Costa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

nota: pra outros significados de "costa" consulte costas que ainda nem foi escrito.


Navegante já próximo da costa, há apenas alguns quilômetros.

Costa parte litorânea que separa os trêbados que morrem afogados, dos bêbados que conseguem ainda ter sobriedade pra pedir ajuda, podem estes ter sorte se quem estiver na costa não queira mesmo que se afoguem dessa vez não em cachaça e afins, então podem acostar novamente a salvo das ondas e com massagens que quase quebrar as costelas aliadas a chupadas(blé), na goela, podem então ser salvos.

Costa abençoada[editar]

Essa parte que separa o cofre da bunda do pescoço, o mar da terra é cheio adivinha do que? De areia... tá pode achar que a frase foi monga, mas assim é: costa é feita de areia basicamente, é onde os vacilões e bêbados são salvos de se afogar... ou deixados pra se afogar de uma vez, se a véia deles for mais megera que os próprios e quiser que se afoguem logo, mas isso ocorre no menor dos casos, pois nos outros casos, então são os trêbados que já se afogaram mesmo.

Caso um tubarão vá se aproximando da costa, ele não quer saber de comer gente, mas se for um daqueles mais afoito, confunde humanos que estiverem na praia com suas presas (não seus dentes, que já são todos presa, sem veadagem de molares e incisivos), mas eles vão em surfistas e não em bêbados pois não gostam de coisas tão inchadas, ainda que não tenham se afogado em cachaça os bêbados já podem se apresentar inchados, parte gordura, parte excesso de álcool.

O que a costa mais vê é álcool, principalmente no fim do ano, mas assim mesmo a costa não odeia bêbados, eu também não, pode acreditar. Ninguém tem culpa de encher a lata e acostar em lugares perigosos, então chega de rolar ondas sobre a desgraça alheia, recomenda-se o A.A.. Sendo assim, lembremos que a costa não vê apenas álcool, ela tem vegetação, pois na areia nascem bosta de cachorro e de gente muito porca certos tipos de mato, mais ainda quando a areia começa à se misturar à terra. Nas ilhas não é diferente, elas abrigam muita vegetação, conforme vai saindo da bunda costa, ilha adentro, mesmo se forem ilhotas.

Costa amaldiçoada[editar]

Quico ao saber que seu pai Vastalascaiano chegou ainda vivo na costa, mas morreu em seguida porque ninguém quis lhe dar água.

Nas costas amaldiçoadas tatuagens bem estranhas diferente das costas abençoadas em que mesmo trêbados(prometo ser a última citação desse tipo), conseguem se salvar do afogamento, seja do mar ou de alguém lhes apertando o pescoço, as costas amaldiçoadas até excelentes nadadores num mar calmo se afogam, pois são sugados por forças obscuras, na melhor das hipóteses, por sereias cantantes, mas na pior das hipóteses são funkeiros que aparecem cantando, os ouvidos sofrem uma dor horrenda que desestabiliza qualquer nado ou surf. Nem uma Fata Morgana é tão perigosa quanto esses seres.

Mesmo as melhores visagens que aparecem não garante que, ao sair da ilusão, o acometido conseguirá se salvar, ainda que não seja tão ruim quanto surgir sons horríveis na audição aliados a imagens bizarras, as visagens distraem e quando vê a vítima da costa amaldiçoada estará no fundo do oceano, sem chance de chegar a superfície... Tome sempre cuidado com onde vai tanto em ilhas, quanto pelos litorais afora, seja no Pacífico, Índico e principalmente no Atlântico, onde jogam muita porcaria faz Eras, pois como em nenhnum centro de macumba espírita ainda foi perguntado à quem se afogou vendo coisas estranhas, não se sabe se ao menos após morrer, a possível sereia que apareceu tinha o rabo bom.