DNA²

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Fungos 8.jpg Este artigo é relacionado à biologia.

Se seu pai tem orelhas peludas, você também vai ter.

ShonenJump White.jpg
DNA²...

...é mais um Mangá (que muito possivelmente já virou Anime) da Shonen Jump S/A!
Qualquer semelhança com Light... Ou com Captain Tsubasa é mera coincidência...
否か...

DNA²
D・N・A² ~何処かで失くしたあいつのアイツ~
DNA²-anime.gif
Cuidado com o Mega Playboy
Gênero Comédia, Ficção Científica e Hentai Shounen
Mangá
Autor Masakazu Katsura
Divulgação Shueisha
Onde sai Em vários locais
Primeira publicação 1993 (velho)
N° de volumes 5
Anime
Dirigido por Jun'ichi Sakata
Estúdio Madhouse
Onde passa Canal Fechado
Primeira exibição 1994
N° de episódios 12
Filmes 0
OVAs 3

Cquote1.png Você quis dizer: DNA x DNA? Cquote2.png
Google sobre DNA²
Cquote1.png Experimente também: Yu-Gi-Oh Cquote2.png
Sugestão do Google para DNA²
Cquote1.png Oh! Mega Playboy! Cquote2.png
Qualquer mulher sobre Mega Playboy
Cquote1.png Tudo está escrito no DNA²! Cquote2.png
Cientista sobre DNA²
Cquote1.png O que é DNA? Cquote2.png
Você sobre DNA

Apresentação[editar]

O nosso herói tem um pequeno problema com a mulherada

DNA² é um anime/mangá pré-histórico, mas que (naquele tempo) queria passar algum ideia de modernidade para as pobres mentes estagnadas de 1994. Baseado no estilo Shonen de entretenimento, conta a história de Junta Momonari (lindo nome, não?), um cara que possui a mais estranha das alergias, ele tem "simplesmente" alergia a mulheres (ui, nega!). Sim, é verdade, ele não pode ver uma gata hentai que ele começa a sentir vontade de vomitar, chegando muitas vezes a realizar tal nojeita na frente da mina. Até o dia em que recebe a visita de uma viajante do futuro, Karin Aoi, que tem como missão matá-lo (realmente um homem com essa alergia deve ser morto), pois ele seria a desgraça do mundo, pelo fato que o seu DNA desencadearia um processo de crescimento populacional em um futuro não muito distante (só uns cem anos a frente), tornando o mundo com mais pessoas do que espaço para se viver.

Prólogo do Anime[editar]

A hentai do anime, Saeki. E pensar que ele vomita sempre que chega perto dela... (deprimente)
Presente e futuro se misturam nesse anime pré-histórico

A história se passa em dois cenários basicamente, a cem anos no futuro e na terra do presente (que, naquele tempo, seria a de 1994, quando internet e celular eram coisas que somente as pessoas que eram [[funkeiro] tinham e nem o rap existia). Junta Momonari (ou Yu-Gi-Oh de 1900 e guaraná com rolha) é um azarado em sua vida sentimental, sendo um virgem que, até que gostaria de perder o cabaço, mas tem uma grave "alergia a mulheres" (ui!). Porém, Karin Aoi vem do futuro exatamente para exterminá-lo, pois ele seria conhecido mais tarde como "Mega Playboy", um pegador que teria 100 filhos (cada um com uma mulher diferente - Oo), sendo que cada um desses filhos também se tornariam "Mega Playboys" e cada um deles também teriam 100 filhos (cada um com uma mulher diferente), que gerariam mais "Mega Playboys" colaborando assim para a crescimento da população e a falta de espaço na Terra (que viajem!).

Infelizmente o assassinato do primogênito dos "Mega Playboys" acaba sendo um fiasco, fazendo com que o DNA "megaplayboymaníaco" acabe florescendo de vez no cu corpo de Junta Momonari, que acaba se tornando irresistível à mulherada (ou a mulherada a ele). A missão de Karin agora se torna a de correr contra o tempo e fazer com que Junta se torne um homem fiel e comprometido com somente um mulher (que ela acaba fazendo com que seja a própria amiga, que - por algum motivo - é imune às conquistas do Mega Playboy). Se isso não acontecer, já era o futuro do mundo (isso que dá levar uma bala de manipulação de DNA, ao invés de um AK-47, duvido se ele sobreviveria a isso, mas já que querem inventar papo-furado).

Personagens[editar]

Imagem Quem é? O que faz?
Mononari-kun.JPG Junta Momonari O azar ao cubo com a mulherada e com uma alergia a elas, Junta guarda dentro dele o DNA do maior Don Juan do mundo, Mega Playboy, o cara que será responsável pela super povoação de Terra devido ao seu gene pervertido. Com esse DNA ativado não há mulher que lhe resista, o que o torna alvo de vingadores do futuro que decidem matá-lo para evitar o pior.
Karinlinda.JPG Karin Aoi É a garota do futuro responsável em matar Mega Playboy, coisa que nem sequer consegue fazer, realizando o contrário até, libertando o DNA de Mega Playboy. Tem o sonho de ter um grande jardim, um bicho de estimação, um ótimo marido e o lar de seus sonhos (o básico), coisa que qualquer guria retardada deseja também. É uma das mais hentais do anime e por pouco não cai no pau papo de Mega Playboy.
AmiDNA.JPG Ami Ami é amiga de Junta, que trabalha em uma lanchonete que o cara vive a frequentar. Estuda com ele na mesma sala, sentindo uma grande adimiração pelo rapaz que nem perto de mulher pode chegar. Junta porém, a vê simplesmente como um homem, nunca vomitando perto da mocinha que, mesmo assim, ainda gosta muito dele.
Tomoko Saeki.JPG Tomoko Saeki É a safadinha do anime, que depois quer dá (ui!) uma de inocente na trama. Brincou com o coração de Junta somente para fazer ciúme para o namorado cachorro, sendo que jamais sentiu nada pelo menino. Porém, depois que ele tem o seu DNA de Mega Playboy ativado, acaba morrendo de amores por ele automaticamente, sendo que nem sequer mais ele dá bola para a mina agora, afinal, na forma do tarado Mega Playboy, ele pode ter a mulher que quiser e somente com um piscar de olhos.
Kotomitorcida.JPG Kotomi Takanashi Melhor amiga de Ami e que, ao ver Junta na forma de Mega Playboy, se apaixona perdidamente por ele, mesmo sabendo que sua melhor amiga também curte o rapaz. Tem um pequeno problema sempre que fica nervosa, ou é exposta a cenas constrangedoras, soltando pequenos sons pelo buraco de baixo, constrangendo ainda mais as pessoas que estão ao seu redor do que a própria garota.
Ryuji Sugashita.JPG Ryuji Sugashita É o ex-namorado de Tomoko, que decidiu por um fim à relação por ele ser muito cachorro. Nerd, vive a falar que ninguém resiste ao seu DNA por isso, e por aquilo outro, mostrando-se bom em Biologia. Depois que foi colocado pra escanteio pela ex, investiga quem foi o cara que fez com que ela o deixasse e lhe pôs os chifre de touro, até ele descobrir que foi o idiota do Junta. Depois de receber um tiro com a bala DCM, ganha poderes de se transformar em qualquer pessoa que seja, coisa que usa para se vingar de Junta e dos chifres que ganhou dele.

Episódios[editar]

1 - A Garota do Futuro, Karin[editar]

Uma conversa sobre DNA e outras coisas, entre Karin e Junta (só nerds entendem o que eles falam)

No primeiro capítulo do anime nos é apresentada Karin Aoi, uma operadora de DNA de 100 anos no futuro (pelo visto o mundo não acaba em 2012), que recebe a missão de matar "Mega Playboy" o macho comedor que deu origem a mais da metade da população futura. Também conhecemos Junta Momonari, o cara que seria "Mega Playboy" antes de despertar o DNA pervertido. Junta tem alergia a mulheres e sempre vomita quando vê uma em uma pose sensual perto dele (sendo que os seus amigos nem sequer o chamam para ver um pornô em casa, com medo dele sujar tudo por lá). Ele gosta de Tomoko Saeki, uma vaca que tem um namorado, Ryuji Sugashita, mais safado que ela própria, ela usa Junta somente para fazer ciúmes ao caso, coisa que ele (Junta) descobre mais tarde. Quando chega no presente, Karin se encontra com Junta e se revela uma bela hentai ao estilo Bulma, com cabelos azuis e corpo escultural (tudo isso embaixo de uma estranha armadura brega).

Junta com o DNA do Mega Playboy ativado (absolutamente irresistível)!

Ela conta a história de "Mega Playboy" para Junta, sem citar que era dele próprio que eles falavam. É então que ela apresenta a ele as balas de DCM, umas balas especialmente preparadas para reverter o DNA do Playboy e evitar que ele surja (sendo que se isso acontece, Junta acaba morrendo). Colocando a bala na arma, Karin atira contra ele, que cai, e ela vai embora para a sua nave, preparar o retorno. Durante a espera, recebe uma ligação interurbana do futuro que diz que as verdadeiras balas de DCM ainda estavam lá, sendo que ela havia levado as que despertavam o DNA e não o inibiam. Junta nesse momento se levante e ruma em direção da casa de Tomoko, onde a encontra triste, por causa de seu namorado safado. Antes que pudesse começar a vomitar, ao ver a gata se aproximar dele, o DNA de "Mega Playboy" se liberta e Junta vira o grande conquistador, jogando charme pra cima de Tomoko, que não consegue resistir aos encantos do Mega, no exato momento em que seu namorado começa a subir para o AP da mina.

2 - O Nascimento do Mega Playboy Junta[editar]

A gangue traidora do movimento punk, que resolveu atacar Junta e Tomoko
Junta Momonari virando Sayajin Mega Playboy (com direito a efeito especial dramático e tudo mais)

Mesmo com a menina já na dele, Mega Playboy não dá uns pega nela por causa do namorado da garota, fazendo-a broxar e indo embora da casa dela. Ao sair de lá, Junta volta ao normal e pensa estar curado de sua alergia, mas (ao olhar uma revista masculina), acaba vomitando como sempre. No dia seguinte, Aoi tenta ir atrás de Junta, mas não sabe se ele havia virado o Mega ou não, tendo que observá-lo de longe. Ao ver Tomoko toda de chamego para o lado de Junta (coisa que ela nunca fazia), ela tem certeza que ele acabou ativando o DNA pervertido. Mas o pobe Momonari não tira é Aoi da cabeça, pensando que era dela o recado que haviam deixado no seu armário na escola (que coisa antiga). Ao chegar no local marcado, encontra Tomoko, toda assanhada e querendo dar mais do que chuchu na seca. Ryuji observa tudo de longe, vendo que sua namorada estava para beijá-lo. Aoi também o observa, e o vê transformando-se em Mega Playboy, que, sabendo que Tomoko não estava mais namorando, resolve cair matando. Nesse momento, alguém acaba tocando no corpo de Mega, fazendo-o regressar para Junta, havia sido o garçom da localidade, afinal eles estavam para "coisar" alí no bar, e lá era um local de família. Então surgem três caras, traidores do movimento Punk véio, que tinham sido contratados por Ryuji para espancar Junta. No começo ele apanhou pra caramba, sendo que não conseguiu evitar que os caras rasgassem a roupa de Tomoko e quase a molestassem. Mas ao vê-los machucar Ami, Junta se transforma em Super Sayajin Mega Playboy e acaba com os três facilmente. Aoi então aparece, mas ao olhar nos olhos de Mega acaba (também) apaixonada.

3 - A Noite do Festival Está... Ami[editar]

Goku Mega Playboy mostrando que ninguém resiste a ele, nem mesmo a sua (gostosa) assassina
Finalmente alguém que resiste ao conquistador pervertido, bem feito pra ele, quem mandou se achar tanto

No dia seguinte, aparece Junta dormindo em sua cama e, ao acordar, do lado dele está (somente com roupas íntimas) Karin Aoi, o que quase o fez vomitar (ui!). É então que nenhum dos dois lembra o que houve afinal e Karin pensa que não é mais pura, que teria um dos 100 filhos do Mega Playboy. Porém, o mesmo aparece, dizendo a ela que nada tinha acontecido, mas que poderia acontecer agora, mas Ami aparece e quebra todo o clima, fazendo Junta voltar ao normal e esconder Aoi embaixo de um lençol. Ami desconfia que ele esteja escondendo algo e, no momento em que Junta, sem querer (ou não), apalpa o bumbum de Karin que estava de fora, a mesma surge com um grito, o que deixa Ami muito puta a ponto de ir embora. A mãe de Momonari aparece e fala que foi ela quem deu as roupas íntimas para Karin e que Junta a havia trazido dormindo para casa. Karin então lembra que desmaiou ao ver Mega e percebe que Ami gosta de Junta, sendo isso muito útil para ela (antes que ela engravidasse dele), pois somente um amor de verdade porderia fazer Junta deixar o DNA de Mega Playboy de lado (não sei como ela tirou essa conclusão, mas tudo bem). Ela então tenta conversar com Ami, que não está afim de muito papo com ela. Por isso, Karin fala para ela encontrar Momonari atrás da Igreja, no festival que estava a acontecer, pois Junta a ensinaria "Rezar o Pai Nosso" queria conversar com ela. Ami pensa muito, mas acaba indo para lá, sendo que Junta somente vai porque Aoi tinha dito que o encontro era com ela (Junta gostava mesmo era da cosplay da Bulma). Ao chegar lá, o DNA de Mega Playboy surge e, Karin fica feliz, pois era exatamente o que ela queria, afinal ninguém resiste ao Mega. Porém, ao ver que Junta havia mudado e estava mais tarado ousado, Ami lhe dá uns tabefes da cara, mostrando que era a única que conseguia resistir ao charme do Mega Playboy.

4 - Para Quem É O Colar? Tomoko[editar]

Junta dando uma espiadinha em Tomoko (apesar de não aguentar por muito tempo), minutos antes dela o puxar para dentro do provador
Cquote1.png Toma, pode ficar! Mas eu não vou desistir fácil dele, sua vaca! Cquote2.png
Tomoko sobre Ami

No dia seguinte, Junta está determinado em dar um presente para Aoi, mas não sabe o quê. Então decide falar com Ami, mencionando que queria dar um presente a uma garota que gostava, mas ela ainda está puta da vida com ele e somente responde um colar. Ao chegar em uma loja, Junta passa mais tempo olhando os preços do que o colar em sí, afinal estava tudo caro da porra, sendo que nem como puta paga ele conseguiria juntar tanto dinheiro. Até que ele consegue um por 4.944 reais yenis (lembra que ele está no Japão?), que era o mais furreca possível. Porém, Tomoko aparece e, pensando que o presente fosse pra ela, coloca-o sem nem ao menos perguntar direito e convida-o para fazer compras. Durante o tempo em que estava trocando de roupa, puxa Junta para dentro do provador e tenta assediá-lo, mas para o azar deles, a vendedora aparece e os pega no flagra, sem falar que Junta vomita em todo o local. Depois de se limpar toda (sim, ele vomitou em Tomoko), ela pede para que eles fossem para o quarto da casa dele, para ficarem um pouco a sós. Karin, que observava tudo, vê que Junta se revesava entre ele e Mega Playboy e, com medo de que o Mega se libertasse e engravidasse Tomoko, chama Ami para ir até a casa de Junta. Ao chegar lá, porém, Junta resolve falar tuda a verdade, de que o colar era para um outra menina e que o queria de volta. Tomoko entende e resolve sair do quarto, encontrando Karin e Ami do lado de fora. Ao ver Ami, Tomoko entrega o colar para ela, pois acreditava que fosse ela a querida de Junta (sendo que era Aoi), pois ele a defendeu no dia em que os punks a machucaram. Tomoko vai embora, mesmo assim, diz que não iria desistir de Junta tão fácil, mesmo que ele vomitasse nela de novo (é, tem mulher que tem gosto pra tudo na vida ¬¬).

5 - Não posso contar a ninguém - Kotomi[editar]

Kotomi admirada com a beleza de Momonari, coisa que nunca tinha percebido antes
Kotomi consegue fazer uma sinfonia sem tocar nenhum instrumento, adivinhe o que ela usa?

Depois da loucura que foi o último episódio, Momonari ainda não tira Karin da cabeça, surpreendendo-se quando ela aparece bem cedo para ele, antes do mesmo ir para a aula. Ao vê-la, adquire a forma de Mega Playboy, mas, além de Aoi, mais uma pessoa é atingida pelo charme de Mega, trata-se de Kotomi, a melhor amiga de Ami, travando-se, assim um "Pentágono Amoroso". Karin insiste para que Junta começe a dar uns pegas em Ami, afim de evitar que o DNA de Mega volte a lhe trazer problemas. Ami, finalmente começa a regostar de Junta, principalmente ao receber de Tomoko o colar que, ela disse, ser dela por direito (sendo que era de Karin o bendito objeto, mas tudo bem). Ao conversar com a sua amiga, Kotomi fala que se apaixonou por um garoto da mesma turma de Momonari, sem falar quem ele era, sendo que, quando Ami vai ver quem é o rapaz, percebe que não era Junta, mas isso porque ele havia trocado de lugar com o seu outro colega naquele dia (para o azar dela). Ao se encontrar com a amiga, ambas juram se declarar para os seus amores uma após a outra. Karin leva Junta para onde as duas meninas estão reunidas e simplesmente implora para que ele a chame para sair de alguma forma, mas Ami toma a iniciativa e decide falar primeiro. Porém, no momento mais romântico da série, Kotomi causa a pior vergonha que poderia fazer aos dois pombinhos, soltando alguns "traques" bem na frente dos dois, daqueles bem barulhentos e indisfarçáveis. Ela pede desculpas, mas fala que o erro de Ami foi muito pior do que os peidos dela, e que elas não eram mais amigas, pois Ami tinha dito que não gostava de Junta e agora demonstrava gostar somente porque ela começou a amá-lo também (mas a parte das flatulências da garota, e a cara de Junta e Ami ao vê-la envergonhada, conseguiu manter a risada durante todo o anime).

6 - O que Junta fez à Kotomi?[editar]

O novo visual de Kotomi para abalar as estruturas de Junta, e não é que Mega aprovou a mudança?
Com o Mega pode rolar de tudo aonde menos se espera, até mesmo na rua, num beco qualquer

Assim que Kotomi vai embora, Ami a segue e vê que a garota entra em um salão de beleza. Atendendo aos pedidos de Karin, Junta segue até onde Ami está e juntos esperam por Kotomi. Depois de um tempo, a mesma sai de lá totalmente recalchutada, com uma roupa nova e até mesmo com um penteado novo. Ao ver o novo estilo de Ami e o olhar que a mesma lhe lançava, Junta acaba tendo o DNA de Mega ativado e levando Kotomi sabe-se lá para onde, para a tristeza de Ami, que tem que ser amparada por Karin, que insiste em dizer que Junta a ama. Mega e Kotomi vão para uma área onde somente exitem motéis, mas (por ser um pobre) Mega a leva para o espaço entre duas casas, pressionando-a contra a parede. Porém, antes que pudesse levantar o vestido da garota e mandar ver, Junta volta ao normal e quase vomita na menina. No dia seguinte ambos conversam sobre o assunto e um tenta vencer o mal do outro (os peidos e os vômitos ao ver mulheres). Sendo que Junta promete que vai ajudar Kotomi da melhor forma que puder. A mesma aceita o favor e o convida para aparecer no ginásio da escola depois da aula, porém, a surpresa que ela tinha para Junta quase o fez surtar em seu próprio vômito, ela estava usando aquelas roupas de ginástica (daquelas bem coladas e sem saia nenhuma) e iria dançar para Junta, para que o mesmo visse a sua desenvoltura na dança (ou outras coisas mais, se possível) e avaliar o seu desempenho, para o azar a sorte de Momonari.

7 - Quero dar a você tudo o que tenho[editar]

Quem é que diria não para uma menina tão fogosa e carente assim?
Finalmente o grande momento acaba acontecendo (já tava mais do que na hora)

Vendo que Junta quase surta com aquilo, ela explica que iria competir em um concurso da escola e que aquela seria a roupa do desfile. O plano era simples, Junta teria que avaliar o desempenho e a dança dela (sem vomitar) e ela teria que executar os passos de dança sem soltar os seus peidinhos básicos (coisa que era difícil, já que Junta a deixava muito nervosa). E tal esforço de ambos se seguem por vários dias, para a tristeza de Ami, que pensava que eles já estivessem namorando e para Karin, que estava proibida de bisbilhotar Junta (desde o dia em que ele descobriu que ela o rastreava por GPS) e tinha que recorer a uma câmera voadora de curto alcance (futuro é futuro). Mesmo vendo que não rolaria nada da parte de Junta, Karin tinha medo que Mega Playboy surgisse e engravidasse a menina de repente e tinha que, acima de tudo, fazer Ami e Junta ficarem juntos, mas a vizinha de Momonari não queria vê-lo nem pintado de ouro. Foi então que Karin teve que apelar para o lado emocional de Karin e levá-la até onde os dois estavam e mostrar que eles só estavam ajudando um ao outro. Levada a força simplesmente, Ami vê, para a sua surpresa, que Karin estava certa, porém, depois que Kotomi conseguiu completar com perfeição a sequencia da dança, ela propôs um desafia para Junta: se ela conseguisse fazer a sequência mais uma vez, ele teria de ser o seu namorado. Momonari não responde nada, Ami vai embora com raiva e Karin fica pra ver se ela conseguiria. No meio da dança, Kotomi vê de longe que alguém (que era Karin) os observava, sendo que seu nervosismo aparece e ela solta os seus gases de sempre. Junta resolve consolá-la e Kotomi vai tomar um banho. Ao retornar, a menina vem somente de calcinha e com uma camisa branca, dizendo que queria Junta naquele momento, fazendo-o pegar em seus seios. O DNA de Mega então se liberta e, não podendo mais aguentar, Playboy ataca Kotomi com um beijo, para o desespero de Karin, terminando aí esse episódio quando finalmente o anime esquenta!

8 - Você sempre esteve comigo[editar]

Não é o que parece, Mega só está tentando ajudá-la a tirar a roupa com o problema dela!
Fora os cascudos que ele sempre leva de Karin, esse foi o segundo tapa que Junta levou no anime.

Geralmente quando o DNA do Mega Playboy é ativado, tudo começa com um beijo e parte para a outra coisa imediatamente, o que é de se estranhar já que o Mega não tenha (apesar de parecer tentar) avançado o sinal com Kotomi, dando-lhe, ao final, um fora, dizendo que só a beijou para ajudar em sua concentração (o que funcionou mesmo). Ami escreve uma carta para Kotomi, dando-lhe a liberdade de ficar com Junta (como se ele fosse dela). No dia seguinte, ocorre a apresentação de Kotomi, que consegue se segurar e fica com o terceiro lugar na competição. Mais tarde, Junta e Ami se encontram num parque, sendo que a garota evita conversar com ele, porém, ambos estavam alí a pedido de Kotomi que, mesmo sem ter lido a carta de Ami, sabia o que ela queria dizer, afinal eram muito amigas. Kotomi dá uns tabefes em Junta, mostrando assim que, apesar de gostar dele, valorizava a amizade com Ami e deixaria ele livre para ela. Karin continua confusa e acha estranho que Mega Playboy, o cara que engravida uma centena de mulheres no futuro, só tenha dado um beijo em Kotomi e nada mais, e Junta pensa que isso só ocorreu por Mega Playboy ser um cara legal e moralista, no final das contas. Dando uma volta no parque, Ami relembra dos momentos em que ela e Junta se divertiam com brincadeiras inocentes de crianças, como "brincar de médico", de "urologista" e "ginecologista" e pensa como é que ambos poderiam ficar juntos, já que a amizade deles vinha desde a infância. Na nave de Karin, o teletransportador é ativado e, de dentro dele, aparece a bala DCM (a certa, dessa vez), que deve ser usado para matar Junta e impedir que o DNA do Mega Playboy seja totalmente libertado.

9 - A bala atinge o peito de Ryuji[editar]

Além de ver a namorada beijando outro cara, Ryuji ainda leva um tiro no peito (esse sim foi um mau dia)
Ryuji agora virou Tomoko, isso sim que eu chamo de um verdadeiro travesti (será que sumiu tudo mesmo dele?)

Karin é avisada da chegada da bala DCM e finalmente pode redimir-se com o futuro, mas ela só tem uma chance de fazer isso, pois só há uma bala e não tem como lhe enviar outras, caso isso não ocorra e ela venha a falhar pode até ser condenada a morte (sim, no futuro erros são pagos com a vida). Ryuji (o ex-namorado de Tomoko, lembra?) ainda está correndo atrás da ex, mas ela continua doida pelo Junta e lhe nega o retorno. Momonari recebe um bilhete de Karin em seu armário onde a mesma diz que o espera nos altos da escola, porém isso é uma armadilha para Karin (de longe) atingir Junta com a DCM. Quando ele chega ao topo da escola Karin acaba arregando e não consegue ferí-lo por (finalmente) descobrir que gosta dele, sendo que se a bala o atingisse ele não se lembraria mais dela. No mesmo local, Ryuji e Tomoko também conversam e a garota decide ir embora. Quando a mesma vê Junta, abraço-o e então Mega Playboy acaba sendo ativado. Pervertido que só, aproveita a situação e beija Tomoko na frente do corno Ryuji que corre em diração a ele. Karin toma coragem e atira, porém a bala atinge o peito de Ryuji (sim, como no título) e ele cai no chão. Junta volta ao normal e vê que foi Karin que atirou e vai a procura dela, onde a encontra chorando por ter falhado na missão e estar em risco de morte. Tomoko vai em busca de ajuda, mesmo que o sangramento de Ryuji tenha parado e nenhuma ferida tenha surgido no local do tiro. Ami (que via tudo de longe, desde o beijo de Junta com Tomoko até o tiro em Ryuji) o leva para dentro da escola e também vai em busca de ajuda. Apesar de não estar ferido, Ryuji começa a passar mal e entra no banheiro, sendo que algo estranho acontece com seu corpo e BUM! ele se transforma em Tomoko! oO

10 - O perigoso poder do perigoso Ryuji[editar]

A decepção de Ryugi ao ver que somente a sua cabeça (a de cima) estava igual a de Tomoko
Ryugi ownando Momonari com uma única mão (que humilhação para quem é o Mega Playboy)

Depois de sofrer o efeito colateral da bala DCM, Ryuji decide se aproveitar pelo fato de virar Tomoko, pouco se importando com o fato de estar tendo os mesmo poderes que a Mística do X-men. Aproveitando-se do momento, resolveu conferir se tinha TUDO o que Tomoko tinha, porém, antes de começar a siririca, foi sua decepção ao descobrir que somente a sua cabeça estava igual a da menina, sendo que seu corpo continuou na mesma. Foi então que ele começou a controlar o seu novo poder, voltando ao normal. Afim de se vingar de Junta, transformou-se no garoto e resolveu asediar de Ami, infelizmente algo saiu errado e, quando encostou na coxa da moça, acabou se transformando nela. Depois foi na casa de Tomoko, na forma de Junta, mas ficou muito puto, ao ver que sua garota estava mesmo afim de Momonari e por pouco não se entrega a ela (se bem que ele poderia ter aproveitado a situação). Junta estava com Karin, e promete a mesma que não irá se transformar em Mega Playboy, mesmo que as estatísticas apontem que isso irá acontecer. No dia seguinte, Ryuji aparece para ele e conta que havia dado uns pegas em Ami quando estava disfarçado dele. Junta se abre de rir e não acredita, então Ryuji se transforma nele para provar e em Ami também, só para avacalhar. Junta então resolve lutar com ele, mas Ryuji é bem mais forte e Momonari não consegue nem ativar o DNA de Mega naquele momento. Depois de apanhar, Junta vai pra casa, onde encontra Ami que lhe pergunta que abuso foi aquele, ele porém, sabendo que ela não acreditaria em porra nenhuma, não fala nada, fazendo a menina lhe bater com o travesseiro (nossa, que crueldade ¬¬) e ir embora. Depois ele se encontra com Karin e diz que, agora sim, quer se transformar em Mega Playboy de verdade, para a tristeza da futura defunta.

11 - Não seja um Mega-Playboy!![editar]

Ryuji com sua nova fantasia para o Carnaval (é o único que não tem o senso do ridículo no anime)
Karin tendo o seu DNA absorvido por Ryuji com seu novo estilo fodão (ele tá se achando o Zorro com essa roupa).

Junta conta para Karin sobre o novo poder que Ryuji ganhou ao ser atingido pela bala DCM, porém a menina não deseja que Momonari ative o DNA de Mega de novo pois, segundo o seu computador, a chance de ele não voltar ao normal é de 98%. Mesmo assim, Junta está decidido a enfrentar o cara com o Mega ativado e vai para a sua casa se preparar para a luta. Karin, apaixonada por Junta e sabendo que ele somente fazia isso para recuperar a vingindade moral de Ami, decide enfrentar sozinha Ryuji, indo até a mansão dele. Chegando lá, Karin vê o vilão usando uma roupa rídicula (plágio da do Zorro, só que branca) e absorvendo o DNA de outras pessoas e "add" ao seu. Ela então trava uma luta com ele, monstrando que só parece uma garotinha, mas no fundo é uma discípula de Pai Mei. Mesmo assim, a nova força de Ryuji é bem maior que a de Karin e de seu belo par de pernas, tendo a jovem o seu DNA absorvido e começado a lutar com uma pessoa que possuia os mesmos estilos de luta que o seu. Junta enquanto volta para a nave de Karin, quando encontra com Ami pelo caminho. A menina desculpa ele pelo que Ryuji havia feito (ela ainda pensa que era o Momonari mesmo), levando-o para a nave da Aoi em sua bicicleta. Chegando lá encontra tudo abandonado e aparece Yokomori (o chefe de Karin) que fala que a mesma foi lutar por ele contra Ryuji. Junta então ruma junto com Ami para a casa do vilão (sendo que no caminho são vistos por Tomoko que, escutando a conversa de que iriam para lá, també os seguiu, pensando que iria rolar um surubão), chegando lá, Karin está mais esfolada do que frango depenado. Junta então se enfurece e vai em direção de Ryuji, que joga Karin escada abaixo. Ami a pega no final dos degraus e Junta, mais puto ainda, começa a ativar o DNA de Mega Playboy (mas que acaba parecendo muito mais uma transformação em Super Sayajin, bem diferente das anteriores).

12 - Bye Bye, Mega-Playboy[editar]

Mega Playboy owna Ryuji facilmente

Quando finalmente o anime esquenta, Karin grita, fazendo a concentração de Momonari ir para o espaço. Ela pede para que ele não ative o DNA de Mega, pois ele tem que pensar em Ami, que é gosta dele e não se apaixonaria por Mega, por ser imune a ele. Aproveitando a distração do rapaz, Ryuji lhe ataca com um especial de porrada, fazendo o pobre do Momonari correr feito um cachorro medroso, pois Junta nunca foi um cara de briga, sendo que sempre quem defencia ele nas porradas era Ami. Karin ainda tenta ficar de pé para lutar com Ryuji, mas a porrada que levou no episódio passado ainda era muito latente, tanto que ela nem conseguia ficar de pé, contando com a ajuda de Ami para se levantar. Junta reaparece para onde as meninas estavam, ao cair da sacada por onde foi arremessado pela força de Ryuji. Tomoko aparece e pede para que Ryuji pare com aquilo, mas, ao ver a menina, aí sim que ele bate mais em Momonari, só para se aparecer, mostrar que Junta era inferior a ele no mano-a-mano, tudo para impressionar ela.

Depois de vencer Ryuji ele não perde tempo com Ami.

Ami então fala para Junta que ele pode se transformar em Mega Playboy, pois ela o ama, não importa como ele seja. Ryuji está estrangulando Momonari quando o DNA de Mega se ativa por completo ao ouvir os apelos de Ami, jogando Ryuji contra a parede e finalmente o Playboy surge, para a alegria da mulherada que estava assistindo a luta (somente Ami que não muda, já que é imune ao charme de Mega). O vilão então luta com o movinho, mas, como de se esperar, Playboy é bem mais rápido, não dando nem tempo do cara se arrumar direito. Ryuji, sendo ownado vergonhosamente, se revolta e começar a utilizar mais força do que normalmente deveria, se apossando de todo DNA que já tinha absorvido que era mais do que o seu "DNA³" (ao quadrado passou longe dalí), o que o faz ficar parecido (ainda mais) com um monstro. Mas nem isso o impede de levar um soco no estômago, fazendo com que todo o DNA que tinha absorvido (e até o poder da bala DCM) fosse arremessados fora do seu corpo com um simples "vômito verde" (nojo!).

Depois que tudo acaba, Karin tem que retornar para o futuro.

Ryuji volta ao normal, sendo que Tomoko volta a ficar do lado do menino, que tinha feito de tudo por ela. Junta, agora Mega Playboy, vai falar com Ami e, como Mega não perde tempo, a primeira coisa que faz é beijar a mocinha (afinal, depois de uma luta dessa, ele merece algo em troca). Mas Ami não se sente nem um pouco atraída por Mega e lhe dá um belo soco na cara, para a surpresa de todos, que vê Junta voltando ao normal. A questão era simples, somente Ami poderia fazer o DNA de Mega desativar por completo (Jura? ¬¬). Com sua missão finalizada, Karin pode voltar para o futuro e ganhar todos os méritos por sua fracassada missão. Na despedida da moça, muita emoção, Junta ainda confessa que

Mais depois ela volta e todo mundo fica feliz para sempre (ou não)
queria dar uns pegas em Aoi, mas ela pede para que ele fique com Ami, que é a única que o compreende e que não deixaria Mega se manifestar, depois ela entra na nave e parte para o futuro, sendo que dentro do local ela chora pelo cara que nem ao menos um beijo de despedida a deu.

Saindo do local onde a nave ficava escondida, Junta se encontra com Ami, que estava esperando por ele. O garoto está abatido, mas Ami fala que o ama e para ele não se preocupar com Karin, pois ela ficaria bem aonde quer que estivesse (ou não), como se isso fosse confortá-lo de alguma forma. Nesse momento, a nave de Karin ressurge no céu, fazendo com que a garota (que não fazia nem cinco minutos que tinha ido embora) voltasse para o passado. O que houve foi que Karin teve que retornar para passar mais alguns tempos no passado e com uma nova missão: vigiar Junta para que ele não tivesse uma recaída, para a sorte do menino e azar de Ami, que morre de ciúmes.

FIM

Curiosidades[editar]

  • Junta não fica com Karin, não fica com Tomoko, não fica com Kotomi e não se sabe se termina junto com Ami;
  • Ryuji volta ao normal e volta a namorar com Tomoko, que ficou com pena dele depois das porradas que Junta lhe deu;
  • Presa no passado, Karin não ganhou o seu cachorro, jardim, casa e muito menos o seu marido;
  • Kotomi parou de peidar em público e hoje é uma excelente dançarina (ou não);
  • Junta se curou das suas alergias à mulheres, agora o que ele tem é a homens (pelo menos é uma alergia mais hetera);
  • Nenhum animal foi ferido na criação desse anime, a não ser o cérebro das pessoas que o acompanharam do início ao fim.
*mas num episodio escondido Junta fiqua com uma rapariga que gosta muuuuuuuuuuuiiiiiito de Junta mais do que Ami e Karin

Ver também[editar]


v d e h
Este artigo fala sobre um anime.