Cravo (flor)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cravo
Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado

Olá, tudo bem?
Classificação científica
Reino: Plantinhas
Superdivisão: Plantas com esperma
Divisão: Anjo esperma
Classe: Eudissecotia
Ordem: Caridadephyllales
Família: Cariocaphylhodaputae
Gênero: Diantas
Espécie: Cravo
Hylarius undated

Cquote1.png Experimente também: fita Bioré Cquote2.png
Sugestão do Google para Cravo (flor)

Cravo é uma flor que, por causa de uma musiquinha de humanos bem sem noção está até hoje pagando advogado e fugindo, mas ele garante que nunca brigou com a rosa e nunca despetalou quem quer que seja... isso porque ele não sabe como é bão despetalar certas coisas, mas isso não é assunto para esse artigo florido.

Características[editar]

Cravo sendo despetalado.

Certo, nem precisa adivinhar que eu vou dizer que o cravo é uma florzinha sem graça... bom ele é parecido com uma erva daninha, mas é interessante porque tem um monte de mini pétalas e, é todo arredondadinho, enquanto que muitas flores, tipo a campânula tem a forma de um cálice oblongo e, se acha que isso é uma palavra tosca que eu quis colocar, saiba que é assim mesmo que os floristas se referem a certos tipos de caule, então desmanche essa cara de bunda e tenha o bom senso de concordar, não comigo, mas com os floriculturistas.

O cravo fica muito confuso porque cada petalazinha dele quer ter um nome, imagine você com um monte de coisinhas grudadas na cabeça todas querendo ter vida própria... pra você entender melhor essa noia sensação, imagine que seus cabelos (essa desgraça aí mesmo) têm vida própria e todos querem ter identidade... mas nem por isso o cravo fica doido, ele tem esses cabelos essas pétalas como seus filhos.

Bom, agora esquece esse papinho doido todo, que é apenas para que o artigo não fique tão pequeno e o cravo não fique tão sem graça. Os cravos são sem graça e não sei mesmo porque não são considerados ervas danadinhas, mas tem coisas piores grudadas no solo por aí. Você pode ler por aí que essa florzinha simboliza o homem, e até agora não sei que homem é esse, mas macho não deve ser... pois não é porque uma flor é sem graça que deixa de ser flor e, flor é feminina. E deve também vir dessa história a coisa do cravo brigou com a rosa. Eu sei lá quem fez essa musiquinha, depois pesquiso junto ao meu amigão douto, aquele mesmo de sempre. Agora eu advogo a causa cravete porque ele nunca brigou com ninguém, a rosa pelo menos pode dar uma bela de uma espetada no dedo de alguém, já o cravo, coitadinho, só tem aqueles cabelinhos espetados... veja, de novo em estou confundindo pétalas com cabelos... pra não piorar, vamos logo a outra sessão.

Cultivo[editar]

Cravos adubados após alguém cagar (credo) no jardim.

É outro daqueles que não dão muito... trabalho pra cultivar, mas se desse do jeito que é sem graça, nenhum florista, ou botânico ia se interessar em cultivar aquilo... retiro o mencionado: Gosto não se discute, senão as flores não teriam aquelas aberrações hibridas que ainda vendem que é uma beleza e, você vai na casa de alguém, lá estão os vasinhos, e o cravo é um que também não falta nessas patentinhas. Os cravos nascem em um arbusto chamado de craveiro e, até hoje a natureza não conseguiu acabar com os cravos, não há produto que dê jeito.

O perfume dos cravos eu nunca tive o desprazer de inalar, até porque tenho rinite e quero mais é distância dessas pragas de flores, mas dizem que o perfume dele é legal e é extraído pra ser colocado em desinfetante de banheiro, quando pinho está em falta. Ao menos ele serve pra algo que não seja apenas atacar alergia.Pode achar que nenhuma flor faz isso por mal, ora, voltando a noia, por acaso você já conversou com flor e com cravo? Só se forem os cravos da sua cara.

Voltando à rosa, ele jura que não fez nada pra rosa nenhuma, e que os espinhos da rosa só ferem quem é tonto ou tonta de colocar o dedão bem em cima deles, ou seja eles não saem pulando nas pessoas e em criatura nenhuma, então o cravo garante que ele não saiu ferida por nenhum espinho de rosa em uma suposta briga. Mas ele não tem nada contra a música, pois já ouviu piores acerca de flores, inclusive com rosa, não tem nada contra a musiquinha nem nada a favor.

v d e h