David Lynch

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Itamar Franco fazendo escola

David Lynch é um diretor ancião estadunidense do submundo cinematográfico, que também arrisca fazendo bicos de roteirista, produtor, escritor e professor de ioga. David Lynch faz parte do grupelho de cineastas que jamais ganharam um Oscar. Isto não faz muita diferença para Lynch, que já disse certa vez que não pentearia mais o cabelo enquanto não ganhasse a estatueta dourada sem cabelo. A primeira pergunta que as pessoas fazem ao ler o nome deste sujeito é “Quem diabos é este cara?”. A segunda é “Que diabos ele fuma?” e a terceira é “Por que ele nunca ganhou um Oscar?”. Para as 3 perguntas, uma única resposta: Quem sabe?

História[editar]

Este é David Lynch penteado e segurando um pênis de borracha

Harley Davidson Lynch nasceu em Hannah Montana, em 1900 e lá vai fumaça. Filho de um pescador de ilusões e de uma pioneira na cultura lisérgica, David iniciou cedo sua carreira de diretor e roteirista. Aos 4 anos de idade lançou o primeiro curta, Patinho de Borracha em Banheira de Mármore Frio, inspirado no livro/filme Gata em Teto de Zinco Quente. Este curta mostrava a trágica morte de um patinho de borracha, afogado em água com sabão, durante 30 segundos. Após isto nunca mais parou de criar curtas. Seu primeiro curta-metragem de renome foi “Nelson Ned, o filme”. Depois desse vieram “Jantar na Casa dos Gnomos”, “Um Japonês” e “Meu Amigo Pônei”. Todos foram lançados antes de David Lynch completar 18 anos.

Seu primeiro filme de facto foi Eraserhead, comercializado no Brasil como “Eraserhead: Cabeça de Borracha, a Missão”. Nunca mais ele parou de criar filmes, mas, assim como o cometa Halley, David Lynch deixa de uma lacuna de vários anos entre suas passagens. Mesmo com toda a experiência adquirida ao longo de seus curtas, David Lynch jamais ganhará um Oscar. Nostradamus já havia previsto isto há muito tempo atrás: “No dia que David Lynch ganhar o Oscar, o mundo será destruído por uma grande bola de fogo...”. Atualmente, o nome David Lynch virou sinônimo para não entendi nada mas gostei ou eu não entendi merda nenhuma mas finjo que entendi.

Detalhes e mais detalhes[editar]

David Lynch tendo uma inspiração na natureza

David Lynch tem uma característica que nenhum outro diretor possui: O poder de transformar algo fácil de entender em um emaranhado de ideias desconexas. E o pior é que as pessoas ainda gostam disso, ou não. Quando uma pessoa sai do cinema depois de um filme de Lynch sem entender nada, com certeza aprovou a película. Se a pessoa entender o filme, toda a graça some.

Nesta época ele já estava decepcionado com o Oscar

Outra característica marcante de Lynch é a facilidade que ele tem em colocar assuntos macambúzios em filmes que deveriam ser alegres. David Lynch se transformou em um diretor underground e gostar de David Lynch hoje é cult. O prazer em gostar de cineastas que nunca ganharam Oscar aumenta se o diretor não-premiado fizer filmes que ninguém conhece. E aumenta ainda mais se o penteado deste cineasta for algo bizarramente legal. E diminui um pouco se o cineasta for estadunidense, mas depois de tantas "qualidades", a nacionalidade é o que menos importa. Indies gostam de David Lynch. Emos não gostam de David Lynch.

Carreira Cinematográfica[editar]

A carreira de David Lynch se resume em 2 palavras: Curta e Longa. Pode parecer uma contradição mas quando se fala de David Lynch tudo é possível e nada é possível ao mesmo tempo.

Os curtas de Lynch, que possuem menos filme que um vídeo de Youtube (Menos de 20 minutos), não serão listados. Com isto descartamos uns 300 filmes, no mínimo.

Eraserhead[editar]

Este foi o primeiro filme de David Lynch. Antes deste, Lynch havia "dirigido" algumas centenas de curtas. Aliás, como se dirige um filme de 4 minutos?

Desta vez David se inspirou em sua própria imagem para construir o filme Eraserhead

Eraserhead conta a história de um bebê deformado, conhecido como Carlitos Tevez, que depois cresce, vira esportista e comete um grande erro em sua carreira, onde é obrigado a desenvolver uma borracha em sua cabeça para esquecer tal fato.

O Homem Elefante[editar]

O filme que colocou David Lynch na lista dos renomados perdedores do Oscar. Também foi o filme que deixou Lynch famoso.

O Homem Elefante é um filme sentimental que conta a história de um apresentador de televisão que gosta de interromper seus convidados e OLOCO MEU!!! O Homem Elefante deixa até os mais machões com lágrimas nos olhos já que o personagem principal do filme é um exemplo de vida, tanto no pessoal como no profissional.

Duna[editar]

Baseado no livro homônimo de Frank Herbert, Duna conta a história de um homem que parte para outro mundo (Rio Grande do Norte), para percorrer as dunas, mas descobre que os Capitães de Areia (opa, esse é outro livro) dominam o local. David Lynch se baseou em 2001: Uma Odisséia no Espaço e na vida de Despero para construir seu filme.

Veludo Azul[editar]

O masoquista Frank Booth em uma sessão de sodomia com um abacaxi

O filme que alavancou a carreira de David Lynch. Foi neste filme que David Lynch descobriu que seu time do coração era o Clube de Regatas Vasco da Gama. Conta a história de um sujeito sem sal que encontra um nariz no mato e parte em busca do dono do nariz. O protagonista da história meteu o nariz onde não foi chamado e descobriu uma rede de sadomasoquismo, comandada por Frank Booth.

Coração Selvagem[editar]

Típico filme de Corujão, onde o Motoqueiro Fantasma aprontou altas confusões em uma viagem de carro pela Rota 666 junto com uma fã de Rebelde.

Sinfonia Industrial Número 1[editar]

Um curta longo, mais raro que o mico azul. Dizem que é muito bom, mas ninguém nunca viu esta obra do cinema oculto.

Twin Peaks - Os Últimos Dias de Laura Palmer[editar]

Este é um piloto da série de TV Twin Peaks e conta a história do Coringa, o bobo, o palhaço, o Joker, e o assassinato da Laura Palmer. Logicamente, esta resenha, assim como qualquer história do Coringa, é uma palhaçada, mas ao contrário do inimigo do Batman, este resuminho não tem graça mesmo.

A Estrada Perdida[editar]

Se Twin Peaks contava a história do Coringa, o filme A Estrada Perdida conta a história de Duas Caras. O protagonista da trama sofre uma crise de dupla personalidade e deve resolver no cara ou coroa o destino do filme. É o típico filme que você jamais pagaria pra ver mas, por ser do David Lynch, você acaba pagando e gostando (mas sem entender nada).

História Real[editar]

História Real conta a história real de um velhinho

Conta a real história de um homem que cruzou os EUA com um cortador de grama. David Lynch se baseou na história de Forrest Gump para contar a história deste velhinho radical. Assim como Forrest em sua viagem a pé, o velhinho também encontrou pessoas desconhecidas que ninguém conhecia antes. Depois ele sofreu um acidente com seu cortador de gramas, quando acertou uma pedra no meio do caminho e morreu. Mais real que isso só se ele morasse em Saint Paul City.

Cidade dos Sonhos[editar]

Talvez seja o melhor filme de David Lynch. Talvez não seja. Parece um filme comum de David Lynch, onde a pessoa acha que não vai entender. No final do filme, a pessoa que assistiu não lembra do nome, da idade e nem do que fez na noite do dia 30 de junho do ano passado.

No filme, várias pessoas começam a cheirar gatinhos e viajam no fantástico mundo do Pink Floyd, mas, como o nome já diz, tudo não passava de sonhos de uma mente afetada por Guaraná Dolly. Isto quer dizer que você pode ver umas centenas de vezes e ainda sim não irá entender. Aí é que está a graça do filme... ou a desgraça.

Rabbits[editar]

Baseado no roteiro que Lynch escreveu para o desenho do Pernalonga, prontamente recusado pela Warner.

Pernalonga é assombrado pela noticia de que seu sobrinho, Perninha, na verdade é uma coelha apaixonada pelo tio. Lilica, por sua vez, revela-se homossexual, e se apaixona pela irmã. Pernalonga não gosta de ninguém, num típico poema de Drummond. Pernalonga passa a desconfiar que Patolino e Gaguinho comandem uma estranha conspiração que pela coelhos para usar a pelagem para tapetes. Uma crise de identidade também se abate sobre o cinzento coelho, ao perceber que ele e Roger Rabbit possuem uma forte semelhança. Perseguidos pelo plágio, ambos se escondem em suas grutas escuras. Quando todos são tomados pelo torpor, torna-se impossível qualquer possibilidade de diálogo.

Dumbland[editar]

Ficção científica animada, a qual Lynch supõe que Homer Simpson seja filho bastardo de George Bush e Dercy Gonçalves.

Império dos Sonhos[editar]

Mais sonhos... Desta vez a cidade virou um império. Este filme conta a história de Roma, a cidade que virou império, o império que virou cidade. Mas como todo sonho tem fim, Roma sucumbiu ao avanço dos vândalos. Era o fim do sonho.

Ver também[editar]

Statuette.jpg
Lista de cineastas famosos (Alguns nem tanto):


Akira Kurosawa | Alfred Hitchcock | Andrei Tarkovsky | Bernardo Bertolucci | Billy Wilder | Brian de Palma | Bruno Mattei | Cecil B. De Mille | Charles Chaplin | Christopher Nolan | Clint Eastwood | Darren Aronofsky | David Cronenberg | David Lynch | Ed Wood | Elia Kazan | Ethan e Joel Coen | Federico Fellini | Fernando Meirelles | Francis Ford Coppola | Frank Capra | Fritz Lang | F. W. Murnau | George Lucas | George A. Romero | Glauber Rocha | Guillermo del Toro | Howard Hawks | Ingmar Bergman | James Cameron | Jean-Luc Godard | Jean Renoir | João Amorim | Joel Schumacher | John Carpenter | John Ford | John Woo | Jorge Furtado | José Mojica Marins | José Padilha | Klaus Kinski | Larry Lana e Andy Lilly Wachowski | Lars von Trier | Luc Besson | M. Night Shyamalan | Martin Scorsese | Mel Gibson | Michael Bay | Michael Moore | Michelangelo Antonioni | Orson Welles | Paul Verhoeven | Paul W. S. Anderson | Pedro Almodóvar | Peter Jackson | Quentin Tarantino | Ridley Scott | Robert Rodriguez | Robert Wiene | Roger Corman | Satyajit Ray | Seltzer & Friedberg | Sergio Leone | Spike Lee | Stanley Kubrick | Steven Spielberg | Takashi Miike | Takeshi Kitano | Terry Gilliam | Tim Burton | Tobe Hooper | Tommy Wiseau | Uwe Boll | Walt Disney | Werner Herzog | Wes Craven | William Wyler | Woody Allen | Yasujiro Ozu | Zack Snyder