Corporación Popular Deportiva Junior

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Corporación Popular Deportiva Junior
Escudo do Junior Barranquilla.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Corporación Pop Shakira Junior
Origem Bandeira da Colômbia Colômbia - Barranquilha
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Colombiano
Divisão Primera División
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Corporación Popular Deportiva Junior, embora ninguém chame assim e sendo o time mais conhecido como Junior Barranquilla, porque só "Junior" também seria genérico demais. É basicamente um time secundário da Colômbia, que raramente está sendo campeão, que foi um dos 376 times em que o Garrincha já jogou, que revelou o Valderrama, e que também é o time da Shakira. Fora isso nada de útil além de seu nome que é na verdade um sobrenome, o que deixa as pessoas confusas na hora de mencionar este time.

História[editar]

Fundação[editar]

Time fundado em 1924, inicialmente com o nome de "Juventus" por mera falta de originalidade, imitando o time de Turim, posteriormente o nome foi trocado para "Juventud" devido ao analfabestismo local que não entendia direito o que era "juventus". O time era conhecido por ser uma bela porcaria, e particularmente odiado pelos times de Medellín, Cali e Bogotá, que odeiam ter que viajar lá para a Puta Que Pariu, onde fica o estádio do Junior.

Década de 40[editar]

A partir dos anos 40 o time passou a ser chamado de Junior sob nenhum motivo aparente, talvez por falta de nome melhor. Na época era considerado um dos melhores times da Colômbia, sendo inclusive a base da seleção nacional responsável por sofrer goleadas humilhantes que ficarão marcadas para sempre nas estatísticas, como derrotas de 7–0 para o Uruguai e 9–1 para a Argentina nas Copas do Mundo de antigamente. Então por mais que a seleção colombiana de hoje em dia seja boa e as vezes até ganhe algumas coisas, por culpa do Junior Barranquilla, as suas estatísticas médias estarão sempre lá em baixo, o que torna o time de Barranquilla ainda mais odiado.

El Dorado[editar]

Após a seleção colombiana ser seguidamente humilhada pelos outros países sul-americanos, por insistir em usar o time do Junior como sua base, em 1950 o Junior decide fundar a Liga Dimayor, um torneio dissidente e não-oficial da FIFA, criado para impedir que a seleção colombiana pudesse jogar contra outras seleções sul-americanas, impedindo assim humilhações maiores. Esta época ficou chamada de "El Dorado", pois o Junior passou 10 anos sem precisar enfrentar times de fora do país e a seleção da Colômbia sem poder jogar, o que significou 10 anos sem tomar goleadas, até hoje o maior período pelo qual o Junior passou sem ser goleado. Mas também não ganhou nada.

Primeiro título[editar]

O Junior Barranquilla era um time tão bom que precisou de 53 anos de existência para conquistar seu primeiro título nacional. Conquistou o campeonato colombiano de 1977, época que serviu para provar quer qualquer um poderia vencer aquela bosta, tanto que depois do Junior, vários outros times pequenos, encorajados, começaram a serem campeões colombianos também.

Década de 90[editar]

Na década de 90 vieram mais títulos colombianos, seguidos de figurações na Libertadores, onde nunca foi grandes coisas. Nessa época a fama do time se dava pelo meio-campista Valderrama, que podia ser avistado de qualquer lugar do estádio devido à sua cabeleira. Nunca foi bom, mas seu cabelo realmente chamava a atenção, e isso era marketing para o Junior Barranquilla.

Anos 2000[editar]

Shakira, o único título internacional do Junior Barranquilla.

A partir dos anos 2000 o Junior Barranquilla estabeleceu-se como time tradicional do norte da Colômbia, tendo todos os torcedores da região, embora estes nunca sejam torcedores fanáticos e sempre tenham um segundo time, geralmente de Medellín. A única grande fama internacional do time, que carece de grandes feitos em torneios sul-americanos, é ser o time da Shakira, mas isso jamais atraiu o Piqué a jogar nesse fim de mundo.

Temporada 2016[editar]

O ano de 2016 foi um exemplo da rotina do Junior, que não passou do meio da tabela o ano inteiro. A única vez no ano inteiro que o time apareceu no rodapé de algum noticiário foi quando enfrentou o Atlético Nacional na última rodada, 3 dias depois que o avião da Chapecoense caiu, e apanhou feio dos rivais, perdendo de 3x0, e dando falsas esperanças aos rivais colombianos que viajaram ao Japão para o Mundial de Clubes daquele ano só para se frustrarem.

Junior Barranquilla, todavia, foi beneficiado pelo fato da Conmebol mudar as regras da Libertadores de 2017 e passar a distribuir vagas até para os piores times possíveis, assim, mesmo tendo sido apenas o quinto do campeonato colombiano, conquistou a vaga para ser figurante na Libertadores de 2017.

Títulos[editar]

  • Campeonato Colombiano: 7 vezes (1977, 1980, 1993, 1995, 2004-II, 2010-I e 2011-II)
  • Ter uma cantora pop famosa torcedora do time: 1 (a Shakira)