Daisya Barry

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Death99.png Daisya Barry já morreu!

Abotoou o paletó de madeira!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Daisya
Cosplay daisya.jpg
Nome completo Daisya Barry
Local de Nascimento Turquia
Raça Exorcista
Arma Sino da Caridade
Roupa Capa Preta com gorro igual de bobo da corte

Cquote1.png Você quis dizer: Bobo da corte Cquote2.png
Google sobre Daisya Barry
Cquote1.png Experimente também: Bozo Cquote2.png
Sugestão do Google para Daisya Barry
Cquote1.png Bate o sino pequenino, sino de Belém Cquote2.png
Papai Noel sobre a arma Anti-Akuma de Daisya

Cquote1.png Você vai morrer!! Cquote2.png
Daisya chutando uma campainha de porta em Tikky

Cquote1.png Você vai morrer!! Cquote2.png
Goku fazendo um Kame Hame Ha em um monstro

Cquote1.png Você vai morrer!! Cquote2.png
Vegeta assassinando um vilão

Cquote1.png Você vai morrer!! Cquote2.png
Sua mãe dizendo o que acontece se você for reprovado


Quer bater uma bolinha?


Daisya Barry e um exorcista da Ordem Negra que tinha como arma Antiakuma, uma campainha de porta, que se transformava em bola de futebol e tocava musiquinha. Apesar de ser um personagem extremamente interessante, Daisya apareceu em apenas dois capítulos, o primeiro mostra a sua infância, e no outro ele morre. Ou seja, foi um personagem muito insignificante.

Infância[editar]

Sempre com a bola na mao

Daisya teve uma infância muito difícil, vivia numa cidade na Turquia muito insignificante chamada Bodrom. Ele adorava fumar jogar futebol e sempre andava com uma bola na mão (ui). O menino adorava encher o saco dos outros, pichar muros, cheirar maconha, estragar as coisas dos outros e etc. Ele morava com os pais numa casa velha pra chuchu com dois irmãos mais novos e uma bebê chorona. Seus pais tinham uma loja de lembrancinhas e fazia seu filho trabalhar lá (trabalho escravo). Até que um dia, apareceu o general Tiedoll e descobriu que Daisya era compatível com uma inocência, mesmo ele não tendo nada de inocente. Depois de Tiedoll dizer tudo que poderia acontecer depois dele se tornar um exorcista, que ele podia lutar, que ele teria mulheres e etc, Daisya pegou umas roupas e se mandou, levando apenas uma arma uma campainha de porta, que ele mesmo disse que era a única coisa que ele gostava em sua casa, isso mostra como alegria de pobre dura pouco. E essa campainha de porta acabou sendo a arma antiakuma de Daisya.

Sino da Caridade[editar]

Outras coisas que o sino pode fazer

Cquote1.png Você quis dizer: Fome Zero Cquote2.png
Google sobre Sino da Caridade

Sino da caridade, foi o nome dado a tal campainha de porta que virou uma arma antiakuma do Daisya. Ela ficava pendurada no capuz do exorcista e quando era ativada, ela crescia e ficava do tamanho de uma bola de futebol, Daisya a chutava para qualquer lado e depois de atingir um Akuma, o sino tocava e destruía todos os Akumas em volta. Era uma arma muito útil (ou não). A dúvida que permanece e Cquote1.png O que os pais de Daisya fizeram sem a campainha? Cquote2.png. Isso não foi revelado no anime, pois infelizmente o cara morreu antes. Provando mais uma vez que alegria de pobre dura pouco.

Morte[editar]

Daisya se achando o gostoso antes de morrer

Logo na primeira aparicão de Daisya no anime, ele acaba se encontrando com Tyki Mikk e decide lutar com ele. Ele joga a bolinha para todos os lados mas não consegue acertar (Caneleirooo!). Até que Tikk cansa de ficar apenas se desviando da bolinha e arranca um orgão de Daisya. Depois, ele coloca o corpo dele pendurado num poste em formato de cruz, faz uma macumba, uma dancinha, um pouco de voodoo e vai embora.

Opiniões sobre Daisya[editar]

  • Allen Walker: Eu nem cheguei a conhecer
  • Lenalee: Eu também não
  • Kanda: Não perderam nada
  • Lavi: Strike!
  • Komui Lee: Ele era um bom exorcista
  • Tiedoll: Ele sempre pagava minhas bebidas quando eu não tinha dinheiro
  • Tikk Mikky: Você não vai me matar com essa bolinha barulhenta
  • Bozo: É meu fã!
  • Papai Noel: O sino dele me traz melancolia
  • O Próprio: Parem de falar bobagens! Respeitem a alma de um morto!


Daisya fazendo "outras coisas"[editar]

Ver também[editar]