Debreceni Vasutas Sport Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Debreceni Vasutas Sport Club
Escudo do Debreceni.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Debreceni VaPutas Sport Club
Origem Bandeira da Hungria Hungria- Debrecen
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Negueba Stadion
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Húngaro
Divisão I
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Debreceni Vasutas Sport Club é só um time de futebol inútil advindo das distantes colinas da Hungria. Dizem que foi fundado no século passado, mas o time só foi avistado entre a civilização (Liga dos Campeões da UEFA) a partir de 2010, então segue o mistério sobre as origens desse clube.

História[editar]

Fundação[editar]

Qualquer semelhança com seu time de peladeiros não é coincidência.

O time, dizem que foi fundado em 1902, mas não há quaisquer vestígios da atuação desse time nessa época. Aliás, ninguém onde estava esse time em 1990, não vai ser em 1903 que saberemos. Podemos inventar e aceitar por dedução que o time passou seus primeiros 50 anos de existência disputando a Série K do campeonato húngaro, a décima terceira divisão do futebol húngaro.

A partir dos anos 40 tornou-se um time ioiô, título de honraria concedido para aqueles times que sobem de divisão e rebaixam com a mesma frequência. De 1941 até 1989 o time acumulou 41 rebaixamentos e 41 acessos.

Chegada definitiva na primeira divisão[editar]

Só em 1990 que o Debreceni chegou na primeira divisão e ficou por lá por mais de 2 anos consecutivos, pois com o fim do domínio comunista no país, agora os resultados das partidas não eram mais pré-estabelecidos e o Debreceni encontrou sua chance de permanecer mais anos na elite.

Anos 2000 e primeiros títulos[editar]

A partir dos anos 2000, o Debreceni se adaptou à nova realidade do futebol húngaro onde não havia mais nenhum craque chamado Puskas para salvar ninguém de derrotas eminentes. Adotando táticas de retranca e o sistema capitalista na gestão financeira do clube, começou a ganhar seus primeiros campeonatos húngaros só a partir de então, incluindo um tri-campeonato e depois um bi-campeonato.

Graças aos seus títulos húngaros, também teve licença de exercer suas primeiras participações na Liga dos Campeões. Sua estreia na competição internacional foi na edição de 2005-06 onde venceu triunfalmente o Hajduk Split por 8x0 perdeu vexaminosamente para o Manchester United por 6x0.

Devido à ruindade do time, pela Liga dos Campeões de 2006-07 ele foi obrigado a ir jogar aquela primeiríssima fase preliminar onde só as bostas se enfrentam, e o adversário foi um time chamado Robotinik, de quem perdeu de 4x1, provando assim toda sua ruindade. Em sua saga de eliminações criativas, pela Champions de 2006-07 foi a vez de ser eliminado para um time de elfos da Suécia, o IF Elfsborg.

Liga dos Campeões de 2009–10[editar]

O auge desse time foi sem dúvidas tua memorável participação na Liga dos Campeões de 2009-10, quando eliminou times do mais alto prestígio mundial (Kalmar FF, Levadia e Levski Sofia) e chegou à luxuosa fase de grupos da Liga dos Campeões. O time foi orgulhosamente o Bonus Stage do grupo, perdendo todas em casa e perdendo todas fora de casa, tomando pelo menos mais de 4 gols por jogo de ACF Fiorentina, Lyon e Liverpool FC, um grupo relativamente fácil mas que pro nível do Debrecini era como o Taiti tentar se classificar na Copa das Confederações.

Anos 2010[editar]

Continuoi ganhando seus campeonatos húngaros e jogando as primeiras fases que ninguém se importa da Liga dos Campeões, tomando goleadas de FC Basel e BATE Borisov, time bielorrusso de quem é freguês e nunca venceu.

Títulos[editar]

Nada que preste (campeonatos húngaros não conta como algo que preste).