D. João I

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png E eu teria conseguido dominar esse reino, se não fosse esses malditos garotos e esse cachorro! Cquote2.png
Leonor Telles sobre Scooby-doo

D. João Rei de Portugal sempre de ré

D. João I de Avis foi Rei de Portugal. Era filho bastardo de D. Pedro I, mas não foi com Inês de Castro.

O reino português estava na merda (O que tem acontecido sistematicamente em toda História de Portugal). O rei D. Fernando I queria meter no rabo de todos os lusitanos, em especial os habitantes de Lisboa, que na sua opinião eram mais burros que a média. Sendo assim, deixou que o rei de Castela invadisse e saqueasse Lisboa só para ver o povão se fudendo. É que o rei estava apaixonado por Leonor Telles, que já era casada, e o povo português não admitia o divórcio.

Quando morreu D. Fernando, O reino iria cair nas mãos da nefasta Leonor Telles, a Lucrécia Borgia das Espanhas. O povo ficou do lado de D. João, o mestre de Avis (aves, em galego-português), o maior granjeiro de Portugal, o criador das melhores galinhas do Alentejo.

Sendo assim o povo saqueou e tomou os castelos dos nobres leais a Leonor Telles e entregou a Coroa para D. João, que iniciou uma nova dinastia. O rei de Castela ficou putíssimo por terem escurraçado sua amiga, e se preparou para a guerra. Misteriosamente, os portugueses ganharam.


Precedido por
D. Fernando I
Bacalhau.jpg
Rei de Portugal e do Algarve

1386 - 1433
Sucedido por
D. Duarte


v d e h
Grandes Padeiros de Portugal