Daihatsu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mano, que porra feia...

Daihatsu é uma fábrica de carroças de lixo automóveis do Japão especializada em carrinhos de viado. Seus modelos mais emblemáticos são o Cuore, Hijet e Terios, não necessariamente por motivos que alguém se orgulharia.

É afiliada da Toyota desde 1999, quando teve seu controle acionário (51.2%) comprado pela empresa, provavelmente por estar capengando, e a Toyota, então, bancou a boa moça/futura cafetina.

O nome "Daihatsu" é uma combinação do primeiro kanji para Osaka ( 大) e o primeiro da palavra "mecanismo de fabrica" (発动机制造, hatsudōki seizō?). Juntos, eles são pronunciados como Dai hatsu.

Breve história[editar]

A Daihatsu foi criada em 1951 para ser a sucessora espiritual da Hatsudoki, mas em 1960, resolveu que queria ser sucessora do resto da porra toda e começou a exportar automóveis para a Europa, sem dispor de qualquer grande sucesso de vendas, já que os países da Europa que, no passado, invadiram o Brasil, tinham modelos similares e bem menos feiosos. Em fevereiro de 1992, decidiu exportar para a América.

No Brasil[editar]

Propaganda homofóbica de um concorrente da Daihatsu. Note a habilidade da equipe com o Photoshop....

A passagem da marca pelo Brasil durante a época do dólar barato foi meio apagada, começando em 1994, quando se tocou que a América do Sul também era parte da América. Ela exportou para o Brasil os modelos Terios, Feroza, Charade, Cuore, Applause, More Van e Gran Move, no entanto, em 1999, picou mula do país devido a alta do dólar. Para alegria dos emos, a Daihatsu mandou o recado de que pretende voltar, só que dessa vez produzindo localmente uma minivan para concorrer com a Kombi: a Xenia, similar à Xena Toyota Avanza, em produção na Indonésia. Nem preciso dizer que a Kombi vai continuar reinando por um bom tempo ainda...

Alguns modelos[editar]

  • Daihatsu Cuore: também chamado de Mira, ou Punheta porque bateu, acabou, é um kei jidosha (vulgo: modelito pequeno e insosso) para pessoas que gostam de tamagotchis e afins. É um modelo especial por ter sido aprovado por sua mãe, o que garante que é bom para se dar a buzanfa dentro, pois permite que o motorista vá sentado no colo do passageiro, como no Peugeot 106 ou em qualquer carro insosso e pequeno como ele. Mas atenção: para operar um desses, deve-se ser motorista de jamanta ou operador de colheitadeira.
  • Daihatsu Terios: outro carro de merda kei jidosha que serve para a mesma coisa que o Ecosport e o Citroën C3, ou seja, carregar viado e levar para dar a rabeta no mato. Um diferencial desse modelo da Daihatsu é ser aprovado por João José da Silva, fator de grande importância para quem decide comprar um carro...

Galeria[editar]