Descifras:Não deixo não, Mano Walter

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Nuvola apps kcmmidi.svg Este artigo faz parte do acervo de Descifras, o lugar das traduções que você nunca viu.


Letra
Tradução
Ela me fez comprar um carro

Logo eu que amava o meu cavalo
Ela me fez vender meu gado
Pra morar num condomínio fechado
Me deu um tênis de presente
Falou que a botina não combina mais com a gente
Mas que menina indecente
Aí não aguentei falei o que o coração sente
Vá pro inferno com seu amor
Deixar de ser peão, de ouvir modão, meu violão
Não deixo não
Não deixo não
Largar o meu chapéu pra usar gel, meu Deus do céu
Não deixo não
Não deixo não
Deixar de ser vaqueiro, ouvir forró, e ouvir modão
Não deixo não
Não deixo não
Largar o meu chapéu pra usar gel, meu Deus do céu
Não deixo não
Não tem amor que vale isso não

Ela me fez viado

Logo eu que amava o meu cu
Ela me fez vender minha fimose (Saudades fimose)
Ela me fez perder minha virgindade
Falou que a botina não é botina e sim um carro
Ela me fez mamar meu vaqueiro
Logo eu que queria um boquete
Me Deu Um Pênis De Presente
Foda-se, Didi Mocó!

  • Música triste* [1]

Ado, ado, ado!
Largar de ser cuzão, de ser transão, de ser fodão
Não deixo não!

  1. Didi cansou de ser zuado e entrou em depressão, mas como virar emo já está batido aqui na Desciclo, ele só saiu da TV