Você quis dizer: Instrumento imperceptível na música Cquote2.png
Google sobre Contrabaixo
Cquote1.png Experimente também: Guitarra de 4 cordas grossas Cquote2.png
Sugestão do Google para Contrabaixo
Cquote1.png Experimente também: Cara que acha que toca muito Cquote2.png
Sugestão do Google para Contrabaixo
Cquote1.png Isso é uma apostasia. Cquote2.png
Mormon sobre Baixo
Cquote1.png Alguém me chamou? Cquote2.png
Shavo Odadjian sobre Baixo
Cquote1.png me bass player very cool dum dum dum :) Cquote2.png
Algum retardado mental e idiota sobre Baixo
Cquote1.png Se o baixo fosse importante no mundo da música, já teriamos lançado o game Bass Hero! Cquote2.png
Bill Gates sobre Baixo
Cquote1.png Se fosse assim a bateria também seria inútil, pois não existe nenhum jogo chamado Drum Hero Cquote2.png
Baixista revoltado sobre frase acima
Cquote1.png Quando criança, meu sonho era ser baixista, até o dia que meu pai ficou sabendo e me cobriu de porrada! Cquote2.png
Jimi Hendrix sobre Baixo
Cquote1.png Baixista bom era Sid Vicious, do Sex Pistols, que pelomenos assumia que não prestava pra porra nenhuma! Cquote2.png
Chimbinha sobre Baixo
Cquote1.png MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.png
Bira sobre Baixo
Cquote1.png Um grande problema pro baixista é quando o baixista vai de RÉ e o guitarrista entra sem DÓ. E isso é muito frequente… Cquote2.png
Guitarrista sobre Baixo
Cquote1.png Vou tocar essa guitarra grande com quatro cordas, deve ser mais fácil… Cquote2.png
Gene Simmons para Paul Stanley sobre Baixo
Cquote1.png Ei, rapaz, toque esse BAIXO mais ALTO! Cquote2.png
Você tentando ser engraçado sobre Baixo
Cquote1.png Esse baixista parece que é autista! Cquote2.png
Mesmo engraçadinho da frase anterior tentando ser engraçado (mais uma vez sem sucesso) sobre Baixo
Cquote1.png Bum-Durum-Budum-Du. Cquote2.png
Baixo sobre Baixo
Cquote1.png Moço, por que a sua guitarra tem só quatro cordas? Cquote2.png
Pirralho burro e chato sobre Baixo
Cquote1.png Baixo é fácil. É só fazer uns dun-dun-dunzinhos e pronto. Cquote2.png
Qualquer guitarrista sobre Baixo
Cquote1.png O Baixo tá muito Baixo. Cquote2.png
Algum engraçadinho da sua banda sobre Baixo
Cquote1.png Na União Soviética o baixo dá tapinhas em VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Baixo
Cquote1.png ... Cquote2.png
John Myung sobre Baixo
Cquote1.png O baixo é mais grosso, mais duro e maior. Descobri porque não existe baixista cabra ome. Cquote2.png
Guitarrista para baixista sobre Baixo
Cquote1.png Se o seu é pequeno a culpa não é minha Cquote2.png
Baixista para Guitarrista sobre Baixo
Cquote1.png Vou capturá-lo e serei o maior mestre Pokémon! Cquote2.png
Ash Ketchum sobre Baixo
Cquote1.png tu penc tu penc tutututu pencpenc prrrrrrrenc prrrenc tudu tudu tenc Cquote2.png
Slap sobre Baixo
Cquote1.png Vou mudar pra baixo, pro 502 Cquote2.png
Engraçadinho fracassando de novo sobre Baixo
Cquote1.png Eu toco com os pés Cquote2.png
John Petrucci sobre baixos
Cquote1.png tontontontontontonton-tontontontontontonton-tontontontontontonton-tontontontontontonton... (ad infinitum) Cquote2.png
Peter Hook tocando o riff de baixo de Transmission e se achando
Cquote1.png Porque seu instrumento não grita como a guitarra? Cquote2.png
Emo perguntando sobre o baixo
Cquote1.png Porque meu instrumento é coisa de macho, não viadinho igual à você pra ficar gritando! Cquote2.png
Baixista sobre a pergunta acima
Cquote1.png Eu não gosto de baixo gosto mais dos grossos! Cquote2.png
Emo sobre baixo

Baixo moderno

O baixo, ou contrabaixo ou ainda antibaixo como também é conhecido, foi inventado em 30 DC por incompetentes, que não conseguiam tocar guitarra, um instrumento mais difícil. Ele pegou uma guitarra, tirou duas cordas e pôs cordas grossas para ninguém ouvir: nascia o baixo! Cquote1.png E eu que achava que era um instrumento criado pra tirar onda com os guitarristas (em sua maioria baixinhos) Cquote2.png
Flea sobre baixos

Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Contrabaixo
Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Baixista
¡¡Arriba arriba, muchacho!!
Baixo moderno

O baixo, ou contrabaixo ou ainda antibaixo como também é conhecido, foi inventado em 30 DC por incompetentes, que não conseguiam tocar guitarra, um instrumento mais difícil. Ele pegou uma guitarra, tirou duas cordas e pôs cordas grossas para ninguém ouvir: nascia o baixo!

Ele está presente em todos os estilos de musica, desde a musica clássica até o mais moderno Funk Carioca.

Personalidade do baixista[editar]

Baixista mostrando todo seu charme, carisma e domínio técnico do instrumento

O baixista costuma ser uma pessoa com pouca autoestima (ou "baixo"-estima), ou que acha que baixo é mais fácil de tocar do que guitarra por ter "menas" cordas.

Ledo engano, pois é no baixo que existem as técnicas triplo-domínio (em que o baixista sozinho exerce a função de harmonia, de solo e coador de café), tapping from hell (famoso conhecido dos guitarristas, mas que quando executado no baixo fica muito mais grave, embolado, difícil de ser executado e sem graça), slap (ficar dando tapinhas no baixo) e double-thumb-power-pop-very-a-lot-fast-chicken-fiddle-from-hell (técnica desenvolvida, entenda-se: copiada por Victor Wooten para mostrar para seu irmão que ele é quem toca mesmo no pedaço).

Porem meus amigos, aí é que esta o grande problema: baixo não é nada fácil de se tocar, bem mais difícil que um olho pode ver, e o baixista, ah, sim, o baixista... Ele pode então se dar conta de que é um tolete de vaca e não serve nem para limpar cu de velhinha debilitada.

Por isso que baixo pode ser considerado uma droga que mata ou até... thanthandam!!!! Ele pode virar um GAY!

Mas e as baixistas? Bem, elas normalmente são atrizes pornográficas que usam droga e abandonaram os estudos na 5.ª série. São ótimos exemplos de prostitutas, pois estudos recentes mostram que uma santa toca violão, uma safada toca guitarra, e uma prostituta toca baixo.

Mas podemos analisar que todos os baixistas são baixinhos e preconceituosos, os anões que o inventaram tinham raiva dos autistas, por saberem tocar guitarra melhor que eles, e então decidiram ser baixistas, para contrariar. Além disso a maioria tocam em apartamentos e, por apartamento ser um lugar em que não se pode tocar muito alto, resolveram tocar baixo.

A realidade é uma só: o baixista é aquele ser humilde que resolveu abdicar de aparecer nas fotos de banda, capa do CD, das pessoas o reconhecerem na rua, de algum saber seu nome. É alguém que se contenta só em fazer parte daquilo tudo. Afinal ele só aprendeu baixo porque não sabia cantar e queria entrar na banda de qualquer jeito. Ou seja, é feio demais para ser reconhecido e burro demais para ser colocado na capa de discos.

Há ainda os baixistas que adoram tocar com palhetas. Na maioria são pseudoemos que não querem estragar o esmalte da unha ou não querem danificar sua pele de pêssego esfregando o dedo nas cordas brutas do instrumento. Vide as bandas mais famosas que utilizam tais artifícios: Tokio Hotel, Simple Plan, Blink 182 etc... etc... etc...

Baixistas machos tocam com o dedo,não importando a situação.Quanto mais próximo de uma necrose no dedo,mais macho ele é.Porém,mesmo assim,ele não terá reconhecimento feminino.Até mesmo seu amigo (leia-se namorada)baterista terá mais garotas aos pés.Vida de baixista é dura...

9 maneiras de como reconhecer um baixista[editar]

A dura vida de um baixista.

Antes de mais nada você nunca vai reconhecer um baixista, afinal ele é um baixista.

1- O baixista (como se chama o cara que toca a guitarra de 4 cordas) está sempre (ou quase sempre) acompanhado de seu namorado de seu grande amigo baterista, que como ele, é inconformado por nunca aparecer em nada.

2- Ele sempre anda com roupas velhas e rasgadas, pois quase sempre gasta seu dinheiro emprestando para seu namorado amigo baterista.

3- Suas mãos são quase sempre como as do bateristas de tanto tocar punheta dando tapas em seu instrumento. A menos que seja um emo viadinho que tem medo de machucar as pobres mãozinhas pintadas de esmalte um cara que usa palheta

4- Ele quase sempre é cabeludo, pois não tem dinheiro para cortar o cabelo. E barbudo, pois não tem da mesma maneira, dinheiro para comprar um aparelho de barbear.

5- Raramente um baixista é emo, pois não tem dinheiro para gastar com chapinha, corte de cabelo, roupas gays, e outros acessórios necessários para ser emo.

6- Se toca em banda de jazz, se acha o foda, pois consegue tocar as músicas que duram mais de meia hora.

7- Assim como seu amigo baterista, é aquele que tem apenas uma página na desciclopédia (falando do instrumento, ainda por cima), enquanto o guitarrista tem duas páginas monstruosas, uma para ele e uma para seu intrumento

8- Se for mulher é a mais gostosa (e consequentemente, puta) da banda.

9- Sempre (ou quase sempre) está reclamando para seu namorado amigo baterista que o guitarrista é um gay e emo (o que não deixa de ser verdade) pois é sempre quem fica com a fama e o dinheiro, mesmo sendo aquele que só faz uns solinhos enquanto o baterista e o baixista se destroem de tanto tocar.

Estrutura Física[editar]

Um baixo normalmente é composto das seguintes peças:

  • Braço: feito normalmente de uma peça em madeira comum ou grafite e mais uma tábua de passar para ser usada como escala (onde serão fixados os trastes). Pode ser confeccionada em Lego, plástico derretido ou compensado rosa;
  • Traste: o cara que toca esse instrumento;
  • Ponte: Peça de isopor ou pudim de banana que fixa as cordas no corpo e permite diversas regulagens, como a do carburador e a da bomba de injeção;
  • Antebraço: Peça de onde um lado está grudada a mão e do outro está o cotovelo;
  • Clavícula: Item que garante estabilidade em impactos nos acidentes;
  • Captadores: Ímãs que captam o campo magnético das cordas produzidos pela vibração das mesmas. Consistem em um ímã enrolado com fio de cobre ou fio de ovos. Magneto dos X-Men confecciona captadores de alta impedância;
  • Cordas: Feitas de cipó ou cabelos da Rapunzel, possuem grande poder de destruição quando arrebentam e acertam o olho do infeliz que estava tentando tocar;
  • Pompons de amarrar cabelo (vide os irmãos Wooten e os irmãos Tico e Teco): Garantem que tudo que você vá tocar pareça moderno e criativo, na realidade não possuem utilidade prática a não ser deixar seu baixo com cara de Jigglypuff;
  • Corpo (normalmente confeccionado em madeira, mas também podendo ser feito de baquelite, mithrill ou laranja que parece limão e tem gosto de tamarindo): Parte do baixo onde ficam penduradas todas as outras coisas. Deve ser confeccionado em material denso e sólido (de preferência granito) para que as vibrações não sejam absorvidas por bolsas de ar;
  • Tarrachas: Apertam ou soltam a tensão das cordas proporcionando um ajuste preciso do berimbau que você quer que seu baixo vire;
  • Picks: Aumentam o volume do baixo, ou o diminuem. Peça muito utilizada por cardiologistas;
  • Hem5: O que detecta em média o peso do baixo, permitindo que você o carregue com mais facilidade, ele varia do Hem1 ao Hem5, e alguns baixos vão até o Hem7, e estes, não muito famosos por seus super-mega-hiper-fromhell-dark-huge-fucking altos preços.
  • Saca-Rolhas: Item opcional de alguns lutiers que desenvolveram a técnica de enrolamento de cordas. Geralmente utilizando dois ou mais instrumentos intercalados, famosíssimo pelo uso de Carlos Buiú - o nego dengoso - consiste "sacarrolhar" as cordas de outro baixo produzindo um ganido parecido com os passarinhos albinos da Polinésia Sul-Coreana. Até hoje apenas Carlinhos (o dengoso) foi capaz de reproduzir tal som, além de John Petrucci, que desempenhou tal feito em seu violãozinho de quatro cordas apenas com os membros inferiores.

Marcas famosas de baixos[editar]

Design atual com estilo moderno e esbanjando bom gosto
  • Fender: Marca fundada por Leo Fender, deus da forja do metal e do heavy metal. Foi dele a ideia de se construir o primeiro baixo elétrico, vendo o quanto os baixistas da época se ferravam carregando os baixos acústicos e pianos;
  • Ibanez: Antes chamada de Ibanzé, marca bastante conhecida por pseudoguitarristas. Faz bons baixos, que, porém, não fazem som;
  • Tonante: Famosa por vender guitarras por valores de duas casas antes da vírgula e duas depois, é também considerada a melhor fabricante de contrabaixos e afavordebaixos, é utilizada por artistas do calibre de Jeremias e Pikachu;
  • Fodera: Foi o único que aceitou a proposta de Anthony Jackson para a construção de um baixo de 6 cordas com cinzeiro e isqueiro adaptado. Além de serem feios pra burro;
  • Music Man: Uma marca que faz ótimos baixos e guitarras fracas, motivo pelo qual só os baixistas mais cultos conhecem (é só reparar que em bandas emo só se usa Fender Jazz Bass).
  • Rickenbacker: Marca que faz os melhores baixos, que tem sons tão altos que todos conseguem escutar.

Novidades do mundo dos graves[editar]

--> Baixos de 6 cordas
Baixo de 6 cordas

Depois do surgimento de novas técnicas no contrabaixo, houve demanda (entenda-se: moda) para uma tessitura que permitisse aos baixistas alçar novos voos e alcançar novos horizontes. O prog metal e o jazz são os estilos que trazem o maior numero de masturbadores virtuoses no contrabaixo.

O baixo de 6 cordas foi uma ideia concebida por Anthony Jackson, que a apresentou para vários luthiers. Porém, somente Vinnie Fodera aceitou o projeto, criando uma nova leva de baixos feiosos feitos de compensado do pântano.

Normalmente estes baixos apresentam dois tensores em seu braço, garantindo que ele terá uma manutenção muito mais custosa e de difícil execução.

A afinação destes modelos é feita em quintas(-feiras) na sequência: C, G, D, A , E, B, X, J, K, Ç#.

--> Baixolão

É o baixo que o baixista usa quando não tem dinheiro para comprar um contrabaixo, ou está com o cú coçando

Baixistas Relevantes[editar]

Nelson Ned diz: Cquote1.png Eu detesto contra baixo! Sempre fui vítima de preconceito por ser baixinho! Cquote2.png
  • Pai do Luiz Gonzaga - Não se sabe muito sobre sua carreira, mas a julgar pela quantidade de baixos que tinha, devia tocar bem! "Luiz, respeite os oito baixos do teu pai!".
  • John Entwistle - Baixista do The Who, considerado o menos pior baixista de todos os tempos, ele tocava baixo com acordes extremamente altos e intrincados para compensar a falta de uma guitarra rítmica!
  • Roger Waters - Ex-baixista do Pink Floyd, se zangou com David "Gilmore Girls" por colocar na banda um baixista melhor que ele (ouvir Sorrow). Águas consegue tocar incríveis 1 nota por hora, e é conhecido por sua criatividade, por essa razão David era quem criava todas as linhas de baixo da banda.
  • Steve Harris - Também conhecido como Deus Metal, fundou o Iron Maiden e escreveu boa parte das suas 666 músicas. É famoso por suas técnicas de cavalgada em andaluzes, puros-sangues e até pangarés. Possui 10 dedos em cada mão, sendo que 5 não são visíveis aos olhos dos mortais.
  • Bira - O primeiro de todos os baixistas. Provavelmente o melhor também... ou não. Inventou a primeira corda do baixo. As outras três foram desenvolvidas por Steve Harris, Gene Simmons e John Paul Jones. Já tocou em quase todas as bandas do planeta, presentes futuras e passadas. Foi responsável por levar o Led Zeppelin e o Black Sabbath à fama.
  • Flea - O melhor da banda Red Hot Chili Peppers,pula bastante no show inteiro para se aparecer e faz riffs inciveis. Domina slap, pizzicato, harmônicos.
  • Mark Hoppus - Baixista da finada e agora ressucitada banda pop-punk californiana Blink-182. Raro exemplo de baixista galã. Com seus carisma e olhos azuis arranca suspiro das meninas. Mark consegue cantar melhor que o vocalista principal da banda, Tom DeLonge, cuja voz foi piorando com o tempo e hoje, se reduzindo a meros miados emo-irritantes, consequência da sua abdução pelo AVA. No período de separação do casal, Mark ficou com a custódia do baterista Travis Barker (the best punk-drummer of the world!) se juntou com uns dois guitarristas desconhecidos e formou o +44. Pelo menos não virou emo e continuou punk, diferente do Tom...
  • Pit Passarell - Baixista drogado e desconhecido do Viper, ele é tão bom que a maioria das pessoas não o notam no palco e muito menos ouvem o som do baixo.
  • Geddy Lee - O cara do Rush. Além de se destacar por seu um bruxo, é considerado um ótimo baixista pelo fato de não ficar tocando a mesma nota o tempo todo como os outros baixistas, mas isso só acontece porque Geddy Lee acredita estar tocando uma guitarra, de acordo com o cara que a vendeu. Os outros membros da banda, quando perceberam que conseguiram fazer sucesso, resolveram deixar as coisas assim, e até hoje Geddy é mantido em sua ignorância por eles.
  • Luis Mariutti - Constantemente confundido com Jesus, Luis foi o primeiro baixista do Angra e do Shaman
  • Lemmy Kilmister - Dispensa comentários.
  • Gene Simmons - Tem como peculiaridade tocar com a língua. Marcou época na banda de bluegrass KISS.
  • John Deacon - Baixista da banda afro-inglesa Queen. Ninguém notava sua presença na maioria das músicas, por isso saiu da banda.
  • Tom Araya - O cara do Slayer. Ele não toca, ele surra impiedosamente as cordas.
  • Cronos - O primeiro baixista do mundo a usar tripas de bode como cordas de baixo.
  • Jaco Pastorius - Tão bom e tão fera que morreu apanhando de uns leões de chácaras, quando tentava entrar chapado numa boate gay. Sua técnica consistia em meditar embaixo de uma cachoeira por tempo suficiente para conseguir uma pneumonia que garantiria um som anasalado para parecer "original". Utiliza um Fender Jazz Bass, que, ao contrário do que muita gente pensa, tinha traste (o músico em si);
  • João Miung - O china do Dream Theater, que foi eleito melhor baixista do mundo pelos fãs nerds da banda.Ele não sabe falar ou se movimentar(exceto pelos braços). Domina as técnicas do tapping e two hands (masturbation).
  • Hansi Kürsch Foi o primeiro baixista da banda de Nerd Metal Blind Guardian, que é fascinada pelo épica obra do Senhor dos Anais, Hansi começou como vocalista e baixista da referida da banda, mas como não tinha coordenação motora, em 1996 ele resolveu deixar o baixo para ser apenas "cantô" do BG, fazendo assim com que a banda tivesse que gastar mais dinheiro contratando um baixista para substitui-lo, já que ele era um incompetente, Hansi foi um dos primeiros a trair o movimento baixista, véio.
  • Luiz Gonzaga - Maior Baixista da historia da MPB (Música Para Baixistas), usava um baixo comprado na feira de Caruaru. Compôs diversas músicas como: Fear of The Dark, Eguinha Pocotó, Baba Baby e Festa no Apê. O título do seu primeiro CD seria: Baixão Paixão mas num momento de genialidade decidiu chamar apenas de BAIÃO! Como já dizia uma velha música dele: "Luiz, respeite os sete baixos do seu pai!"
  • Victor Wooten - O cara que revolucionou o baixo elétrico ao conseguir de uma vez só tocar 43,7 notas por segundo andando num monociclo e fazendo malabarismo com as orelhas, isso tudo sem produzir um único som bonito, no máximo o belo som do ranger da roda de seu monociclo mal-lubrificada. É vencedor do prêmio Grammy, Grandpa, Mama mia e Little-Brother-Foot-in-the-Sack. Utiliza baixos muito feios e de mau gosto como os Fodera e alguns baixos Ferrados.
  • Paul McCartney - Ganhou uns prêmios e Grammys. Seu timbre se caracteriza por ser denso, embolado e desagradável aos ouvidos. Utiliza um baixo com corpo de violino e cordas de tripas de macacos-do-sul-da-sibéria. Apesar de não ser grande coisa, hoje é o roqueiro mais rico do mundo, passa os dias pintando quadros horríveis pelos quais todo mundo baba e paga fortunas, só porque passou pelas mãos de um ex-Beatles (isso que ainda tem mais um por aí).
  • Mike Dirnt - Tem uma ótima técnica de baixo, mas como mesmo assim não se destacava muito no Green Day, acrescentou pulos desafiadores para a física em suas perfomances. Usa uma Fender preto-e-branca com uma estrela preta.
  • Bootsy Collins - Foi um dos maiores expoentes e precursores do funk, com composições de renome como Eu só quero é ser feliz (andar tranquilamente na favela onde eu nasci) e Bonde do Tigrão. Sua técnica cheia de groove e ritmo fez com que fosse escolhido a dedo por MC Serginho para integrar a superbanda que estava formando, chamada Parliament Funkadelic.
  • Bill Wyman - Tocou nos Stones e sumiu.
  • Champignon - Baixista do CBJR (Chorão Briguento Já Ralou), consegue tocar mais de 3000 notas por minuto,fazer Beat Box, brigar com o chorão e andar de skate ao mesmo tempo.
  • Humberto Gessinger - Considerado por 12 de cada 10 fãs xiitas do Engenheiros do Hawaii como o melhor baixista brasileiro.
  • Bi Ribeiro - Considerado por 12 de cada 10 fãs xiitas do Paralamas do Sucesso como o melhor baixista brasileiro.
  • Branco Mello - Considerado por 12 de cada 10 fãs xiitas dos Titãs como o melhor baixista brasileiro.
  • Canisso - Esse sim é brasileiro e sabe tocar baixo. Se bem que ele, também, é considerado por 12 de cada 10 fãs xiitas dos Raimundos como o melhor baixista brasileiro.
  • Renato Rocha - O tapa-buraco da Legião Urbana. Ficava tocando enquanto Renato Russo cortava os pulsos com seus ataques de emice. Depois foi chutado da banda sem maiores explicações.
  • Charles Mingus - baixista de bebop e hard bop e uma das cabecinhas do free jazz, considerado como o estilo punk do jazz. gravou um disco com os maiores jazzistas de sua época, como Charlie Parker e Dizzy Gilespie, mas mandou os cara tomá no meio do cu e fugiu com a grana e seu baterista (leia "pegador de baquetas") Max Roach para uma sauna gay. Mestre do baixo acústico e cheio de imitadores idiotas que não tem nada o que fazer, assim como você. Provavelmente o único jazzista com banda cover.
  • Duff McKagan - O baixista desconhecido do Guns N' Roses que ninguém sabe que ele existe, apesar de todo mundo já ter ouvido os barulhinhos irritantes que ele fazia no meio das músicas enquanto todo o resto estava quieto.
  • Michael Anthony - Um baixista meia-boca, que tinha tanto prestígio na banda Van Halen que foi até substituído pelo filho de Eddie Van Halen. Por ser baixinho, gordinho e bebum, nunca conseguiu se aparecer, sendo ofuscado pelo brilho das irmãs holandesas e da gazela louca David Lee Roth.
  • Cliff Williams - Mesma coisa do Michael Anthony, só que no AC/DC.
  • Adam Clayton - Mesma coisa do Cliff Williams, só que no U2.
  • John Paul Jones - Mesma coisa do Adam Clayton, só que no Led Zeppelin.
  • Chris Squire - Baixista do Yes, tinha rítmos fodidos pra cassete, e era relevante sim. Tocava no Yes.
  • Mike Rutherford - Baixista do Genesis. Ninguém conhece também.
  • Les Claypool - Baixista fodido que toca no Primus e o único a fazer shows na cidade de South Park.
  • Krist Novocêlic - O mais desconhecido ainda baixista do Nirvana, só sabia pular e tocar riffs repetitivos e sem graça de duas notas só. Uma das lendas envolvendo sua pessoa diz que ele conseguiu dar mais de 6853 pulos em uma música e usar a mesma composição para 7 músicas que só utilizavam a nota FÁ e SOL sem que ninguém percebesse.
  • Reginald "Fieldy Snuts" Arvizu - Baixista da banda Korn, que espanca o coitado do baixo,que tem um som característico, muito parecido com um berimbau de 5 cordas.
  • Geezer Butler - Também conhecido como Ronco de Caminhão, Geezer coloca um som incrivelmente grave em seu baixo, que ofuscava até a voz estridente de Ozzy. Cada nota tocada, eram 4 cabeças que explodia em seus shows.
  • Markus Grosskenschwinchensbacherkopf - Markus Gros......kopf é o baixista maluco do Helloween. Markus faz uns movimentos estranhos enquanto toca sua guitarra comprida de 4 cordas, e umas caretas também.
  • Sid Vicious - Um cara de atitude, assim como Kurt Cobain. Ele tinha uma grande presença de palco, assim como Kurt Cobain. Ele não sabia tocar o instrumento, assim como Kurt Cobain. Era drogado, assim como Kurt Cobain, teve uma namorada que o fudeu ferrou assim como Kurt Cobain, já morreu assim como Kurt Cobain.
  • Dee Dee Ramone - Cheirador de gatinhos profissional. Tocava o baixo no seu tempo livre entre um gatinho e outro. Mais conhecido por ser primo de segundo grau de Didi Mocó.
  • Cacu - O ex-Muppets e tiozão-playboy da família Antibes, foi contratado pela banda emo Nxzero somente porque consegue jogar a palheta por trás das costas, porque tocar o que ele toca, ate meu pau de óculos toca.
  • Cliff Burton - O fodão do Metallica. Ele mesmo, autor de Anesthesia. Ele era tão fodão que desafiava até Chuck Norris! Seus solos arrepiantes explodiam as cabeças dos fãs em pleno show, mas de tão bom acabou desafiando Chuck Norris, ganhando um duelo de baixo que durou 6 dias e teve uma morte trágica, assim morrendo o maior headbanger de sua época, se tornando épico e sagrado para os fãs de true metal.
  • Robert Trujillo - Rob é um cruzamento entre uma gorila e um chimpanzé africanos que deu errado. Tocava com Ozzy e Suicidal Tendencies, e ainda assim ninguém o conhece. Toca com baixos emprestados (vide Some Kind of Monster) e domina as técnicas de catar piolho no pixaim de Kirk e rodar o baixo como um macaco sob o efeito de ácido.
  • Duca Tambasco - Integrante da banda Oficina G3, executa 5.942 notas por milésimo de segundo e cria novos modelos de baixo a partir de golpes de judô.
  • Paul Gray - O único aqui que finge tocar baixo. Vamos louvar Paul Gray: tum... tum... BEFORE I FORGET!!! tum... tum...
  • Dougie Poynter - Baixista do McFLY,possui casos com todos os integrantes.
  • Tetsu - Baixista e líder do L'Arc~en~Ciel,hermafrodita.
  • Tim Commerford - Baixista do Rage Against the Machine, um dos poucos que teve dinheiro pra pagar uma academia, sendo o mais bombado da banda. Abusa de efeitos sonoros, gosta tocar com as pernas juntas dando leves pulos.
  • Nando Reis - é, ele tambem tocou baixo nos Titãs no começo, mas ninguém reparou.
  • Jason Newsted - Entrou no Metallica em 1986, substituindo o mestre Cliff Burton mas tocou somente em 1991 (pois o som do baixo dele no "...And Justice For All" era inaudível). Sua maior qualidade é gritar, e em algumas músicas, enquanto toca, faz a dança do acasalamento dos gorilas do Congo para seduzir as fães que mostram os peitos nos shows.
  • Stefan Olsdal - Putinha/cafetão do Brian Molko e faz mais som no baixo do que qualquer outra bichinha do Placebo.
  • Shavo Odadjian - Luta pelo reconhecimento do genocídio armênio.
  • Justin Chancellor Tiozão da banda Tool que se acha o guitarrista da banda só porque toca com palheta e usa efeitos que na verdade são de guitarra (famoso caso de baixista com medo de não aparecer na banda).
  • Felipe Andreoli - Baixista do Angra, que é conhecido pelo seu poderoso pizzicato de 3 dedos. Os nerds, gordos e cheios de espinha (fãs de Angra) o consideram o melhor baixista do Brasil.
  • David Ellefson chamado de Junior por Mustaine, único cara que sempre volta pra tocar com o Megadeth por causa das bixisses do Mustaine.
  • Rex Brown nínguém lembra dele no Pantera, só lembram justamente do guitarrista que morreu, Dimebag Darrell.