D. João III

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Cuidado: Ä qualquêr mumento, Napolião podə quirer-tə invədir

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: D. João III.

D. João III de Avis foi rei de Portugal. Nasceu com o cu para lua. Não só porque herdou Portugal no apogeu do poderio, mas porque a rainha deu a luz de pé, e como o bebê nasce de cabeça para baixo, in consequentian (como se diz na Universidade de Coimbra) o rei nasceu com o cu para a lua. E bebês reais nascem iguais aos plebeus.

UIIII, olha a minha nova roupa bofeeeee!!!

D. João teve muitos méritos. O primeiro foi em reconhecer que apesar do pai, D. Manuel I, ter sido um cara fudido, ele sabia que Portugal não estava com essa bola toda. Então ele abandonou algumas colônias desnecessárias na África e Ásia. Essas colônias desnecessárias correspondem atualmente a 90% da África e Ásia, o que até hoje continua-se totalmente desnecessária, provando que o rei esta um sujeito muito esperto para os padrões lusitanos.

O grande mérito de D. João III foi ter mandado Martim Afonso de Souza em 1532 a vir começar a colonizar o Brasil, fundando São Vicente. Afinal, toda aquela terrona, aquele sertaozão perdido não podia ficar lá deixado às traças, especialmente com os porras dos espanhóis do lado fundando a Argentina, o Paraguai e a Bolívia (cumprada de lo Imperio Inca por uno caballo!). Vai que a Espanha grilasse o Brasil e movesse a cerca do Tratado de Tordesilhas uns palmos para a direita???

Outro mérito de D. João III foi fundar o sistema de Capitanias Hereditárias, que consistia em dividir o Brasil em faixas mais ou menos rectas e dar para os fidalgos explorarem. Deu certo aqui e ali, porém os fidalgos estavam muito mais interessados em negociar com as Índias. Não, não é com as Índias, como Goa, Calicute e Diu, mas com as índias como Paraguaçu, Moema,Lindóia e Iracema!!! Daí começaram a nascer os primeiros caipiras brasileiros...

No reinado de D. João os portugueses chegaram ao Japão, à Indonésia e a Terra Nova no Canadá. Mas foram proibidos de entrar porque o visto do seu passaporte era indiano e estava vencido. E os espanhóis não deixaram cruzar a fronteira pelo México.

D. João III contudo não se deu conta que o tratado de Tordesilhas dava a Portugal uns palmos de terra na Groelândia. Ah, mas e daí? A Dinamarca tem a Groelândia e nem a defende! Quem quer o quê com a Groelândia???


Precedido por
D. Manuel I
Rei de Portugal e dos Algarves, d'Aquém e d'Além-Mar em África, Senhor do Comércio, da Conquista e da Navegação da Arábia, Pérsia, Casa da Mãe Joana, Índia, ah sim, e por ultimo e relativamente desimportante dono do Brasil também!
1521 - 1555
Sucedido por
D. Sebastião


v d e h
Grandes Padeiros de Portugal