D. Dinis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de D. Dinis I)
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Cuidado: Ä qualquêr mumento, Napolião podə quirer-tə invədir

D. Dinis I (a direita) e seu irmão Juaquim, na capa de seu último LP, "Cantigas de Amigo"

Cquote1.png Um puta de uma cantor! Esse ai tem história e carreira! Vem aí o Glorioso D. Dinis I, galera! Cquote2.png
Faustão sobre D. Dinis I
Dom Dinis I foi o 6º rei português, também conhecido como o Rei Lavrador, O Rei Poeta e Trovador, o que somando nos dá algo como o Rei Cantor Sertanejo.

Vida[editar]

Dom Diniz passou para história como o primeiro cantor sertanejo luso. Vindo de família humilde do campo, penou muito para atingir o sucesso. Profundo conhecedor do espírito português ele cativava as multidões com suas trovas e cantigas de amor. Filho de pai e mãe nascidos analfabetos (que nem os do Lula), D. Dinis, desde de pequeno tinha afinidades com a música sertaneja portuguêsa. Juntamente com seu irmão Juaquim ele ficava a vagar pelo reino entretendo seus patrícios. Além de cantar ele também foi o primeiro a inaugurar o estilo "andar de moto usando pijama", pois assim ele poderia fazer a curva deitado.

Reinado[editar]

A rainha.

D. Diniz passou metade do seu reinado plantando árvores, outra metade cantando música sertaneja. Foi o primeiro rei a assinar o nome completo, o que deu origem aos modernos autográfos. Fantasticamente foi o primeiro cantor e poeta sertanejo que não era analfabeto. Aprendeu a ler e escrever comendo sopa de letrinhas e praticando a leitura em caixinhas de cereal e "outdoors" com anuncios do pseudovinho do Porto. Fez muito pelo povo português com memoráveis canções como " Pirulito que bate bate", "Roda roda vira" e "Nunca antes na história desse país" música essa que atingiu o hit parade das rádios portuguesas.

Filhos[editar]

Como todo o nobre e celebridade que preste, D. Dinis teve uma penca de filhos, por uma coisa é o D. Dinis I, outra é o Dinis, entende?

Sua esposa era uma santa, santa demais para os gostos de El-Rei, o que por matemágica simples, o fez procurar amantes. D. Dinis gostava muito de bichas principalmente aquelas para ver seus shows, se apresentava sempre de camisola.

Fim da Carreira Artística do Reinado[editar]

A rainha. À sinistra

Em seus últimos anos, D. Dinis teve de enfrentar a concorrência de outros estilos musicais, seus herdeiros preferiam ouvir Amália Rodrigues Roberto Leal e Quim Barreiros à ouvir as dores de barriga sertanejo medievais de seu velho pai.

Precedido por
D. Afonso III
Rei de Portugal e Algarves, Goiânia e todas os rádios sertanejas
1279 - 1325
Sucedido por
D. Afonso IV
v d e h
Grandes Padeiros de Portugal