Danielle Gamba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Morena a toa.jpg
Danielle Gamba
Danielle Gamba.JPG
Se você quer ver uma foto da buceta da Danielle Gamba, é só ir no Google, a Desciclopédia já está cheia de putaria...
Origem Bandeira dos Estados Unidos Estados UnidosPleasant Hill, Califórnia
Data 22 de novembro de 1982
Onde trabalha Mansão da Playboy
Talento(s) Você sabe bem qual é...
Dados
Cabelos loira/ruiva/morena
Olhos castanhos
Altura Sei lá
Peso 49
Busto 34
Cintura 25
Quadril 34
Coxa Não importa
Perfil
Hobby(ies) Posar semi nua
Característica marcante O silicone implantado por todo corpo.
Frase Cquote1.png "Ai, como eu me acho." Cquote2.png
Prêmios Nenhum
Website
Desconhecido

Danielle Gamba é uma líder de torcida, peituda e alegria de muito onanista por aí. Nascida como Danielle Elizabeth, recebeu o apelido de "gambá" na época da escola devido a seu hábito de não lavar e depilar as axilas.

Infância[editar]

Danielle Gamba disputando o campeonato de seios balançantes pelo Oakland Raiders.

Danielle é só mais uma morena nascida na Califórnia, a capital mundial da putaria, que durante sua infância abandonou rapidamente os estudos por já saber que ganharia muito mais por apenas tirar a roupa.

Carreira[editar]

Danielle iniciou sua carreira como assistente de palco do Gugu, o que era um excelente canal com o mundo da putaria adulta. Depois que o Gugu saiu do SBT e se transferiu para a Record, Danielle que ficou sem emprego, abriu uma sex shop.

Passou a trabalhar na NFL (liga de futebol norte-americano), como líder de torcida (uma daquelas centenas de gostosas de 18 anos com aquelas roupas mínimas, que ficam dançando e entretêm o público mais que o jogo de futebol em si) do time Oakland Raiders. Lá ela é conhecida como "Raiderette" (Chacrete no Brasil), onde ganhou durante 3 anos consecutivos o prêmio de melhor dançarina/stripper, ao usar uma tática inovadora em não usar calcinha por debaixo daquela mini-saia.

Graças a isso, ela terminou na capa de quase todas as revistas de putaria norte-americanas existentes, apareceu em todos calendários das oficinas americanas e ganhou fama mundial na Internet graças ao Google que fornece fotos da mulher pelada na maior facilidade.

Danielle fazendo propaganda de sua nova linha de absorventes.

Depois que finalmente apareceu na Playboy ficou mundialmente famosa no meio onanista, abandonou a profissão de líder de torcida, e agora se dedica à carreira de puta morena gostosa da Playboy.

Vai arriscar começar a carreira de atriz no filme City of Shoulders and Noses (sem tradução porque esse lixo jamais vai vir para o Brasil)... Bem... É melhor ela continuar aparecendo peladona que ganha mais.