Cristiano Otoni

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Cristiano Otoni é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Às vezes, uma criança atende na prefeitura.

Sciences de la terre.svg.png
Oceano de Cristiano Otoni tem.
Foguete que a NASA doou para Cristiano Otoni. Claro que algum dia corre risco de decolar.

Cristiano Otoni é uma outra cidadela entre muitas outras de Minas Gerais. O que a faz diferente das outras? Nada. Na verdade, toda cidade que recebe o nome de algum militar para alimentar o complexo de egocentrismo dele, geralmente acaba sendo uma cidade pobre e pequena como Cristiano Otoni.

Existem outras coisas interessantes por lá como... Mato.

História[editar]

A história da cidade era antes algo bom: criava galinhas (os dois tipos), vacas (os dois tipos também) e bois (os maridos das vacas).Quando a pequena vila foi vítima da burguesia do século XX, comerciantes conseguiram, de alguma maneira, fazer com que entregas de caminhões fossem feitas na cidade, mesmo ela não tendo nenhuma fábrica ou multi-nacional... Mesmo assim, por que raios uma multi-nacional se instalaria em um buraco como Cristiano Otoni?

Quando a cidade teve tamanho suficiente, aglomerado de otários suficientes e ter uma renda miseravelmente suficiente, ela estava pronta para receber um nome e virar um glorioso município que poderia até ter distritos! Mesmo isso custando caro e sendo algo ridículo para uma cidade desse tamanho.

Nomenclatura[editar]

Foi aí que os comerciantes mostraram suas verdadeiras intenções em serem tão bonzinhos com os otários da cidade que chamamos de população: eles iriam vender em um preço astronômico o direito de um dos militares da ditadura do Brasil poder colocar o próprio nome na cidade e ser lembrado quando as pessoas falarem da cidade.

Daí, um tal de Cristiano Otoni (você nunca ouviu falar, é claro) que fez porra nenhuma durante a ditadura, colocava seu nome nesta cidade insignificante.

Aí o resto da história você já sabe: ele foi tomado pela vergonha e como os militares antigamente faziam quando ficavam envergonhados, apontavam uma arma para a cabeça e o que era algum dia Cristiano Otoni é hoje algo que está 7 palmos no chão.

Turismo[editar]

Tem turismo em um lugar desses, acredite se quiser. Primeiro motivo para visitar a cidade é para aprender a não cometer a burrada de por o seu nome em uma cidade que vai ser pequena. Segundo é você valorizar o que tem: quando for reclamar da internet lenta, a conta da luz alta ou o pão da padaria queimado, você olhará para a cidade e verá a desgraça daquele povo que não sabe o que significa a palavra "inclusão digital".