Cranky Kong

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
DonkeyKong.jpg Esse artigo é sobre um macaco burro superforte!
E ele está louco pra dar um quebra no Mario! Ou nos crocodilos!
Clique aqui e veja mais coisas dessa selva!
Cranky Kong
Cranky.jpg
Profissão Aposentado
Trabalho extra Sequestrador de Princesas
Trabalho extra 2 Cientista louco
Família Donkey Kong (neto), Wrinkly Kong (esposa)
Refeição Preferida Banana
Frase Favorita Foooollll
Característica Marcante Ser o primeiro presidente da República das Bananas

Cquote1.png Você quis dizer: King Kong Cquote2.png
Google sobre Cranky Kong
Cquote1.png Experimente também: Donkey Kong Cquote2.png
Sugestão do Google para Cranky Kong
Cquote1.png Meu primeiro inimigo!! Cquote2.png
Mário do armário sobre Cranky Kong
Cquote1.png Esse me deu lucro!! Cquote2.png
Dono do bar do Congo Jungle sobre barris de cerveja que Cranky jogava no Mário que Mário?
Cquote1.png Ele tem a pegada mais forte que a do Bowser!! Cquote2.png
Princesa Bitch Peach sobre Cranky Kong
Cquote1.png Esse velho enche o saco Cquote2.png
Você sobre Cranky Kong no Donkey Kong Country
Cquote1.png Eu sou melhor Mwahahahaha Cquote2.png
Bowser sobre Cranky Kong


História[editar]

Cranky Kong quando jovem
CrankySprite.jpg

Cranky Kong é conhecido por ser o primeiro inimigo do Mário, fazendo sua estréia nos fliperamas. Cranky também é conhecido por ser o primeiro presidente da República das Bananas, e muitos acham que ele inclusive fundou o local.

Cranky, em um dia chuvoso, tentava se esconder da chuva no meio de uma plantação de bambu, quando ele encontrou Silvio Santos, que fazia sua habitual pesquisa, tentando descobrir qual a diferença entre a mulher, o poste e o bambu. Depois de se apresentarem, Silvio Santos ensinou ao pobre Cranky como ser famoso, e falou sobre um certo macaco que subia num prédio com uma mulher na mão e depois caía. Cranky então resolveu fazer o mesmo: Sequestrou a Princesa Bitch Peach, subiu em um lugar bem alto e ficou lá, estuprando conversando com a princesa. Depois de algum tempo, surgiu um sujeito italiano bigodudo muito conhecido por nós e começou o resgate, porém Cranky não estava muito a fim de perder sua amiga e começou a jogar barris de cerveja nele (que desperdício).


Carreira[editar]

Cranky e Wrinkly se casando

Cranky estreou nos fliperamas, junto com o Mário do armário. Depois de conseguir o sucesso mundial, Cranky começou a governar a República das Bananas, tratando o povo com muito amor e carinho e além de macacos, também governava cobras, rinocerontes, peixes-espada e vários outros bichos com Q.I altamente elevado (ou não). Nesse tempo, Cranky também se casou com Wrinkly Kong.

Depois de muitos anos de governo, Cranky decidiu que era hora de ter um substituto nos video-games, e assim nomeou seu neto como um verdadeiro Donkey Kong. Depois disso, não passou muito tempo para Donkey Kong estrear seu primeiro game: Donkey Kong Country, um verdadeiro sucesso (ou não).

Nesse jogo, Cranky apenas dava conselhos que não serviam para muita coisa (e com certeza todo mundo apertava o X para pular esses conselhos), fazendo assim sua estréia como personagem secundário e coçador de saco

Depois que seu neto Donkey Kong finalmente venceu o King K. Rola Rool, Cranky Kong passou por uma fase de pobreza, pois seu estoque de banana e cerveja havia acabado, então quando começou Donkey Kong Country 2, Cranky mostrou seu lado mercenário e começou a cobrar pelos seus conselhos (in)úteis.

Percebendo que continuar naquele negócio de conselhos não tinha futuro, pois os nerds não estavam a fim de gastar suas moedas, Cranky Kong passou a ser camelô e abriu uma barraca de prêmios sensacionais em Donkey Kong Country 3. Entre os fabulosos prêmios estava um incrìvel Juicer Philips Walita e também o igualmente sensacional George Foreman Grill: Para ganhar esses prêmios, bastava pagar uma pequena taxa e testar a sorte e habilidade, em provas que variam desde acertar as bolas no buraco, até torcer em uma roleta no estilo Mario Party. Porém, depois de algum tempo, a polícia apreendeu todo o negócio de Cranky, acabando assim com sua vida de camelô. Na verdade, Cranky nem se importou muito, pois já tinha enchido o cu de grana ficado muito rico e já tinha investimento para sua nova profissão: Cientista Louco!!

Depois de vários testes, Cranky inventou várias poções que servem para deixar o usuário doidão. Em Donkey Kong 69 64, Donkey Kong precisa dessas poções e pra isso gasta uma nota nessas coisas, enriquecendo ainda mais Cranky, e possilitando que o ancião compre uma bela casa em cima de uma árvore.


Vida Fora dos Video-Games[editar]

Quando não está fazendo merda trabalhando na Nintendo, ele fica jogando bingo com seus velhos amigos Dercy Gonçalves, Hebe Camargo e Velhinho que comeu e não pagou.

Cquote1.png Esse macaco é uma gracinha!! Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Cranky Kong
Cquote1.png Que porra de companheiro bom pra caralho!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Cranky Kong
Cquote1.png Aposto 5 pau de caridade!! Cquote2.png
Velhinho que comeu e não pagou sobre Cranky Kong
Cquote1.png Se eu não tivesse virado de lado também jogava!! Cquote2.png
Wrinkly Kong sobre Cranky Kong


Galeria[editar]


Ver também[editar]