Daruma

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Trabalha e fica na escola mais do que qualquer outra coisa.

Ele não tem escolha, terá que realizar seu desejo se não quiser ficar cego de um olho.

Cquote1.png Você quis dizer: Bola vermelha zoiúda Cquote2.png
Google sobre Daruma

Cquote1.png Eu não sou feio assim não, porra! Cquote2.png
BodhiDharma sobre os darumas
Cquote1.png GRUAUAUAUAUAUUAUAUR!! Cquote2.png
Darmanitan sobre um daruma
Cquote1.png Relize meus sonhos ou ficará caolho para sempre!! MUAHUGUAGAUHAUAHUA!! Cquote2.png
noob japones ao pintar um dos olhos de seu daruma

Daruma, ou Daruma-san para alguns japoneses, que gostam e acham normal tratarem objetos como senhores e senhoras, é uma espécie de boneco/brinquedo/amuleto/sei lá o que mágico que os budistas adoram e que acham que realizam três desejos.

História[editar]

Tudo começou quando um monge budista indiano, há muito tempo atrás e numa galáia muito distante, decidiu tirar umas fériazinhas básicas na China. Eles se chamava Bodhidharma, Dharma popr causa da Iniciativa DHARMA do Lost, seriado do qual ele era grande fã. E Bodhi para tentar adaptar uma plavra qualquer do inglês, porque inglês é cool. De qualquer jeito, chegando nas terras da ConchinChina, logo veio um monte de chineses chatos, pedindo autógrafos e o atormentando, isso sem falar nos paparazzi, afinal ele era muito famoso por lá. O pobre Bodhidharma, sem conseguir mais aguentar esses chatos, decidiu se livrar deles se escondendo numa montanha e dizendo que iria lá para meditar. Isso não foi o bastante para pará-los, e sempre que o monge dormia, algum chines safado aparecia para roubar-lhe um pedaço do manto ou um fio de cabelo para guardar de recordação.

Desesperado, Bodhidharma então armou um plano perigoso, perigoso porém genial (ou não). Ele arrancou fora as próprias pálpebras, para que assim, ficasse sempre parecendo que estava acordado (e com olhos maus e esbugalhados), então como os chineses chatos não saiam da porta da caverna ele resolveu tirar um cochilo até que fossem embora, o que só aconteceu 8 anos depois. O cochilo tendo acabado, os braços e pernas do indiano, após tanto tempo sem uso, haviam atrofiado e sumiram, sendo levados para outra dimensão cheia de pernas e braços falantes. Como ele sempre se cobria de um pano vermelho e nunca fazia a barba, o resultado foi esse: Bodhidharma se digivolveu transformou no primeiro e maior Daruma que já existiu, basicamente uma bolona vermenlha com barbas e olhos esbugalhados que dpois de tanto tempo ficaram sem pupilas também. Como ele não fazia mais nada, os chineses do local decidiram vendê-lo como uma relíquia sagrada em um leilão. Arrecadaram uma fortuna enorme com a venda, a maior fortuna que já havia visto: cinco centavos e um chiclete tutti-fruti mascado!! Vendo que isso ia render, começaram então a produzir em massa, a partir de operários escravos e menores de idade, uma série de bolinhas de brinquedo que eles diziam ser sagradas e que desde então se espalharam pelo mundo, sendo os darumas que conhecemos.

Foi com ele que tudo começou.

Quanto ao Daruma original, ninguém sabe o que aconteceu com ele, mas dizem boatos antigos de que depois de tantos milênios ele finalmente conseguiu escapar dos ricos que o compraram, e fundou uma empresa chamada Nintendo, aonde seu maior sucesso foi de longe um sujeitinho que como ele usava vermelho e nunca fazia a barba.

Os darumas são vendidos em vários tipo de tamanhos, formatos, e caras feias (embora sempre sejam feias). Também é normal alguns aparecerem com mais barba, com mais bigode, ou com mais rabiscos estranhos e disformes que ninguém sabe o que são. Tudo isso porque a maquininha que faz os darumas é defeituosa e nunca faz certo, mas pra esconderem, dizem que são "artesanais".

Como Funciona[editar]

Daruma do mundo pokémon Um Daruma que você queimou, retornando das chamas para finalmente ter sua vingança.
  1. Compre algum Daruma bem barato em algum camelô vagabundo qualquer
  2. Chegando em casa, pegue qualquer coisa, desde um giz até um monte de barro, e use para pichar pintar um de seus olhos.
  3. Enquanto faz isso cante alguma frase maluca tipo, Humubugaifeidithal, ou algo do tipo e faça algum pedido
  4. Sente-se e espere. Sim, espere por anos se for necessário. Se em algum dia remoto seu desejo se realizar, é só pintar o outro olho do Daruma de qualquer jeito e então deixá-lo como oferenda em algum templo budista, aonde darão a ele sua devida recompensa: o jogarão numa fogueira para ser queimado dolorosamente no ano novo.
  5. Curta o desejo que realizou enquanto seu daruma queima eternamente.

Ver também[editar]