Delphi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Cquote1.png Programar Delphi é facil, mas eu não programo necessariamente nessa mesma ordem. Cquote2.png
Hugo sobre Delphi

Cquote1.png Pé de macaco. Cquote2.png
Klein sobre Delphi

Cquote1.png ShowMessage('Mas é só isso?');. Cquote2.png
Programador Java sobre Delphi

Cquote1.png O delphi foi feito em delphi. Cquote2.png
Programador Delphi sobre Delphi

Cquote1.png A deciclopedia foi feita em delphi. Cquote2.png
Programador Delphi sobre Delphi

Cquote1.png O Windows foi feito em delphi. Cquote2.png
Programador Delphi sobre Windows

Cquote1.png Por isto que só dar Tela Azul da Morte. Cquote2.png
Chuck Norris sobre a maligna linha vermelha

Cquote1.png Nunca ví a linha vermelha. Cquote2.png
Alguém sobre a frase acima

Cquote1.png Nem eu. Cquote2.png
Stevie Wonder sobre a frase acima

Cquote1.png Não vale a pena Cquote2.png
Programador Delphi sobre Criar um script pra automatizar alguma tarefa

Cquote1.png Access violation at address 00000000 in module 'delphi32.exe'. Read of address 00000000. Cquote2.png
Delphi sobre Mensagem comum no delphi

Cquote1.png Criei um vírus! Cquote2.png
Noob sobre Access violation at address 0000000x0

Cquote1.png Delphi é foda meeeeeu Cquote2.png
Aluno de curso técnico vagabundo sobre Delphi

Cquote1.png Não, eu não anoto mais, aprendi a fazer um programa pra armazenar isso tudo no meu cursinho de Delphi Cquote2.png
Carla Perez sobre Boato de que ela anota num papelzinho as coisas erradas que fala e a forma correta

Cquote1.png Essa IDE vai desenhar milhões de ERPs irados, muito loucos para salvar empresas desorganizadas no Brasil, em uma aventura eletrizante, aprontando altas confusões Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Delphi

Cquote1.png Com o Delphi eu programarra um programa que travarra era mil Cquote2.png
Jeremias sobre Delphi

Cquote1.png No próximo bloco depois do begin, mostraremos um código macarrão que vem incomodando governos de todo o mundo. Cquote2.png
Willian Bonner sobre Delphi

Cquote1.png Desse tipo de programa eu não entendo. Cquote2.png
Bruna Surfistinha sobre Delphi

Cquote1.png Missing operator or semicolon Cquote2.png
Qualquer técnico de info sobre Delphi

Cquote1.png Missing operator or semicolon Cquote2.png
Delphi sobre ponto e virgula

Cquote1.png A memória não pode ser "read" Cquote2.png
Mensagem maldita sobre Delphi

Cquote1.png É mais obsoleto que linguagem de sinais Cquote2.png
Professor sobre Delphi

Sobre[editar]

O mais eficiente prendedor de portas que existe

Delphi é uma IDE (Interface pra Debilóides Editarem ou Interface para Desenvolvedores Estúpidos) de desenvolvimento de programas de computador com Microsoft Windows.

Conhecido como o Pai dos Burros, o Delphi é amplamente popular no Brasil. Inundou o mercado de trabalho com programadores pobres, ruins e inexperientes. Vários destes programadores montaram empresas aumentando o PIB. Os programadores dessa linguagem são piores que o de BOBOL.

É uma das 7 linguagens de programação definidas como Satânicas pela Igreja Católica (assim como C#, VB, ASP, PHP, Java e Catalão).

Como pode uma linguagem que tem entre seus autores mais citados dois sujeitos cujos nomes parecem os de uma dupla sertaneja (Xavier & Teixeira)?

O nascimento de um novo paradigma[editar]

Splah Screen do Delphi

Embarcadero Delphi (antigamente CodeGear Delphi e Borland Delphi) inovou ao trazer ao mundo da programação conceitos importantes.

Alguns conceitos revolucionaram o mercado trazendo a produtividade tão sonhada por Roger Pressman como:

Há correntes que afirmam que o Delphi popularizou a Programação orientada ao Atrito ("funciona, c*r*lh*").

Seu programadores (sic) são conhecidos como Code Recheiers ou Recheadores de Código. Uma variante deste tipo é o ASPeiro.

Os programadores Delphi clicam mais do que programam. Para fazer um programa eles ligam quatro ou cinco objetos pré-prontos e apertam o play e pronto, o programa está feito. Não se assuste quando um programador Delphi te perguntar 'O que é hardware?' ou 'O que é API?' Ou 'O que é compilador? Como usar isso?'

Como reconhecer um Delpheiro[editar]

Borland Delphi 4 Certified Man
  • Fizeram (ou fazem) faculdade particular fuleira de fundo-de-quintal, de preferência cursos de sistemas de informação ou análise de sistemas;
  • Adoram falar bem de sua faculdade fuleira porque lá ainda ensinam Pascal;
  • Ficam doidos de vontade para usar variants mas se seguram por que ouviram falar que deixa o programa lerdo;
  • Carregam um CD do Delphi 6 pra cima e pra baixo;
  • Pensam que Hexa foi o título que o Brasil deixou de ganhar em 2006 e em 2010 (e provavelmente irá demorar muito até ganhar);
  • Fazem aplicativos em 5 minutos ("O quê? Sisteminha de padaria? Deixa comigo! R$50!");
  • Querem aprender Java mas não têm tempo;
  • Acham que programar em C ou C++ é coisa de Guru ("Ah, é muito difícil..." ).
  • Creem veementemente que o Delphi é "portável" só por causa do Kylix;
  • Quando começam a aprender PHP, perguntam: Não tem Object Inspector? Ah... :'(
  • Gostam de achar que programar em C é apenas saber utilizar printf e scanf.
  • Terminam todas as frases no MSN com ";"

A Borland e o Kylix[editar]

A ameaça de extinção levou o Delphi a ser portado para outros ambientes. Como se vê, não deu certo

O Papa Bento XVI ameçou excomungar todos os funcionários da Borland caso continuassem a suportar esta ferramenta do Satã. Prontamente a Borland parou com essa coisa do capeta deixando vários programadores (sic) orfãos.


Delphi e Kylix (Delphi para Linux) são threads executadas em dois sistemas simultaneamente: Windows e Linux. Para programar para Linux, siga os seguintes procedimentos:

  • 1 - Abra a ajuda
  • 2 - Leia a ajuda
  • 3 - repeat 1 to 2 until ?


Como criar uma aplicação em Delphi (controle de estoque)[editar]

Primeiramente vem a parte mais dificil no inicio do codigo fonte, mesmo que poucos programadores Delphi conheçam ou já ouviram dizer sobre isso, existe isso por lá: coloca-se {autor: fulano de tal}. Isto é um comentario fundamental, pois irá diferenciar o seu controle de estoque por exemplo de outros milhares que já existem por aí.

Depois de fazer esse dificil passo, você vai procurar numa daquelas abas um botão que tem uma figurinha que pareça com o que você quer. Após encontrar, clique nesse botão... Pronto! O controle de estoque está cadastrando fazendo relatório, imprimindo, etc.

Outras orientações podem ser obtidas em algum livro chamado "Bíblia" (com citações de rodapé de Moisés), mas é chamado assim por causa do volume. É que todo autor de um livro de Delphi resolve imprimir também todas as propriedades de todos os objetos, e também cada procedimento, cada função, como se o óbvio não existisse - ou como se os leitores não soubessem que Table = tabela, Column = Coluna, Flat = Peido, etc...

Exemplo de código fonte[editar]

 Procedure
 var
 você,eu:string;
 begin
 você:=eu;
 if (eu<>você) or (você<>eu) then
 showmessage('Eu não sou você e você muito menos eu')
 else if (você=eu) then
 showmessage('você é você, eu sou eu');
 with você do
 begin
 caption:='Eu';
 size:='28 cm';
 Name:='Jeremias';
 //Jeremias eu sou homem coisa que você não é, e não atiro pelas costas não
 showmessage('Come on Bitch!!Motherfucker and fuck u');
end;
end;

Concorrência[editar]

Sem razão conhecida, Lázaro resolveu voltar à vida mais uma vez e criou uma linguagem de programação muito similar ao Delphi, que leva o nome dele e tem o patrocínio da Caninha da Roça. Um problema sério dessa linguagem para os Delphizeiros é que ela força o programador a ser extremamente analítico e criar gambiarras em bullet time. Por exemplo, um simples evento OnKeyBoardHit (OnKeyBoardHit no VB, Readkey no Pascal, getch no C ou cin no C++) obriga o usuário a utilizar interrupções da linguagem arcana Assembly. E um Keylogger eficiente só é "fazível" se for escrito no em hexadecimal diretamente no binário.

Outro problema (que alguns veem como vantagem, principalmente os retardados que adoram usar Linux na linha de comando) é que ela não é 100% WYSIWYG, o que força realmente a pensar e manter controle mental de todas as aplicações.

Porém ela possui a vantagem de ser realmente portável (clicando em algumas checkboxes que confirmam que você não precisa de sua alma) que permitem você compilar programas executáveis por um rato morto. Alguns OpenXiitas, que não devem se alimentar de outra coisa senão café do ponto e CDs do Ubuntu que vem pelo correio, alegam que Lazarus é melhor que o Kylix.

Observação: Como o programa roda em cima de um compilador Free Pascal (Tal qual Delphi rodava no Turbo Pascal ou o VB sobre o QBASIC), ele está sujeito à sua sintaxe. E o curioso desse aparentemente poderoso compilador, é que ele é propenso a dar bugs bizarros, especialmente durante instruções Assembly (como por exemplo, ele ignorar instruções JUMP), ou de alegar que aquele código titânico que você escreveu não existe e ele diz "Oops, nothing to compile". E é o único compilador conhecido que pode gerar bugs extremamente bizarros durante a execução de um Hello World. Os efeitos podem variar desde ignorar a existência de espaços, passando por ignorar as classes necessárias ou um eventual FOR-DO, a até mesmo trincar o core do processador.

E sempre que isso ocorre, um programinha residente é disparado (O GDB, acrônimo para "Geralmente Dá Bug") para te manter alerta sobre o fato que algo de foda ocorreu e o programa só vai compilar novamente depois de você cumprir o castigo (geralmente, finalizar o seu programa desgarrado, o próprio GDB, algum terceiro processo envolvido, e o GDB novamente). Não dava pra esperar muito de um zumbi decapitado, né?