Copa do Mundo FIFA de 2014

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Copa do Mundo de 2014)
Ir para: navegação, pesquisa
CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif

é o número de gols que o Brasil leva da Alemanha enquanto você le este artigo !!

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Copa do Mundo FIFA de 2014.
O que mais será feito até a copa serviu de inspiração para o logo.
Agora o logo oficial, um grande facepalm.

Cquote1.png Eu já estive em várias cerimônias de abertura, mas definitivamente essa é a mais bonita que eu já vi Cquote2.png
Galvão Bueno sobre a futura cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2014.
Cquote1.png O Acre nem é tão longe assim, é logo ali... Cquote2.png
Fernando Vanucci sobre mais uma de suas bebedeiras.
Cquote1.png Fútbol es patrimonio del pueblo, por lo tanto, los estadios serán construidos con el dinero del pueblo. Cquote2.png
Comunista hispãnico sobre o dinheiro exorbitante do governo na construção de estádios.
Cquote1.png 7 x 1 LOOOOL! Cquote2.png
Alemão sobre jogo contra o Brasil.
Cquote1.png Mas ver a argentina perdendo, não tem preço! Cquote2.png
Brasileiro sobre citação acima.
Cquote1.png Pelo menos ficamos em segundo Cquote2.png
Holandes sobre Jogo contra o Brasil

A Copa do Mundo de 2014 foi a copa mais feia que já foi sediada (e no Brasil, pra melhorar). No dia 31 de fevereiro de 2007 na cidade de Atlântida do Norte nos Países Altos, a FIFA anunciou a escolha do Acre (a bundinha do Brasil) como sede do evento, já que nenhum país tinha se oferecido para sediar os jogos. Ah, sim. O Brasil é tão mickjaggerado que já está protestando comemorando a copa de 2014, mas se esquecendo que volto no passado e lembrando que foi nessa copa que o Brasil teve a pior derrota de sua história, para alegria dos argaytinos (que também perderam da Alemanha).

Organização da federação[editar]

Um dos escrotos que organizaram a copa.

O comitê executivo do Acre formado pelo João Rambo, Saci Pererê, pelo político honesto e pelo ET Bilu de Varginha ficarão responsáveis por viabilizar toda a infra-estrutura necessária para realizar a copa, como primeira meta farão uma reforma em todos os estádios (0 no total), que não custará nada fazendo com que essa Copa do Mundo seja a mais barata da história. Apesar disso o Saci Pererê tem em mente de buscar alguns recursos de alguma obra superfaturada no país Brasil para que seja aplicado no Acre, ou seja, vão jogar dinheiro no lixo.

Mascotes[editar]

Escolha o seu favorito!

A população acreana mostra a sede de trabalho, com seus arranha-céus que mudam a paisagem da capital do Estado, apresentando o primeiro mascote oficial: Favelito; no total serão dois, mas há uma surpresa no segundo mascote, que só será revelada futuramente. O Acre tem tudo para ser a melhor sede da copa, a sede verde e se tornar o maior Estado da Amazônia até o ano da Copa, com cinco milhões de habitantes.

Patrocinadores[editar]

A Copa do Mundo está atraindo muitos investimentos ao Acre, só não se sabe onde vão ser aplicada essa grana toda, segue a lista dos patrocinadores oficiais do torneio: {{coluna|col=3|

Cidades[editar]

Logo da campanha pra copa de 2014 no Acre.
Estratégia adotada pelo governo para fazer parecer que os estádios estão lotados.

Devido à não existência do Acre, a FIFA teve que escolher subsedes em outra localidade, no caso o Brasil, que ao contrário do Acre, existe sim, mas não na categoria país e sim na categoria piada. Afinal, a Copa de 2014 será uma grande oportunidade de desvio de Acrean Dollars: os estádios serão construídos com a mamata do governo e, já que os brasileiros são muito ricos, a campanha Doe Alguns Estádios seguirá o formato: Estádio Municipal <insira o nome de um político ladrão aqui>. Abaixo segue a lista das cidades:

  • Rio Branco: a capital do Estado comandado por alguém que não existe quer se destacar na Copa de 2014 por ser a única 100% verde do Brasil, mesmo sem existir.
  • Bêagá: Devido a sua enorme tradição caipira e por ser a única cidade do Brasil onde o idioma oficial é o inglês (de onde deriva a expressão "Why so?" do Coringa do Batman), foi escolhida como sede e utilizará o famoso estádio com nome de político ladrão, o Magalhães Pinto, mais conhecido como "Pintão".
  • Brasília: Como falar de corrupção, obras super-faturadas e roubalheira generalizada sem mencionar Brasília? É claro que a cidade estará presente, com a reforma do estádio Mané Jeremias.
  • Cuiabá: Cidade escolhida devido à sua grande tradição futebolística internacional, terra do maior clássico do universo, o Mixto (aquele time que é sempre eliminado na 1ª fase da Copa do Brasil) versus o Palmeiras Esporte Clube. Juntos já ganharam 30 Libertadores e colocam facilmente 200 mil fanáticos torcedores. O Estádio terá o suntuoso nome "White Elephant Arena".
  • Curitiba: Cidade representante do Estado que não sabe se é São Paulo ou Rio Grande do Sul. O meio-estádio representado será a Arena da Koceira, conhecida pela Globo como Arena da Bixarada.
  • Fortaleza: A terra do macho véi finalmente vai receber turistas estrangeiros com o intuito diferente do turismo sexual. Mas não há motivo para desespero: depois que acabar a Copa, tudo volta ao normal.
  • Manaus: Capital do Amazonas, outra cidade com grande tradição no futebol: quem não se lembra da emocionante final entre São Raimundo e Rio Negro pela Libertadores da América? O estádio será a monumental Arena Água de Salsicha.
  • Natal: Mais uma cidade mandrake como sede da Copa do Mundo FIFA 2014, lar do famoso América de Natal, o time com a pior campanha da história dos pontos escorridos, e também do didático time formado por ex-alunos da Escola Estadual de Ensino Básico Edson Celulari, o ABC.
  • Porto Alegre: POrrA não ficará de fora: irá receber as seleções da Argentina e do Uruguai, ou seja, a única mudança na cidade vai ser o Beira-Esgoto do Inter-Anal de Santa Maria e a Coligay Arena (casa do Clodovil) do Gaymio F.C(Fudidos Cagados).
  • Hellcife: Devido à proximidade da praia do antigo projeto (o que deixava todos perto dos tubarões), resolveu-se construir um estádio no próprio Acre de 1 bilhão de acrean dollars, onde nunca ninguém foi, nem nunca ninguém irá. A intenção do comitê pernambucano é levar desenvolvimento para o local do novo estádio; dessa forma está em estudo uma forma de exportar o fedor hellcifense.
  • Rio de Janeiro: É claro que o estádio mais tradicional do Rio não poderia ficar de fora, para a alegria do tráfico que lucrará ainda mais com as bugigangas eletrônicas dos gringos.
  • Salvador: Querem utilizar as ruínas da Fonte Nova como estádio, unicamente pela preguiça que os baianos têm de construírem um estádio novo.
  • São Paulo: A maior, mais poluída e mais fedorenta cidade do Brasil não poderia deixar de sediar jogos da Copa do Mundo FIFA 2014. O estádio usado será o Itaquerão que fica em frente à estação do metrô Corinthians-Itaquera no final da calmíssima Linha 3 Vermelha do Metrô de São Paulo.

Estádios[editar]

Cidades fracassadas reservas[editar]

A FIFA já garantiu que se nenhuma das cidades tiver condições de sediar uma Copa (o que provavelmente irá acontecer) ela será disputada no Playstation 3.

  • Goiânia: era concorrente direta com Florianópolis, e as duas acabaram ficando de fora; perderam juntas pra Natal. Apesar de oferecer a reforma do Estádio Serra Dourada (iria caber meio milhão de pessoas) e de que os passeios turísticos seriam feitos em carroças, ficou de fora pela falta de propostas de Escolas de Goianês (vulgo caipirês), o Aeroporto Santa Genoveva caber apenas a asa de aviões comerciais, e de não oferecerem atrações culturais que não fossem shows de dupla sertaneja.
  • Florianópolis: felizmente ficou de fora da lista, isto porque os gênios da FIFA optaram por Natal que, claro, foi a pior escolha. Afinal, chega de eventos importantes serem sediados no sul, não? E principalmente nesse fim de mundo que é Florianópolis...
  • Belém: A Calypsoland também está oferecendo seu estádio para caso alguma cidade do nordeste, do centro-oeste e do norte desista, já que tem um estádio pronto, o Kid Bengalão, sede dos únicos times da região norte que conseguem colocar mais de 100 torcedores no estádio.
  • Rio Branco: Uma cidade do Acre, não precisa nem dizer o motivo pela qual ela ficou de fora...

Participantes[editar]

Mapa no site da Fifa mostrando a localização da capital do Acre para que os torcedores cheguem ao local certo.

América do Sul[editar]

América do Norte, Central e Caribe[editar]

Os estádios inúteis tiveram jogos do Framengo durante a copa.

África[editar]

Ásia[editar]

  • Takokunawara (Ultima participação - 2010)
  • Canguru (Ultima participação - 2010) Sim, a Austrália não está na Oceania, pelo menos é o que diz a FIFA
  • Persas (Ultima participação - 2006)
  • Sai que eu dô (Ultima participação - 2010)

Europa[editar]

Cachorro fazendo bósnia no treino da Bósnia.

Jogos[editar]

Um dos árbitros da Copa de 2014.

Cquote1.png Fred na área não altera o placar, bola no ataque e o fred não consegue finalizar, tocam pra ele e não sai o Gol, e ainda sonhou em ser um jogador de futebol. Cquote2.png
Skank sobre sobre Fred
Cquote1.png Muito triste ver um jogador no seu auge quase imobilizado, incapaz de jogar ou até mesmo andar... Força Fred! Cquote2.png
Capitão Sarcasmo sobre sobre a atuação de Fred após Brasil e Colômbia.

  • Brasil 3 x 1 Croácia - Abertura da copa contando com as tradicionais vaias contra Dilma e o hino cortado por direitos autorais, Marcelovic marca o primeiro gol do torneio, só que contra, depois, o craque Neymá empata só pra postar um gol no Instagram, depois Fred se joga na área e o juizão marca um pênalti para o Corinthians Brasil, sendo esse o primeiro de muitos pênaltis irregulares que serão marcados no Itaquerão, por fim, o juizão ajuda mais uma vez o Brasil deixando de marcar uma falta de Ramires para Oscaralho fechar o caixão de Zagreb.
  • Brasil 0 x 0 Mexico - No estádio Castelão, em Fortaleza, o Brasil fez quase e mesma coisa com o México (tirando os gols, óbvio), foi parado pela defesa e dessa vez, não teve a mesma ajuda do juiz japa comprado no jogo anterior com simples pastéis de "flango", tanto que o Marcelovic se jogou na área se o juiz marcasse a mesma coisa. Depois de 38947894754758854 chutes a gol, o goleiro macumbeiro do México chamado Ochoa defendeu todos os chutes dos atacantes,meio-campistas,zagueiros,goleiros e esquenta bancos brasileiros, no qual o jogo foi realmente uma bósnia e ficou nessa merda.
Enquanto isso, no lado de fora dos estádios...
  • Brasil 4 x 1 Camarões - No estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Brasil venceu fácil Camarões, começou jogando muito mal, mas Neymala fez o primeiro gol. Todo mundo pensava que ia ser uma goleada, mas depois disso, o jogador Leandro Damião camaronês Joel Matip conseguiu o empate, mas só esbanjaram reação por nove minutos e depois disso, Neymá fez outro gol pra mandar pro seu Instagram e no começo do segundo tempo, acontece uma cena inacreditável, no qual Fred faz um gol (impedido, só assim mesmo...) e pra enterrar o caixão camaronês, Fernandinho fez o quarto gol da seleção e ficou assim.
  • Brasil 1 x 1 Chile - No estádio Mineirão, em Belo Horizonte, o Brasil fez realmente um jogo muito bosta contra o Chile, mesmo assim marcou o primeiro gol com o zagueiro cabeludo David Luiz, mas depois de quatorze minutos, Hulk fez uma cagada e deixou o atacante chileno Alexis Sánchez empatar o jogo e o Brasil provou o karma de ter roubado gols contra a seleção xadrez de futebol, com o Juiz marcando faltas desnecessárias, gols mal-anulados e outras falcatruas chilenas. Depois de muitos minutos de jogo, o atacante Pinilla teve a chance de eliminar o Brasil, mas isolou e mandou na trave. Nos pênaltis, o Chile não teve chance e viu Julio César defender dois pênaltis, o que transformou o patrulheiro do Comando Estelar em herói.
  • Brasil 2 x 1 Colômbia - No estádio Castelão (de novo), em Fortaleza, o Brasil fez mais um jogo, contra a Colômbia e rapidinho fez um gol com Thiago Silva, mas depois disso ficou apenas em faltas, toques errados e chutes isolados pra fora. O zagueiro Zuñiga em um lance, fez uma falta nas costas em Neymala ao estilo Bane da vida, no qual conseguiu foder a seleção de maneira inimaginável (ou não). Na falta, David Luiz fez um golaço de falta e pra descontar, o atacante James Rodriguez fez um de pênalti e ficou nisso mesmo, para decepção do Brasil da Colômbia, que perdeu a chance de enfrentar a poderosa Alemanha.
  • Brasil 1 x 7 Alemanha - Em outro jogo do estádio Mineirão, em Belo Horizonte, os jogadores das duas seleções cantaram o hino e já saiu o primeiro gol dos nazistas da Alemanha, começou o jogo e Müller fez mais um gol pra Alemanha. O jogo no primeiro tempo, foi um verdadeiro estupro alemão, tanto que apenas caguei durante o 1 x 0 e já tava em 5 x 0 quando terminei. Houve vários gols alemães, de Müller, Klose, Kroos e Hitler. A foderosa Alemanha se reuniu e prometeu não tentar estuprar novamente no segundo tempo, então só fez mais dois gols com Schürrle e no final Oscar descontou para o Brasil, mas não deu muito certo e o Brasil perdeu por 7 a 1.
  • Brasil 0 x 3 Holanda - Aconteceu outro jogo no estádio Mané Garrincha em Brasília e o Brasil, depois daquele estupro, tentou juntar esperanças, o que não deu certo e já começou com o juiz dando pênalti inexistente para a Holanda e um gol de Van Persie. O Brasil tentou fazer alguma coisa e tomou outro gol, depois continuou a errar passes, isolar chutes fáceis, errar cruzamentos etc. No final, tomou gol de Wijseiládoque Wijnaldum e ficou com outra derrota triste para a Holanda seleção.

Fase final[editar]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
28 de junho – Belo Horizonte            
  Brasil Brasil (pen)  1(3)
4 de julho – Fortaleza
  Bandeira do Chile.png Chile  1(2)  
  Brasil Brasil  2
28 de junho – Rio de Janeiro
    Bandeira da Colombia.png Colômbia  1  
  Bandeira da Colombia.png Colômbia  2
8 de julho – Belo Horizonte
  Bandera del Mate de Uruguay.png Uruguai  0  
  Brasil Brasil  1
30 de junho – Brasília
    Bandeira da Alemanha.png Alemanha  7  
  Bandeira da França França  2
4 de julho – Rio de Janeiro
  Bandeira da Nigeria.png Nigéria  0  
  Bandeira da França França  0
30 de junho – Porto Alegre
    Bandeira da Alemanha.png Alemanha  1  
  Bandeira da Alemanha.png Alemanha  2
13 de julho – Rio de Janeiro
  Bandeira da Argelia.png Argélia  1  
  Bandeira da Alemanha.png Alemanha  1
29 de junho – Fortaleza
    Flag of Argentina.svg Argentina  0
  Países Baixos Países Baixos  2
5 de julho – Salvador
  Flagge Mexiko.png México  1  
  Países Baixos Países Baixos (pen)  0(4)
29 de junho – Recife
    Bandeira da Costa Rica.png Costa Rica  0(3)  
  Bandeira da Costa Rica.png Costa Rica (pen)  1(5)
9 de julho – São Paulo
  Bandeira da Grecia.png Grécia  1(3)  
  Países Baixos Países Baixos  0(2)
1 de julho – São Paulo
    Flag of Argentina.svg Argentina (pen)  0(4)   Terceiro lugar
  Flag of Argentina.svg Argentina  1
5 de julho – Brasília 12 de julho – Brasília
  Bandeira da Suiça.png Suíça  0  
  Flag of Argentina.svg Argentina  1   Brasil Brasil  0
1 de julho – Salvador
    Bandeira da Belgica.png Bélgica  0     Países Baixos Países Baixos  3
  Bandeira da Belgica.png Bélgica  2
  Flag of the United States.svg Estados Unidos  1  

Campeão[editar]

Campeão da Copa do Mundo FIFA de 2014
Alemanha
Alemanha
Quarto Título

Participações notáveis[editar]

Galeria de imagens de mais uma humilhação[editar]

Brasil tomando no cu em 2014[editar]

Ver também[editar]

Fhc222.jpg
História do Brasil: Nova República (1984 - até agora)

Eventos, coisas e ideologias que você não acompanhou porque estava com preguiça de ler as chatices da Veja

Diretas JáImpeachment de Fernando CollorPlebiscito de 1993Plano CruzadoPlano RealPrivatizaçãoMensalãoDólares-de-cuecaDesarmamentoGuerra de independência do Tapajós e CarajásBadernas no Brasil em 20137 x 1Badernas no Brasil em 2015PEC 37PetrolãoMP664/665Pedalada fiscalOperação Lava JatoImpeachment da DilmaRio 2016


Presidentes ditadores e outros canalhas de que de vez em quando você ouve falar
Dom Tancredo IDom Sarney IDom Fernando IDom Itamar I, o topetudoDom Fernando IIDom Mula IDom Dilma IDom Temer I