Cruzília

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Gnome-searchtool blue.png Cruzília é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A prefeitura fica no mesmo quarteirão que o cartório e o da única agência bancária do Banco do Brasil.

Sciences de la terre.svg.png
Cquote1.png Óia rapaiz, nóis num sémo carpira não sô Cquote2.png
Cruziliense sobre Cruzília

Cquote1.png Você quis dizer: Cozinha Cquote2.png
google sobre Cruzília

Cquote1.png Adoris Cruzílis! Cquote2.png
Mussum sobre Cruzília

Cquote1.png This is the city! Cquote2.png
Barak Obama sobre Cruzília

Cquote1.png Que?Que?Que?Como? Cquote2.png
Dona Neves sobre Cruzília

Cquote1.png É ruim de eu ir lá! Cquote2.png
D. Pedro I sobre Cruzília

Cquote1.png Tem certeza que isso é um campo de aviação? Cquote2.png
Santos Dumont sobre Cruzília

Cquote1.png Mas então era só isso? Cquote2.png
Getúlio Vargas sobre Cruzília

Cquote1.png Um homem vai devagar. Um cachorro vai devagar. Um burro vai devagar... Cquote2.png
Carlos Drummond de Andrade sobre Cruzília

Cquote1.png Eu queria tanto ter nascido lá! Cquote2.png
Zeca Pimenteira sobre Cruzília

Cquote1.png Que?Onde fica esse troço? Cquote2.png
Alguém de outra cidade falando sobre Cruzília

Cquote1.png Não é Cuzilia nem cozinha caramba! Cquote2.png
Cruziliense dando esporro em alguém de outra cidade que não entende o nome Cruzília

Encrustrada estrategicamente ao pé de um desbarrancado uma voçoroca,Cruzília é uma cidade localizada para lá de onde Judas perdeu as botas, mais precisamente próximo ao Cafundó do Judas, que dizem as más línguas fica em algum lugar na zona rural do município.Cruzília tem aproximadamente 700 mil habitantes, quase todos espalhados pelo mundo. Os filhos de cruziliense nascidos em outras cidades possuem inclusive uma nomenclatura especial para designá-los. São os "cruzilieusei", em oposição aos demais brasileiros, também chamados de "cruziliaeunumsei". Curiosamente Cruzília é uma das poucas cidades mineiras onde não se fala a expressão "trem". Tal fenômeno se explica pelo fato de que nem mesmo o trem passava aqui. Os cruzilienses retornam a cidade natal para curtir a aposentadoria sem ter onde ir e ter no que gastar ou nos feriados para "chapá os coco" nos buteco pé sujo da cidade. Estudos comprovam que o centro do universo está situado em Cruzília.

Lema da Cidade[editar]

"Nóis capota, mais num breca"

História[editar]

Vista de teco teco que enquadra toda a cidade em um só plano.

Alguns índios passaram por Cruzília em tempos remotos. Resolveram ir embora quando perceberam que aqui não tinha cochoeiras, nem nenhuma outra coisa que turista gosta. Em 1700 e alguma coisa, alguns bandeirantes também passaram por aqui, mas não quiseram se estabelecer na região porque acharam o lugar meio paia. Um belo dia, um sujeito resolveu construir um boteco no local onde atualmente se situa a cidade de Cruzília, iniciando a fama de bebum que nós cruzilienses ostentamos. Os cachaceiros foram se instalando ao redor do bar, dando origem a nossa cidade. Depois ainda surgiram os alambiques e as queijarias para nossa alegria.

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Fica em Cruzília, mais precisamente na rua do cemitério, o primeiro drive-in a céu aberto da América Latina

Os tropeiros teriam fundado a parte norte da cidade, a parte que não tem energia, não tem água e não tem direitos humanos. Lá as pessoas podem ter escravos (tanto sexuais quanto os convencionais mesmo) e os direitos humanos não são válidos. Claro, tropeiros são pessoas "chucras" no sentido sexual de gostar de uma surubona e no sentido braçal de gostarem de sodomizar pessoas.

A parte dos fazendeiros foi o mato. Os fazendeiros não fizeram porra nenhuma para a região e eles que serviram de mão-de-obra mais tarde. Se você se diz filho de fazendeiros em Cruzília, provavelmente irão querer pôr uma dinamite no seu rabo e acender para toda a cidade apreciar o show de fogos de artifício.

Os bandeirantes fizeram o resto da cidade porque eles eram europeus e os europeus acham que são as pessoas mais fodonas do mundo.

Após a cidade ser fundada, ela estava tão grande que emanciparam ela. Isso se deve ao fato dos habitantes de Cruzília se reproduzirem mais do que coelhos.

Cidade[editar]

A cidade tem um clube onde a maioria das pessoas quer fazer parte, embora este clube fique na parte mais pobre da cidade para poder aumentar a desigualdade social, o clube só deixa as pessoas da mais alta classe de Cruzília participarem. Sobre o que tem dentro do clube é um mistério, já que nunca ninguém entrou (deve ser porque não existem ricos em Cruzília), mas especulações não faltam: alguns apostam que tem um abrigo nuclear com 100 anos de pornografia em revistas e vídeos de sites omo XVideos e alguns filmes piratas como o "Eu Sou A Lenda" que ficará marcados "para sempre".

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Cruzília é a cidade brasileira com a maior porcentagem de cães católicos, sobretudo, vira latas

De qualquer forma, o clube é um dos poucos mistérios, também que aquele clube tem um time de futebol e os jogadores tem as bocas costuradas para não contarem a ninguém sobre o que viram.

Fora o clube, as duas únicas coisas de especial que a cidade tem é uma praça minúscula que fica entre as avenidas e serve para dizer que a prefeitura reforma o que ela sabe que (talvez) vá atrair mais turistas para a já seca e desinteressante Cruzília e a segunda coisa é a igreja, o único entretenimento da cidade.

Atrações turísticas[editar]

Barranco Parque ecológico que só os inteligentes podem ver.

Complexo Humano da Ventania: OBS:Chama-se Complexo Humano para reforçar que cavalos, cachorros e gatos não gostam de jogar bola, nem ir a bailes de formatura.

Morro da Serrrinha: Lugar onde o povo vai a noite fumar um e motel para os fudidos que não tem carro.

Fazenda Traituba: Local onde D. Pedro I deu os cano e não visitou.