Crossdresser

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Crossdresser.
Lançamento do jogo Crossdresser para Windows.

Cquote1.pngVocê quis dizer: TravestiCquote2.png
Google sobre Crossdresser
Cquote1.pngVocê quis dizer: EmoCquote2.png
Google sobre Crossdresser
Cquote1.pngVocê quis dizer: Justin BieberCquote2.png
Google sobre Crossdresser
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Crossdresser
Cquote1.png Já comi por engano Cquote2.png
Thammy Gretchen sobre Crossdresser
Cquote1.png Doutor... isso é uma bixooooooona Cquote2.png
Severino sobre Crossdresser
Cquote1.png Seu emo desgraçado, roubou a minha calcinha preferida. Agora como eu vou ao encontro com meu namorado Cquote2.png
Sua irmã sobre Crossdresser
Cquote1.png Isto no ecziste. Isto é falha da sua psqui Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Crossdresser
Cquote1.png A culpa é das roupas da sua namorada Cquote2.png
Sigmund Freud sobre Crossdresser

Crossdresser é o gay emo o sujeito que sofre um desequilíbrio psicológico como o de sentir o desejo de usar roupas de mulher. Ao contrário dos travestis, o crossdresser não é um homossexual. É muito pior que isso! uma bichona que gosta de dar o dia inteiro! Seu prazer é se vestir como uma mulher, ou “montar-se” usando as roupas, sapatos e enfeites da mulher.

[editar] Primeiros sintomas da doença

Você já sofrendo os sintomas adiantados do distúrbio.

Conforme o especialista em psiquiátria e psicoterapeuta, Doutor Roberto. O travesti é completamente diferente do crossdresser. Existem homens que se travestem, mas não são heterossexuais.

Os primeiros impulsos de travestir-se de mulher surge na infância. Quando o futuro gay crossdresser pega as calcinhas da irmã no box do banheiro. O atrativo da peça intima, sempre mais fru-fru e alegre do que a cueca, é sempre o inicio do problema psicológico. Conforme a idade avança passa a etapa seguinte: calcinha, sutiã, uma sainha ou vestido, sapato alto, maquiagem e o seu ideal: a peruca. No final acaba dando o rabo.

Segundo estatísticas de uma Universidade francesa, 24% dos franceses são crossdressers, assumidos ou não. O resto da população masculina se divide entre os gays e os emos.

[editar] Depoimento de um crossdresser

Anônimo e sua miguxa tentando arrumar namorado.

Anônimo, que vira Patrícia (seu alter-ego), leva uma vida normal. Casado, com 2 filhos, diariamente vai de casa ao trabalho, sempre essa chata rotina. Menos às sextas-feiras: é aí que Patricia... reina absoluta. Ela chega com força todas às sextas-feiras e gosta de ser vista e admirada.

Aos, 30 anos Anônimo/Patrícia aluga um apartamento para realizar esses desejos reprimidos. Nesse estágio do distúrbio, o paciente não só veste a roupa como faz coisas ridículas realmente constrangedoras como dançar o créu, assistir a novela das oito, cozinhar, lavar e passar a roupa e varrer a casa.

Enfim, caso a doença não seja tratada logo com um bom corretivo a vitima logo resolverá escutar o RBD, pintar as unhas, fofocar com as amigas e por fim arranjar um namorado. E fala coisas como essas:

Cquote1.png Acabei de voltar do shopping e comprei mochila nova, chuteira, bola, roupas, ganhei um ingressso do jogo de hj... esse é o mais fofo. Festa Cquote2.png
Anônimo sobre fase final da doença

Cquote1.png lol uma patty indo comprar chuteira!?! Vai ver ela ia comprar pro namorado boleiro Cquote2.png
Você sobre o namorado de um crossdresser

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas