Cristo Blanco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
É ou não é igualzinho?

O Cristo Blanco, em Cusco, no Peru, é uma versão menor e albina do Cristo Redentor, que fica de braços abeeeertos sobre a Guanabaaaaaara. Apesar de ter sido construído recentemente, logo após o Grande Terremoto de 1961 (que, ao contrário do que se pode pensar à primeira vista, aconteceu em 1962), as razões de sua construção estão envoltas em muito mistério e magia (como, aliás, tudo que se refira à região de Cusco). Enquanto a versão oficial é a de uma homenagem ao padroeiro da cidade, outras falam em origens bem mais intrigantes.

A versão oficial[editar]

A cidade de Cusco depois do incidente. Como se pode ver, nenhuma construção histórica foi abalada, só mesmo as casas dos pobres.

Em março de 1962, enquanto chacoalhava naquele que ficou conhecido como O Grande Terremoto de 1961, o então prefeito de Cusco, Cúcha Muscado, fez uma promessa: se o terremoto passasse sem fazer muitos estragos à cidade, construiria, em homenagem a Deus ou a Jesus (que, na verdade, são a mesma pessoa) uma estátua que pudesse ser vista da Lua. Diz a lenda que, imediatamente, os tremores cessaram e o sol voltou a brilhar no grande espaço vazio que havia se tornado o teto da sala de estar de Muscado.

Como todas as promessas que havia feito durante sua campanha, Muscado ignorou mais essa. No entanto, a destruição e o caos eram tão grandes, que ele sentiu que deveria fazer alguma coisa para melhorar a vida dos cusqueños. Assim, ao ver a dor e o desespero dos cidadãos sem casa, comida ou água potável, Muscado ordenou a construção de duas importantes obras: o Cristo Blanco e o estádio do Cienciano. Desta forma, os flagelados estariam ocupados rezando e vendo futebol e não se preocupariam com sua situação calamitosa. Aparentemente, a tática do prefeito deu resultado, já que ele foi reeleito nas eleições municipais de 1964.

Erguida sobre um morro até então abandonado ao lado das mais ou menos portentosas ruínas de Sacsayhuamán, a estátua mede 15 metros e foi inteiramente esculpida em pedra-sabão-de-coco, conhecida por sua extrema brancura e seu pH neutro. Além disso, ela possui a vantagem de ser bem mais barata que a pedra-sabão normal, utilizada por Aleijadinho na construção de Congonhas.

Dez anos depois, no entanto, Cúcha Muscado foi preso sob a acusação de racismo, já que o verdadeiro padroeiro de Cusco, o Señor de los Temblores, também conhecido como El Negrito, é uma estátua de Jesus Cristo tão escura que parece ser do Jesus Negão. Ao construir uma estátua branca, ele estaria, de forma discreta, declarando sua vontade de branquear a raça peruana.

Teorias conspiratórias[editar]

Apesar de todos concordarem que o Cristo Blanco realmente foi construído no mandato de Cúcha Muscado, há muita divergência a respeito dos reais motivos que o motivaram.[redundância detectada] Como se verá adiante, as suposições são as mais diversas e contraditórias possíveis:

O presente dos espanhóis[editar]

Projeto inicial dos espanhóis, segundo conspiradores pesquisadores.

Assim como a Estátua da Liberdade foi um presente dos franceses aos americanos e o Cristo Redentor foi um presidente dos alienígenas aos brasileiros, existe a teoria de que o Cristo Blanco seria na verdade um presente dos espanhóis ao povo inca, como agradecimento por sua cooperação em ser explorado. Segundo essa teoria, Cúcha Muscado teria encontrado, durante o terremoto, o projeto original da estátua -- que supostamente seria de pedras encaixadas, como tudo que os Incas fizeram -- e resolveu levá-lo adiante, de forma mais econômica. Segundo os malucos estudiosos que defendem esta teoria, a construção do Cristo Blanco é um dos sinais que levarão ao Fim do Mundo previsto pelos Maias, em 2012.

A cópia barata[editar]

Em vez de agradecimento e enrolação religiosa, a estátua do Cristo Blanco seria, na verdade, uma cópia sem vergonha do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, já que Cúcha Muscado tinha o ambicioso projeto de transformar Cusco num balneário tropical. O próximo passo, segundo os idiotas intelectuais que defendem esta teoria, seria represar o Rio Urubamba, que corta a região, para que ele se tornasse algo parecido com um mar. No entanto, ele não foi levado à frente porque Muscado não encontrou areia suficiente para construir nenhuma praia.

A dominação mundial[editar]

Segundo esta teoria, a estátua do Cristo Blanco seria, na verdade, um míssil disfarçado. Ele faria parte de uma bateria de mísseis termonucleares, que seriam usados pela Illuminati como forma de chantagear os governos da América do Sul a participarem de seu

Este parágrafo contém mentiras deslavadas e completamente inventadas. Por favor, não o leve a sério, para seu próprio bem. De verdade. Se você acreditar, mesmo que seja um pouquinho, teremos que lhe fazer uma visita. E ela será bem incômoda e dolorosa. Assim, por favor, veja outros assuntos que não têm nada a ver com este:

Temas não-relacionados que devem ser vistos para sua própria segurança[editar]

v d e h
Como parte da Teoria dos Múltiplos Jesuses, aqui estão listados todos os Jesuses conhecidos.
O original · O negro afrodescendente · Suposta reencarnação de Cristo · O que foi da Madonna · O que se rendeu ao tráfico · O dos anos 70's · O que veio do espaço · A versão albina e peruana do mito · O Messias da Teologia da Libertação · O esquecido pela história mas lembrado pelo RockGol · Sua bebida amazonense maranhense · Seu clone americano · O "Mega Zord" dos terráqueos · O digimon · O muçulmano · O hindu · O coreano · O primeiro cristo da América · O inverso de todos os Jesuses · O mais anti de todos os cristos · O que voltou da morte · O mestre Ninja · O poder do seu cosmo · Sua versão do Descicloverso · Sua versão bugada · O do "Paz, Amor, Fé, Esperança, Luz e União" · Sua versão feminina · A versão heavy metal · A versão gospel · A "música" · O Caçador de Vampiros