Cristalina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cristalina é aquela cidade do Distrito Federal repleta de ambulantes e camelôs vendendo bijuterias baratas e cristais com poderes paranormais. O suposto povo local orgulha-se do título de Cristalina como "Terra do Diamante de Quinta Categoria e da Irrigação".

História[editar]

Diz a lenda que foi em Cristalina que Judas lavou os pés antes de perder as botas em Paracatu. Abençoada por Jesus Negão, essa terra floresceu como uma das mais longínquas e inóspitas cidades assaltélites de Brasília. Atualmente é uma cidade do Reino de Paracatu.

Fundada em 1592, quando chegaram ao Rio de Janeiro rumores que diamantes foram encontrados em Goiás. Foram mobilizados para a região grandes grupos de anões e mineiros de toda América do Sul. Como podemos observar nas páginas da Bíblia no evangelho de Senhor dos Anéis, essa transgressão à natureza fez despertar no interior das minas de Cristalina um temível demônio. Atualmente, a cidade vive pacificamente, pois uma vez ao ano, no tradicional Rodeio do Crioulo que acontece em todo junho, uma virgem forasteira deve ser sacrificada na Mina do Diabo. Cristalina por estar estrategicamente posicionada entre as principais capitais da República das Bananas sempre é bem sucedida nesse requisito.

Com a recente criação do Distrito Federal ("Gothan City" no dialeto local), Cristalina se torna o local da construção da BatCaverna.

Foi também nas misteriosas minas de urânio da cidade, que surgiu a insana ideia do ex-presidente do Brasil Eneas, de criar uma bomba atômica.

Cristalina é uma curiosa cidade, pois fica no caminho para Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e João Pinheiro Inferno, as 5 cidades mais importantes do Brasil. É claro que isso não ajuda muito, só faz Cristalina ficar abarrotada de caminhoneiros e prostitutas.

Geografia[editar]

92% do solo de Cristalina é formado dos puros cristais que já foram todos minerados e exportados, só sobrou um solo desgraçado e erodido.

Após a construção de Brasília, ficou em Cristalina a responsabilidade de abrigar a caverna onde os 40 ladrões (deputados) esconderiam seus tesouros. Mas muito cuidado com o Ali-Baba (Polícia Federal) que está sempre a espreita.

Economia[editar]

A economia de Cristalina é completamente baseada no comércio de ambulantes que vendem cristais a preços absurdos para os turistas perdidos que param por ali no caminho para Brasília.

Cristalina também é muito visitada por macumbeiros, pais de santo e astrólogos que acreditam que a cidade seja o centro de energia magnética do planeta Terra. Esses loucos jogam búzios, leem mãos e tiram cartas por preços mais baixos que comprar um cristal geralmente imundo e mal lapidado.Atualmente a agricultura também está predominante no município.