Perguntas e Respostas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O CONTEÚDO ABAIXO É SEMI-SÉRIO! Para bom entendedor, apenas uma ironia basta


Se você chegou até aqui, provavelmente foi por causa da página anterior. Mas vamos ao que interessa.

Índice

Perguntas e respostas referentes somente ao desportal[editar]

Yoda.jpg
Este artigo ou seção de artigo trata do futuro. Tudo que for escrito a partir daqui foi baseado nas premonições do Mestre Yoda.
Clique aqui para mais premonições do mestre Yoda você ver.

Acabei de chegar... Como posso colaborar?[editar]

Muito simples. Na página do desportal, há duas seções: uma para os artigos que podem ser criados, e outra para os artigos que podem ser melhorados, além de outras coisas é claro. Se algum artigo for criado ou melhorado, não faz mal atualizar essas partes.

Existem outros desportais onde posso colaborar?[editar]

Sim, na página principal dos desportais. Poderão surgir outros. Atenção para aquelas que parecem desportais, mas ainda funcionam como desprojetos.

Posso criar qualquer artigo sobre música?[editar]

Claro, mas tenha cuidado para não desrespeitar a regra de humor privado. Há outro link para ela na página do desportal para te lembrar de não criar um artigo sobre algo sem visibilidade, por exemplo.

Só isso? Não preciso assinar em algum lugar, ou pedir a permissão de alguém?[editar]

Sim e não. Quer dizer... Sim, é só isso. E não, não precisa assinar em lugar algum, nem ir na discussão de alguém.

Como utilizar a categoria dos artigos que precisam ser melhorados?[editar]

Há instruções dentro da própria categoria, basta ir até ela e escolher o "Editar".

Por que essas instruções foram colocadas aqui e não lá?[editar]

Porque esta página foi feita de maneira que pudesse ser reaproveitada por outros futuros desportais, após a troca de um termo ou dois.

Quem é o "dono" desse desportal?[editar]

Assim como a própria Desciclopédia, o presente desportal NÃO TEM DONO, e continuará sem um. Em caso de alguém tentar usar a página "principal" para promover o próprio artigo, a edição deverá ser revertida sem aviso prévio. E em caso de possíveis controvérsias, prevalecerão as regras... e o bom senso, claro.

Por que "Desportal Música" e não "Desportal alguma coisa"?[editar]

Porque o desportal abrange conteúdos sobre música em geral. Além disso, o fato do nome não ser bonito não quer dizer que o mesmo tem que ser abolido. É tipo falar "inserto" em vez de "inserido".

O desportal consiste apenas nessa página e no FAQ?[editar]

E na lista de links vermelhos, e na categoria dos que precisam de reformas. Repare que não se faz necessário criar discussões para colocar artigos e imagens no "destaque", nem criar um monte de páginas desconexas e com uma tonelada de links a mais a fim de fazer alguém se perder facilmente.

Ah, então não existe destaque?[editar]

Não. O artigo Música foi escolhido não por mero capricho, por ser bonito ou por ser horroroso, mas sim porque esse é o tema. Se conseguir encontrar alguma imagem referente à música que seja bem mais engraçada do que alguma daquelas outras, fique à vontade.

Mas já que existe a Categoria:Música, essa página não é inútil?[editar]

Digamos que não... porque o objetivo aqui, além de facilitar a navegação, é tentar reunir e organizar todo o conteúdo relacionado ao tema sem precisar fazer spam de predefinição a torto e a direito ou se utilizar de táticas similares. Mas se você consegue se virar apenas com a categoria, boa sorte então.

Quer dizer então que posso fazer o "meu"?[editar]

Pois é, mas com o devido cuidado de não criar um desportal sobre algo que seja muito específico e limitado, como um personagem por exemplo. Caso contrário, você poderá acabar gerando uma cascata de desportais mais generalistas que ainda estariam para ser criados até chegar ao personagem. Mas se os desportais maiores já existem, e há muito conteúdo relacionado pra organizar, então sem problemas... aparentemente.

Música não seria uma subcategoria de Artes?[editar]

E de fato é, mas na vida real. Antes do desportal ter sido criado, os portais de música de outras wikis foram analisados.

Então esse desportal é uma cópia crua dos portais de música de outras wikis?[editar]

Se você for analisar direito, ele pode até ter algumas semelhanças com um ou outro, mas há uma coisa que o desportal não é: exagerado. Quer exemplos de exagero? Nossa sátira autorizada possui um portal deplorável, cuja maior seção é um baita dum "você sabia". Já na Uncyclopedia, até separaram os portais por cores, mas aí o negócio parece que não dá muito certo quando quem quer lidar com isso é daltônico ou similar.

E se, mesmo com a pouca manutenção necessária, o desportal "morrer"?[editar]

Se morrer, morreu, ué. Vai fazer o quê, xingar muito no Twitter? Fica para a posteridade, para talvez ser reformado por alguém em 8299. Se as outras wikis começarem a acabar com os desportais, é lógico que esse também irá pra caixa bozó, porque chega de elefantes brancos. O que não se pode fazer é manter páginas obsoletas apenas por consideração a um usuário ou grupo.

E se eu quiser continuar acreditando que a Desciclopédia não precisa de desportais?[editar]

Problema seu. Melhor ainda: não é porque aqui é diferente das outras wikis, que tem que ser uma completa bagaceira e sem um mínimo de organização.

Perguntas e respostas referentes ao desportal e ao antigo desprojeto[editar]

Presente.jpg
Este artigo ou seção trata do presente. As besteiras apresentadas aqui estão acontecendo e podem mudar rapidamente, ou serem só apagadas mesmo...

Por que o desportal não pode coexistir com o desprojeto?[editar]

Porque, além da redundância, haveriam dois universos distintos que se colidiriam nas mais diversas situações. A começar pelos usuários, por exemplo.

  1. Um raríssimo usuário (ou um usuário que não existe) poderia colaborar nos dois.
  2. Um usuário qualquer pode ignorar o desprojeto e contribuir no desportal por causa do total abandono do desprojeto.
  3. Um usuário qualquer pode ignorar o desportal e contribuir no desprojeto porque ele quer ser creditado pelas criações, e só vai criar se ganhar algo em troca.

Daí então, coloque numa balança de três pratos (se é que isso existe) e diga quem está editando. Alguém poderia dizer que os três estão. É complicado...

Em que pontos um desportal é "melhor" que um desprojeto?[editar]

  1. Não existem coordenadores.
  2. Consequentemente, não existe sistema de avaliação, nem de premiação, nem de ranks.
  3. Um desportal não possui "propriedades" ou semelhantes. Ele apenas reúne o que é pertinente ao tema. E a manutenção é menos complexa.

Por que é que todo link do desprojeto me traz para o desportal?[editar]

Porque isto é consequência de um período de transição. Quando não houver mais desprojeto algum, os links não serão mais necessários.

Eu tinha pontos no desprojeto. Mas agora que existe um desportal no lugar, como faço?[editar]

Não faz.

E quanto à loja?[editar]

Assim como o desprojeto, a loja também está com os dias contados. Aproveite e dê uma olhada nas outras. Há casos em que a escrita do suposto avaliador não é tão boa. E se não há quem avalie, não há "comércio". Tire suas próprias conclusões, é um efeito dominó...

Como assim "efeito dominó"?[editar]

Simples. Com o começo de um desportal, há precedentes para a criação de outros. Com o fim de um desprojeto, pode haver o fim de uma loja; e sem uma, não há porque manter as outras. E sem lojas, surge mais um motivo para os desprojetos abrirem caminho para os desportais, invariavelmente. O que é antigo merece seus méritos, mas o que é novo sempre virá de alguma maneira.

Perguntas e respostas referentes somente ao antigo desprojeto[editar]

T-rex.jpg
Este artigo ou seção de artigo trata do passado. A partir daqui, só os dinossauros, o Dom Quixote e outros fanfarrões da idade média ou da pré-história estavam presentes.

Quem assassinou o desprojeto?[editar]

Não é que alguém o tenha assassinado. O desprojeto é que já estava morto há tempos...

Então, como foi que o desprojeto morreu?[editar]

Foi ficando inativo, até que faleceu de causas naturais.

Quais eram os principais problemas do desprojeto?[editar]

Não é preciso nem ter participado brevemente para perceber os seguintes pontos.

  • Antigamente, lá nos primórdios mesmo, quem não participasse do mesmo mas que criasse um artigo sobre música (ou fizesse uma edição significativa em algum artigo sobre música) já ganhava pontos. Com o tempo, alguém, ou alguma regra não escrita, determinou que só ganharia pontos quem criasse artigos e que estivesse participando; caso não estivesse, poderia "passar por cima" e pedir avaliação daquilo que já tenha criado.
  • Quanto à coordenação, ela ficou com muito trabalho, porque teve que avaliar bastante coisa a troco de pouca coisa balinhas nada (tanto é que já houve e talvez ainda haja uma penca de coisas para serem avaliadas, em parte graças aos outros ex-colaboradores). A situação começou a ficar insustentável quando os usuários começaram a debandar, a ponto de restarem praticamente apenas um ou dois coordenadores e um ou dois gatos pingados. Mas todo coordenador também é participante, e um coordenador novato poderia naturalmente ter aquela dúvida: "se eu colaborar, avalio eu mesmo meu artigo, ou deixo isso pra fulano? Ah, mas fulano tá inativo". Com o risco também, é claro, de algum coordenador querer brincar de reizinho. Felizmente isso não aconteceu em proporções notáveis.
  • O sistema de ranqueamento era praticamente uma imitação do UH, com o diferencial de que, se alguém gastasse os pontos, a template de músico não seria retirada. É mais ou menos como se você ganhasse um prêmio ou promoção de alguma coisa, mas não o perdesse mesmo estando sem recursos. Sejamos francos: o ponto forte de toda a estrutura foi também o ponto fraco. Ao passo em que estimulou a competição entre os usuários, também promoveu um elitismo camuflado. Ninguém estaria surpreso caso alguém dissesse "esse grupo de usuários é especial" ou "esses caras do nível tal, queria estar entre eles algum dia". Na prática, sabemos que quem colabora mais ou colabora menos de todo jeito colabora de alguma forma. É algo óbvio, mas que ainda assim não podemos nos esquecer.

Enfim, já basta. Existem usuários e usurários. Se algum dia já fomos "mercenários", então sejamos melhores do que isso! E a todos aqueles que contribuíram de alguma forma para o desprojeto com as mais sinceras intenções, ficam aqui também os mais sinceros agradecimentos!