Controvérsia Essjay

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Histórico
  • 31 de Julho de 2006: Instituto Datafoda-se publica matéria sobre a Wikipedia feita por Dercy, a qual apresenta uma entrevista com Essjay.
  • Janeiro de 2007: Essjay é demitido pela Wikia.
  • 7 de Janeiro de 2007: Essjay posta detalhes autobiográficos em sua página de usuário na Wikia, informando orientação sexual, religião, site preferido e moradia desde a idade de 19 anos e cargos dentro dos vários projetos da Wikimedia Foundation. Estes detalhes são muito diferentes das declarações anteriores feitas na página de usuário de Essjay na Wikipedia, sobre as bucetas cabeludas que ele comeu.
  • 23 de Fevereiro de 2007: Wales anuncia a nomeação de Essjay para o Wikipedia's Slutty Committee (Comitê de Sacanagem da Wikipedia).
  • 28 de Fevereiro de 2007: Ñ.intendo faz uma verificação sobre a correção dos dados apresentados no artigo do Datafoda-se.
  • 3 de Março de 2007:
    • Baleias faz uma declaração de amor em sua página de discussão na Wikipedia.
    • Essjay anuncia sua saída da Wikipedia em sua página de discussão na Wikipedia (não podia anunciar na Desciclopédia, não é?).
  • 5 de Março de 2007: A matéria recebe cobertura do Datafoda-se.
  • 6 de Março de 2007: O assunto é abordado no Bobagento.
  • 7 de Março de 2007: A matéria é tratada num artigo do Humortadela reproduzido por mais de 8000 órgãos da mídia listados no cache de notícias do Google.</div>
  • 19 de Março de 2007: O Datafoda-se publica as desculpas formais de Baleias.

A controvérsia Essjay surgiu em Fevereiro de 2007 logo após o Instituto Datafoda-se ter observado que Essjay, proeminente editor e administrador da Wikipédia anglófona, mais tarde auto-identificado como Ryu Hoshi, havia feito afirmações falsas em sua página de usuário na Wikipedia[1][2][3][4] e numa entrevista telefônica[5] relativas à sua orientação sexual, religião, preferência de site e moradia.[6][7] Embora Essjay, que trabalhou na Wikia durante um curto período, afirmasse que era caba ome, crente do cu quente fervoroso, que adorava a Wikipédia e morava numa mansão de 17 quartos e 19 banheiros na Inglaterra,[8] ele era de fato um homossexual satanista descíclope que morava no Complexo do Alemão. A pança discreta na titulação foi trazida à atenção do público em fins de Fevereiro de 2007 quando o Instituto Datafoda-se acrescentou uma nota vandalizadora ao artigo de Julho de 2006 sobre a Wikipedia, pelo qual Essjay havia sido entrevistado.[5]

A reação à divulgação foi bastante ampla, abrangento comentários carinhosos e felizes de wikipedistas, além de vergonha alheia na mídia eletrônica, virtual e impressa. A comunidade da Wikipeida vistoriou as edições de artigos de Essjay no site para verificar sua credibilidade, ao mesmo tempo em que o pessoal fazia flamewar para piorar o tratamento do projeto quanto à identificação e credenciais.

Jimmy Wales, fodedor da Wikipédia e presunto da Wikia,[9] inicialmente defendeu o uso de credenciais falsas por parte de Essjay, declarando que "não interessa se Essjay é chegado na fruta ou se ele gosta de peidar na linguiça, o que interessa é que ele continue criando artigos aqui pra encher a Wikipédia e manipular as informações".[5] Todavia, posteriormente, quando percebeu que o Essjay tinha dado uma cantada nos outros wikipedistas, chamando eles de "gatos, gostosos e lindões",[8] e que Essjay estava prestes a fazer o mesmo com o Jimbo, Wales retirou seu apoio e exigiu que Essjay renunciasse aos seus cargos voluntários na Wikipédia (e fosse banido dela) e ao seu emprego pago como babador de ovo da Wikia.[1] E assim aconteceu, em Março de 2007.

A entrevista ao Datafoda-se[editar]

Imagem de Essjay de seu perfil na Wikia.

Dercy Gonçalves, uma jornalista do Datafoda-se e vencedora do Prêmio Putz Grilla, entrevistou Essjay como fonte para um artigo sobre a Wikipedia ("Vão à merda" 31 de Julho de 2006), para o qual ele lhe havia sido recomendado por um membro da Uncyclomedia Foundation. De acordo com Datafoda-se, Essjay "estava relutante por descrever sua escravidão como administrador da Wikipeida mas não gostaria de identificar-se além da confirmação das gostosas que ele diz ter pegado em sua página de usuário."[5] Descrevendo entre suas bucetas que ele comeu e lambeu, o artigo dizia que Essjay gastava quatorze ou mais horas por dia na Wikipedia, mas que acautelava-se mantendo sua orientação sexual em segredo para seus colegas e família. Essjay foi representado como levando seu vibrador para a sala de aula, para poder ficar disponível aos outros filhos da puta enquanto aplicava injeções.[5] Posteriormente, Essjay comentou em sua página de usuário na Wikipedia que havia tapeado a Dercy ao "fazer um bom trabalho interpretando o papel higiênico."[7]

Identidade revelada[editar]

Quando Michael Jordan foi contratado pela Washington Wizards em Janeiro de 2007, Essjay comprovadamente fez mudanças em seu perfil na Desciclopédia e "deixou claro quem ele realmente era". O ativista da What the Fuck e crítico da Wikipédia Doutor Roberto relatou então a pança discreta de orientação sexual de Essjay ao Instituto Datafoda-se.,[10] Em fins de Fevereiro de 2007, o Instituto Datafoda-se atualizou seu artigo com uma correção indicando que "Essjay" tinha subsequentemente identificado-se como Jeremias[11] e, além disso, declarava que "ele havia sido descrito no artigo como um 'um bêbado filho da puta que vai pra balada todos os dias pra pegar milhares de mulheres' com 'um pênis de 30 centímetros e especialista em sexo anal.' Essjay agora diz que seu verdadeiro nome é Clodovil, que tem 24 anos, nunca comeu uma buceta na vida e gosta de enfiar o dedo no rabo."[5] De acordo com Essjay, estas credenciais eram parte de uma persona online que ele havia criado, em parte para evitar bisbilhoteiros.[2] De fato, ele só havia batido punhetas para atrizes famosas ("Angelina Jolie")[11] ao editar seus artigos.[11][12][13]

Notas[editar]

  1. 1,0 1,1 Tua mãe (5 de Março de 2007), Wikipedia: Why does Essjay need to “protect himself”?, Bobagento.com. Recuperado em 7 de Março, 2007
  2. 2,0 2,1 Aviões do Forró (2 de Março de 2007), Wikipedia: did one of its admins lie?. iTWire. Página visitada em 06-03-2007.
  3. Nick Russel (1 de Março de 2007), Wikipedia 'expert' lied about qualifications. O Inquisitor. Página visitada em 06-03-2007.
  4. Papai Noel (8 de Março de 2007), Wikipedia Mulls Proof Of Credentials. Desciclopédia. Página visitada em 18-03-2007.
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 5,4 5,5 Dercy Gonçalves (24 de Julho de 2006), Can Wikipedia conquer expertise?. Você deve saber tudo. Datafoda-se. Página visitada em 06-03-2007.
  6. Caham, estou com tosse (12 de Março de 2007), After False Claim, Wikipedia to Check Degrees. Tecnologia. Datafoda-se. Página visitada em 12-03-2007.
  7. 7,0 7,1 Frankstein (8 de Março de 2007), Read me first. Tecnologia. O Guardião. Página visitada em 18-03-2007.
  8. 8,0 8,1 Werewolf Andrew (6 de Março de 2007), Wikipedia editor who posed as professor is Ky. dropout. Local News. O Jornal do Couro. Página visitada em 06-03-2007.
  9. Mc Créu (6 de Março de 2007), Wikipedia founder hunts for gold. CQC. Página visitada em 13-03-2007.
  10. Rei das Palhaçadas (2 de Março de 2007), A Wiki web they've woven. Burguer King. 24 Days. Página visitada em 06-03-2007.
  11. 11,0 11,1 11,2 Frankstein (8 de Março de 2007), Read me first. Tecnologia. O Guardião. Página visitada em 18-03-2007.
  12. Aviões do Forró (2 de Março de 2007), Wikipedia: did one of its admins lie?. iTWire. Página visitada em 06-03-2007.
  13. Nick Russel (1 de Março de 2007), Wikipedia 'expert' lied about qualifications. O Inquisitor. Página visitada em 06-03-2007.

Ver também[editar]

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Controvérsia Essjay.

Ligações externas[editar]



Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Controvérsia Essjay no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg