Demócrito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Trago seu atomo querido em 3 dias, ou seu dinheiro de volta. Cquote2.png
Pai Demócrito sobre você
Cquote1.png Mas eu não entendi para que serve filosofia... Cquote2.png
Carla Perez sobre Demócrito
Cquote1.png Eu vou perguntar só uma vez. Cadê o átomo? Cquote2.png
Capitão Nascimento para Demócrito
Cquote1.png Ele só juntou toda a merda. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre a teoria de Demócrito
Cquote1.png Demócrito foi mais um jogador da década de 70! Cquote2.png
Neto sobre Demócrito e José Sócrates
Cquote1.png Alguém já leu o livro da Sofia? Cquote2.png
Professor sobre o livro O Mundo de Sofia
Cquote1.png Iczo non eciziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre a teoria de Demócrito
Cquote1.png Na União Soviética, os atomos são formados por VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre a teoria de Demócrito

Local onde Demócrito era encontrado nas quartas à tarde.

Demócrito Bucephalus Idiotihus Petrakis (Cidade-Estado de Atenas, 460 a.C. - Spartaaaaaaaaa, 418 a.C) Foi um influente filosofo, vagabundo e teórico atômico. De infância pobre, seus pais eram... ah, essa merda você ja conhece... vamos ao que interessa.

A Teoria do atomo[editar]

Demócrito era um vegetal filósofo que teve uma ideia genial. Antes da merda aconter, outros vegetais filósofos existiram anteriormente, com suas ideias ridiculas e estupidamente sem sentido. Mas Demócrito fez Ctrl+C nelas e Ctrl+Veou todas juntas no Word, para pensar melhor. É claro que como antes, só deu mais merda. Ele juntou tudo e tirou suas conclusões.

Essas conclusões diziam que não existia "força" ou "inteligência" que atuava em mudanças na natureza. Levando isso a conclusão que Chuck Norris não existia. Essa foi a maior merda que Demócrito poderia fazer. Chuck Norris viu seu cérebro de ervilha e resolveu repensar. O que levaria um ser a dizer que ele não existisse?

O dia que Chuck Norris disse à Demócrito: Tá errado! - Foi em 370 a.C. Todos consideraram a morte de Demócrito, mesmo sem saber seu desziper desfecho. No entanto, Demócrito não foi morto por Chuck Norris. Por esse acontecimento, ele entrou em profunda depressão, mas algo o salvou. Foi nesse período que Demócrito virou Pai de Santo.

Pai Demócrito[editar]

Pai Demócrito acariciando sua galinha, Teófila.

Ao passar por um momento emo em sua vida, Demócrito encontra a solução de virar Pai de Santo, ou cerveja, Pai Demócrito. Nesse período também, Pai Demócrito começa a criar sua galinha Teófila, a qual acariciava, sentado em sua cadeira, vestido todo de branco, com uma toalha branca em cima da cabeça em frente a uma bancadinha no meio da 25 de Março.

Na época, como sendo o primeiro, o trabalho, ou melhor, os trabalhos hehe vingaram, não em resultados, mas em bufunfa. Agora você deve estar se perguntando, como Demócrito estaria na 25 se o Brasil não existia na Corrente Alternada, não está? Pois é...

...quando Chuck Norris deu piedade à Demócrito, não quer dizer que ele havia ganhado um "tá desculpado" e um tapinha nas costas. Ele recebeu um RandHouseKick fraquíssimo, que o jogou tão forte que criou um desfluxo temporal e Demócrito então, foi jogado no Brasil, devido a rotação da terra, na década de 30, segundo cálculos de Albert Einstein, Robert Oppenheimer e Stephen Hawking.

Pai Demócrito, lá por 1936, foi preso por acharem que ele era comunista (por praticar a Reversal Russa), fazendo assim, com que ele parasse de ganhar dinheiro. Lembrando-se que era em meio à crise de 29, portando, Pai Demócrito era foda!

O livro[editar]

Demócrito, muito informado por seus clientes, estava a par do que o emo Hitler estava aprontando lá pela Alemanha. Seguindo a mesma linha de produção, resolve escrever um livro na prisão. O livro era "Puta que pariu", que tinha todas as crises e lamentações do Luis Carlos Prestes, um comunista que engravidou uma alemã (vide filme Olga) e depois só fez merda pro governo, tentando transformar o Brasil em uma república socialista sob o comando da URSS.

O livro foi o segundo no mundo à demonstrar de forma clara os sentimentos emos. O Primeiro é claro, foi do Adolfinho, "Minha Luta", que tratava da luta de Hitler contra seus sentimentos. Como emo, ele perde no final. Mas o livro não vendeu, inacreditavelmente. Temos que lembrar que Brasil não estava no período Emo em que se passa hoje.

As gerações de Demócrito[editar]

José Sócrates, importante futebolista e filósofo que foi grande amigo de Demócrito.

Demócrito, como era do tempo do êpa, conheceu Dercy Gonçalves no auge de sua época pré-cretacia. mas após séculos sem se verem, reencontram-se quando ele sai da cadeia. Como toda a história que existe, a equação a seguir pode representar a solução do problema:

Esperma + Óvulo = Filho

Houve muitos "filho" de Demócrito e Dercy. Muitos você conhece hoje. fazem parte do cotidiano da mídia controladora de mentes. entre eles estão:

Demócrito hoje[editar]

Demócrito largou Dercy em 1985, e abriu uma loja de pranchas de surf em Florianópolis, a qual vive lá até hoje, ajudando a afogar criancinhas, contrariando outros que quando a fama sobe a cabeça, comem elas.

Se você vir por lá um velhão ruivo de óculos, com as iniciais MTEDM (Manutenção Técnica com Elementos Disponíveis no Momento, Também chamado de Bacalhau), é ele. As síglas são em fidelidade ao POG (Programação Orientada a Gambiarra), alguns o chamam de pai do POG, por sua teoria baseada no Ctrl+C Ctrl+V.

Veja também:[editar]

Jeremias pensador.jpg
Filósofos, ateus e outros maconheiros viados pensadores
v d e h

Adam Smith | Agostinho | Albert Camus | Anaxágoras | Anthony Giddens | Aristóteles | Arquimedes | Arthur Schopenhauer | Averróis | Avicena | Ayn Rand | Blaise Pascal | Chanakya | Confúcio | Demócrito | Descartes | Diógenes | Émile Durkheim | Empédocles | Epicuro | Francis Bacon | Friedrich Engels | Galeno | Giordano Bruno | György Lukács | Goethe | Hegel | Heráclito | Horácio | Immanuel Kant | Jean-Paul Sartre | John Locke | Jürgen Habermas | Karl Jaspers | Karl Marx | Karl Popper | Lao Zi | Leonardo Boff | Louis Althusser | Ludwig Feuerbach | Luiz Felipe Pondé | Márcia Tiburi | Maquiavel | Marco Aurélio | Marilena Chauí | Martin Heidegger | Max Stirner | Michel Foucault | Montesquieu | Nessahan Alita | Nietzsche | Noam Chomsky | Olavo de Carvalho | Pitágoras | Platão | Roger Bacon | Rousseau | Sartre | Sêneca | Simone de Beauvoir | Sócrates | Sólon | Søren Kierkegaard | Sun Tzu | Tales de Mileto | Theodor Adorno | Thomas Hobbes | Thomas Kuhn | Tomás de Aquino | Voltaire | Walter Benjamin | Wilhelm Dilthey | Zenão de Eleia