Cruzeiro (BRB)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png PLANTÃO DESNOTÍCIAS ECONOMIA INFORMA:

O Cruzeiro (BRB) é negociado a R$ 1,453 para compra, R$ 5,219 para venda, uma ALTA de 3,79%

Mais informações a qualquer momento, aqui.


Husband papers up.jpg



Cquote1.png Você quis dizer: Encruzilhada Cquote2.png
Google sobre Cruzeiro (BRB)
Cquote1.png O que eu compro com essa merda? Cquote2.png
Pobre sobre o Cruzeiro
Cquote1.png Dá para pagar ida e volta de ônibus. Cquote2.png
Poser sobre o Cruzeiro
Cquote1.png O que é isso? Joga futebol? Cquote2.png
Torcedor do Cruzeiro sobre este Cruzeiro
Cquote1.png Não era a revista do Chatô? Cquote2.png
Velho sobre o Cruzeiro
Cquote1.png Vou jogar uma dessas na encruzilhada. Cquote2.png
Macumbeiro sobre o Cruzeiro
Cquote1.png Merda! Com isso não dá nem para eu comprar a minha adorada revista Veja. Cquote2.png
Olavo de Carvalho sobre o Cruzeiro que ele ainda teria no bolso

História[editar]

Cruzeiro (aka. ₢) é uma antiga a mais recente moeda em circulação no Brasil graças a uma criação do governo Lula, o Plano Cruzeiro, que foi feito sob medida para fazer a alegria dos petistas e fazer chacota com o "grandioso" FHC.

Esta moeda foi implantada no dia 2/11/2007, enterrando definitivamente a antiga moeda, chamada Real e que circulou durante todo o Governo FHC e também durante o primeiro mandato do governo Lula.

Simbologia[editar]

Por acaso foi descoberto por um nerd petista que usava Windows e que graças a isso descobriu que existia um simbolo desconhecido no teclado que era acessivel se apertando a tecla "Alt Gr" juntamente com a letra C, cuja representação lembra a fusão da letra C maiúscula com o R minúsculo.

Graças a Wikipédia, o meio de desinformação ambulante, o Nerd teria ficado sabendo que o símbolo ₢ era na verdade o símbolo de uma moeda (denominada Cruzeiro) que já tinha saido de circulação.

Como o R minúsculo lembrava a Real e ele diminuido diminuiria FHC, o Nerd resolveu passar a ideia para o Presidente Lula, que aceitou a ideia de imediato.

Aceitação da ideia[editar]

Kirchner mostrando o seu entusiasmo com a futura moeda sul-americana

A ideia foi bem aceita na América Latina, em especial por Hugo Chavez, que gostou muito de saber que a nova moeda seria uma das de maior valor nominal do mundo, superando o Dólar Americano, o Euro e a Libra Esterlina em termos de valor.

Outros lideres sul-americanos, como o Casal Kirchner, o presidente do Paraguai e o Evo Morales não ficaram tão contentes com a ideia por enchergar nessa ideia um avanço do imperialismo brasiliense.

Cotação e valor da moeda[editar]

Na lei que aprovou a volta do Cruzeiro a circulação no Brasil, há inovações importantes, como o fato de que as divisões da moeda não terem a denominação CENTAVO, passando a ter a denominação AUSTRAL em homenagem a antiga moeda argentina que circulava antes do Plano Cavalo.

Esta seria mais uma provocação dos Brasileiros, em face do fato de que esta denominação seria usada para denominar os centésimos de Cruzeiro, a ponto de o símbolo da moeda ser mudado de um A maiusculo com duas barras para um A minúsculo desenhado a mão sem uma das perninhas cortado por um risco no meio.

Ficou estabelecido pela lei 12469/07 que o câmbio de troca das moedas antigas seria na razão de 5 reais por cruzeiro e de 5 centavos por austral, sendo o valor de 1 real correspondente a um "Vintém" de austrais.

Esta é a terceira moeda de maior valor nominal do mundo, só sendo superada pelo dinar do Kuwait e pela Lira de Malta.

Troca e desmonetização do Real[editar]

O Presidente Lula garantiu em entrevista que os centavos e que as notas de Real continuarão valendo até 2010, mas que as cédulas de 5, 10, 20, 50 e 100 reais em circulação receberão carimbos respectivamente com os valores ₢1, ₢2, ₢4, ₢10 e ₢20 respectivamente.

Ele ainda garantiu que as moedas, que serão cunhadas nos valores de 1, 5, 10, 20 e 50 austrais circularão juntamente com as do padrão antigo, sendo apenas estabelecido que os estabelecimentos comerciais coloquem os valores dos produtos em Cruzeiros e em Reais para evitar que hajam confusões durante a transição.

As cédulas que serão lançadas em circulação em breve com a intenção de substituir as atuais terão elementos de segurança que as tornariam menos passíveis de falsificação, como o serial AA12345678X, onde AA seriam os identificadores de série comuns a todas as cédulas e X seria o identificador de série que diferenciaria as cédulas por valor, que neste caso seria da cédula de 10 Cruzeiros, pelo fato de que X em simbolos romanos ser equivalente ao número 10.

Elas serão compostas pelas séries I (₢ 1), V (₢ 5), X (₢ 10) e L (₢ 50), com a possibilidade de que caso seja necessário, haja a emissão das séries C (₢ 100), D (₢ 500) e M (₢ 1000).

Ver também:[editar]