Cuca

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura pelo técnico da técnica do cu cabou que sempre é vice-campeão de tudo, consulte Aléxis Stival.
Xuxosameneg.jpg Este artigo é sobre uma Bruxa!

ou algo tão feio e horripilante quanto uma bruxa...

Se você vandalizar, será transformado em juiz de futebol.

Cuca prestes a te matar de susto.

Cquote1.png Você quis dizer: Coca? Cquote2.png
Google sobre Cuca
Cquote1.png Minha irmã gêmea idêntica! Cquote2.png
Anitta sobre Cuca
Cquote1.png Muahahahhahahah Cquote2.png
Cuca ao lançar mais uma macumba contra a turma do sitio
Cquote1.png Espelho, espel... perai, cade o espelho?? Cquote2.png
Cuca ao perceber que o espelho já havia quebrado a muito tempo
Cquote1.png Chata, boba, feia, cara de mamão!! Cquote2.png
Emilia sobre Cuca
Cquote1.png Eu ainda mato esses malditos! Cquote2.png
Cuca sobre turma do Sitio
Cquote1.png Dorme, nenêm, que a cuca vem pegar... Cquote2.png
Sua mãe tentanto te fazer dormir

Apresentação[editar]

A Cuca é uma bruxa, bastante conhecida no bestiario folclore brasileiro. Sua forma mais representativa é a de sendo um jacaré bipede com uma roupa escrota e (detalhe) loira. Ela, como qualquer bruxa, tem o poder de soltar foguinhos e lançar macumbas contra as pessoas, transforma-las em sapos verruguentos e gosmentos e entre outras coisas que somente o Capeta conseguiria fazer melhor. Sua missão na Terra seria a de sequestrar as crianças que não querem dormir, ou as desobedientes, levando-as para o seu buraco, onde as molestaria devoraria.

Devido ao seu sucesso pelas mara! canções que tem o seu nome incluso (e que são cantaroladas pelo Brasil), já fez varias aparições no teatro, cinema, programas de TV, entre outros. Mas a sua maior aparição foi na A Fazenda no "Sítio do Pica-Pau Rosa Amarelo" (sendo que a maioria dos pica-paus são azuis, mas tudo bem, relevemos isso), onde ela fazia o mesmo papel de bruxa, mas tinha um visual mais bizzaro ainda (sendo muitas das vezes representada usando roupas, como se jacaré precisasse disso), é claro que tudo isso pra escrachar ainda mais com o vilão e não deixá-lo tão kawaii quanto uma boneca de pano falante ou uma espiga de milho mutante e nerd.

A Lenda[editar]

Não é dessa cuca que estamos falando, mas se bem que essa ajudou na criação do nome.

Fruto de uma relação (mal sucedida) de zoofilia e entre outras parafilias, a Cuca foi batizada com esse nome porque... é.... sinceramente, nem nós sabemos exatamente porque ela tem esse nome, só sabemos que seu pai estava drogado durante o nascimento e ele havia acabado de lanchar, e como sua comida preferida era cuca, deu esse nome pra filha. Aos 4 anos de idade já mostrava suas influencias com magia negra, ao transformar os seus coleguinhas da creche em sapos. Aos 6, quando já estava no ensino fundamental, incorporou o demônio e matou a professora, traumatizando todos da sua turma.

Na adolescência, começou a sofrer bullying dos seus coleguinhas pela sua feiura, que chegou ao ponto de quase cortar os pulsos, mas ela em vez disso, fez um ritual satânico no banheiro do colegio que transformou todos em zumbis escravos sexuais, que forçaram a todos a tirarem a virgindade dela. Já adulta, abriu uma loja de artigos de magia negra, mas não teve muito lucro, e consequentemente teve que vender a loja. Sem casa propria e desempregada, decidiu ir para o mato morar em uma caverna, realizando suas experiencias macabras com humanos e outros animais e ela assim viveu por um bom tempo, até o dia em que acabou sendo descoberta e tornou-se uma celebridade de ninar todas as crianças do mundo brasileiras.

A Cuca na infância

Representada da forma que realmente era (a de uma "jacaroa"), Cuca acabou sendo vista pelas pessoas que conseguiam escapar de suas maldades e tinha o seu nome divulgado aos quatro cantos do país, recebendo, claro, um status de uma criatura vil e maldosa (coisa que ela realmente era). Seu melhor horário para atacar é a noite (entre dez e meia e meia-noite, por aí) e, de preferência, crianças mal comportadas (ou as que gostam de ficar até tarde acordadas vendo o Band Privê), haja visto que, se nem os pais suportam tais criaturas do inferno, com certeza eles não a querem mais e, aí sim, ela haje e sequestra as pestes (pelo menos é assim que ela pensa).

Agora sim a fama de Cuca sobe e ela finalmente começa a ser citada em músicas de ninar (coisas que somente algumas lendas realmente boas podem ter), como o monstro que vem para pegar as crianças que não querem dormir e que os pais, negligentemente, abandonam enquanto vão trabalhar. A da cuca é mais ou menos assim:

Cquote1.png Dorme, nenêm, que a Cuca vem pegar! Papai foi pra roça, mamãe no cafezal! Cquote2.png
Canção de ninar da Cuca

É claro que existe variações da música, algumas falam que o pai foi trabalhar enquanto a mãe foi passear, ou está no outro quarto com o Ricardão. Mas no final das contas a ideia é sempre a mesma, a de que se a criança não dormir, a Cuca virá sequestrá-la e coisas do tipo. Porém, o tempo vai passando e como tudo passa até uma passa a Cuca foi ficando demodê e teve que começar a rodar bolsinha apelar para sobreviver.

A gente vai se ver na Globo[editar]

Cuca trabalhando como prostituta no capoeirão.
Cquote1.png Cuidado com a Cuca, que a Cuca te pega! Te pega daqui, te pega de lá... Cquote2.png
Sucesso que Lacraia representa com louvor para a Cuca

Anos se passaram e continuou na mesma merda de sempre, até que um dia enquanto olhava as desnoticias, ela achou uma noticia sobre um show de talentos da TV que daria R$10000000,00 para o vencedor(a). Cuca encontrou a oportunidade perfeita para sair do buraco (literalmente),se inscreveu, fez suas malas e se mandou para a cidade.

No dia da apresentação, a Cuca não estava muito bem do estomago, e no meio da apresentação vomitou acido na plateia matando a todos. Enquanto isso, Roberto Marinho observava os poderes da bruxa e decidiu contrata-la para ser proantagonista do seu novo programa, O Sitio de chupa cabra do Pica-Pau amarelo (sendo que nem uma ave desse tipo tem por lá). A Cuca aceitou na hora (tava falida mesmo), e a partir dai seu sucesso foi parar lá em baixo cima (e seu capital também).

A Cuca não se relacionava muito bem com os colegas do Sitio, os achava estranhos e mais bizarros do que ela. Uma boneca de pano ambulante, um viadinho chamado Pedrinho e uma guria retardada chamada nariguda Narizinho, uma véia meio caduca das ideias, um porco humanoide retardado, uma empregada desmiolada, um véio macumbeiro e contador de mentiras estórias e mais um bestiario enorme (Saci Pererê, Iara, monstros, Mula-sem-cabeça, etc).

Com raiva daquela putaria toda, começou a planejar métodos para acabar com aquelo tudo, mandando macumbas e magias negras para derrotar todo mundo. Mas infelizmente, ela nunca conseguiu, e Roberto Marinho lucrava com a alta audiência dos seu programa satânico com mensagens subliminares que influenciava criancinhas a praticar rituais de magia negra com seus irmãos. Após o fim do programa, a Cuca teve que voltar para o seu covil no Acre, mas logo foi recontratada para atuar na nova versão do Sitio do Pica-pau amarelo, mais bizarro ainda e mais personagens escrotos. Depois com o fim (de novo) do novo Sitio do Pica-pau amarelo, a morte de Roberto Marinho e sua demissão da rede globo, voltou ao seu covil novamente tentando destruir o planeta e (agora) ser a dona da Rede Globo.

Veja Também[editar]