Crise Econômica Mundial de 2008

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
A bolsa hoje caiu mais 46%

Cquote1.png As ações da Desciclopédia caíram 66,6% nos últimos meses! Cquote2.png
Análises da Boa Vespa
Cquote1.png We can try to understand the New York Times' effect of men. Cquote2.png
Bee Gees Analistas isentos sobre a Crise Econômica Mundial de 2008
Cquote1.png A crise de 1929 foi pior que essa Cquote2.png
Qualque um sobre Crise Econômica Mundial de 2008

A crise econômica mundial de 2008 está sendo uma crise econômica ferrenha, que teve início nos Estados Unidos da América. Similar à crise de 1929, que também começou nos Estados Unidos e se alastrou para todo o mundo. Como tudo que o Estados Unidos lança vira "hype" (moda), com a crise também não foi diferente. O país que era comandado por George Bush e companhia lançou a crise no mercado em 2008,mas várias amostras de crises já haviam sido apesentadas nas feiras mundiais nos anos anteriores. Os economistas estavam confiantes de que a crise econômica de 2008 acabaria antes do dia 31 de Dezembro às 23:59 porque, depois disto, não seria mais a crise econômica de 2008 e sim de 2009 e todos poderiam cantar "Adeus crise velha, feliz crise nova, que tudo vá à falência, na crise que vai nascer, pouco dinheiro no banco, dívida pra dar e vender". Infelizmente, a crise de 2008 enganou a morte e sobreviveu à virada de ano.Infelizmente. Assim como a novela “Comi o das Índias”, a crise está apenas começando. O bicho está pegando, a chapa está esquentando, a batata está assando, o circo tá pegando fogo e o que é pior: já estão começando a faltar metáforas para definir a gravidade do momento! Por que é que o Obama não bota o nome do Bush, do Alan Greenspan e dos presidentes dos bancos americanos no SPC e no Serasa? E eu que achava que o mundo ia acabar de bomba atômica ou dengue...

AII CACETE, EU INVESTI EM IMÓVEIS!!!

Como tudo começou[editar]

Antes de tudo, é preciso parafrasear uma previsão do economista Don Ramón Madruga:

Cquote1.png A culpa é dos energéticos Cquote2.png
Don Ramón sobre a crise que estaria por vir
Cquote1.png Eu nego!!! Cquote2.png
Crise Ecônomica sobre Don Ramón
Cquote1.png É apenas uma marolinha Cquote2.png
Lula sobre Crise Econômica Mundial de 2008

Para conseguir alcançar o "sonho norte americano", o cidadão dos Estados Unidos da América deve ter uma casa de 2 andares. Para conseguir esta casa, o cidadão norte americano pede ajuda a um banco. Oferecendo um prazo grande, o goleiro alemão Jens Lehman e seu irmão Rudolf Lehman, se achando espertos, conquistaram milhões de clientes. Aproveitaram a dependência dos compradores de casas e cobraram altos juros sobre o valor, enquanto os anos iam passando. Uma casa de madeira, que custava 200 dólares no ano de 1998, chegava a custar 300 milhões em 2008. Os estadunidenses, que não são bobos [carece de fontes] nem nada, pegaram algum dinheiro de bancos e financiaram mansões, deixando suas casas supervalorizadas como garantia. Era um negócio muito bom este, mas algum fofoqueiro começou a espalhar que o valor das casas estavam despecando como o Ipatinga na tabela do campeonato e isto virou um grande boato. Todo mundo acreditou. A casa que valia 200 dólares e depois passou para 300 milhões, teve seu preço reduzido para 30 dólares. Muita gente já tinha financiado mansões e todos caíram do cavalo. Os estadunidenses deram uma de brasileiros e esqueceram de pagar uma ou outra parcela, ou talvez todas. Isto causou a demissão do goleiro alemão do clube inglês Arsenal.

Um inteligente investidor de imóveis

Este problema foi o responsável por um número maior de problemas, que virou uma grande bola de neve, atingindo até mesmo os países tropicais que nunca viram neve na vida. Antes, porém, a bola de neve chegou à Islândia e, como lá só tem neve mesmo, a bola ficou gigante. A Islândia ficou a ver navios nesta história. Os compradores faliram, os vendedores faliram, os bancos faliram, o Vasco da Gama faliu... A crise estava iniciada.

Alastramento da crise[editar]

Os bancos tentaram reaver o dinheiro fantasma e transformaram os empréstimos em créditos para locar qualquer filme na locadora de DVD do Tio Mário. Com o surgimento do Blu-ray, a locadora de DVD do Mário fechou. Com isto, os créditos bilionários perderam o valor. Uma mancha de -999 bilhões de dólares estava circulando o mercado. Por causa disso, várias empresas que tinham crédito na locadora do Tio Mário perderam dinheiro. Algumas ações na bolsa de couro valiosa da Daslu já não valiam tanto. Estas empresas começaram a falir. Estes créditos negativos atingiram também as bolsas europeias, as bolsas asiáticas, as bolsas de canguru e as bolsas Louis Vuitton. A crise atingiu até o time do CRB. Quem tinha ações na bolsa sentiu uma estaca de 50 centímetros alcançando o intestino. Em compensação, o dólar subiu em disparada, por culpa dos créditos fantasmas. Entretanto, até o presente momento, Lula disse que não sabia de nada.

O problema já havia sido feito e o mundo todo começou a sofrer com a crise. A crise do ano 2008, apelidada de baby crise, só não chegou ao Vanuatu, por motivos óbvios. Fora o Vanuatu, todos os países sentiram uma mudança. O principado do Mônaco acumulou várias dívidas com camarão empalado e sofreu um duro golpe. A Inglaterra e o Japão estão ameaçando entrar em recessão. O Catar deixou de catar. O Kuwait viu o preço do petróleo cair e ameaçou entrar em colapso. Os demais países da OPEP também tomaram no Kuwait. Com isto, a oferta de petróleo caiu. O Brasil empatou em casa com a Bolívia nas eliminatórias. Até a República Tcheca, que estava fechadinha, viu a crise entrar. Em Setembro e Outubro de 2008, as bolsas caíram sem parar. A Bovespa viu o pior pregão da década. A bolsa de Singapura caiu. O preço da pinga pura subiu, em virtude do preço do petróleo abaixo do esperado. O índice Nikkei caiu. O Peru também caiu. O Titanic afundou e a Torre de Pisa ameaça cair também.

No Brasil a crise ainda não chegou, talvez com medo de contrair dengue ou levar uma bala perdida. A indústria de construção civil de castelos em Minas vai de vento em proa! Porém, infelizmente, o excorregedor da Câmara dos Deputados Edmar A. Pior perdeu o emprego porque confessou que era viciado em amizades e vítima dos traficantes de influência que atuam no Congresso Nacional. O seu Castelo continua lá, de pé (o meu tá coçando), mas a casa caiu, talvez devido à má qualidade do cimento utilizado na obra.

Entenda a crise[editar]

Entenda o problema americano narrado em tupiniquim

É assim ó:

O seu Biu tem um bar, na Vila Carrapato, e decide que vai vender cachaça "na caderneta" aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados. Porque decide vender a crédito, ele pode aumentar um pouquinho o preço da dose da branquinha (a diferença é o sobrepreço que os pinguços pagam pelo crédito).

O gerente do banco do seu Biu, um ousado administrador com curso de MBA, decide que as cadernetas das dívidas do bar constituem, afinal, um ativo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento tendo o pindura dos pinguços como garantia.

Uns seis Zé-cutivos de bancos, mais adiante, lastreiam os tais recebíveis do banco, e os transformam em CCB, CDC, CCD, UTI, OVNI, SOS ou qualquer outro acrônimo financeiro que ninguém sabe exatamente o que quer dizer.

Esses adicionais instrumentos financeiros, alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos, na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece (as tais cadernetas do seu Biu ).

Esses derivativos estão sendo negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países.

Até que alguém descobre que os bêbados da Vila Carrapato não têm dinheiro para pagar as contas. O Bar do seu Biu vai à falência… e toda a cadeia vai pro espaço.

Didático, simples E REAL!

O lado bom[editar]

Mesmo essa onda ruim tendo dado quada a milhares de negócios, houve setores que se beneficiaram,como:

Ligações Externas[editar]

Ver também[editar]