Desembargador

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Juiz.jpg Certifico, a quem interessar possa e para os devidos fins, que este artigo trata de assuntos chatos jurídicos

Data venia, se você tiver alguma informação adicional a trazer aos autos, protocole uma petição solicitando a juntada de uma procuração que outorgue a você poderes para tanto, ou clique aqui.
Cquote1.png Você quis dizer: Complexo de Divindade Adquirida? Cquote2.png
Google sobre Desembargador

Cquote1.png Experimente também: Árbitro Cquote2.png
Sugestão do Google para Desembargador
Cquote1.png Juízes acham que são Deuses, os Desembargadores tem certeza Cquote2.png
Professor de Direito sobre Desembargadores
Cquote1.png De cabeça de Desembargador e de bunda de pombo, ninguém sabe que tipo de titica vem Cquote2.png
Advogado sobre Desembargador e ditado popular em foruns brasileiros

Os desembargadores se consideram tão sobrehumanos a ponto de considerarem seu sexo mais importante que o dos mortais, como podemos ver em tal imagem.

Desembargador é o nome que se dá ao juizes de Tribunal, que tem o Complexo de Divindade Adquirida, e pensam ser os senhores da verdade. Se muitos dizem que os juízes pensam que são deuses, os desembargadores têm certeza disso. É um tipo dois de evolução Pokemon do Juiz, é a pessoa encarregada de "revisar" a justiça que os juízes fizeram na primeira instância. São seres tão complicados de se entender, que por questões práticas, nunca julgam sozinhos, mas em turmas. Sua principal missão é encontrar brechas nos processos para complicar a vida dos injustiçados justamente quando estes pensam que estão de causa ganha, e são adeptos das sentenças parciais subjetivas, pendendo sempre o prato da bandeja para a mão mais disposta - e rica.

História[editar]

Um juiz aí se fazendo de pobre coitado

O desembargador surgiu em Portugal e no Brasil quando as pessoas começaram a conhecer os seus direitos, e passaram a recorrer das decisões nos processos perdidos. Isso fez com que os reis, imperadores e membros da Casa Real movessem suas bundas fétidas dos tronos e começassem a gastar muita parte do seu precioso tempo lendo processos dos seus súditos pobres e ferrados. Para isso, então, foi criada a função de desembargador, uma espécie híbrida chique de despachante do rei com função de juiz, que tinha incialmente como única função retirar os embargos, a fim de que as petições chegassem aos reis - obviamente, isso nunca acontecia, como praticamente ainda não acontece -, criando aquela maravilhosa sensação de Justiça adiada aos pobres injustiçados. Isso sempre ocorre.

Como ser[editar]

Não é qualquer um que pode ser Desembargador. Você precisa ser velho, pedante, mal-comido, velho, chato pacas, megalomaníaco, velho, já falei velho? Seu papai tem que ter sido desembargador também, se não ja está se complicando. Ser juiz é um bom caminha para poder digivolver para desembargador, mas não fique triste se você não quer estudar tanto assim; promotores e advogados também podem digivolver para desembargador! Mas ai o negócio fica mais difícil, porque você vai ter que chupar muito pau. Primeiro, chupar pau dos seus coleguinhas de profissão. Chupe até que seu maxilar fique dolorido, e tenha feito todo mundo gozar. Depois, vem a parte dificil: chupar o pau do governador! Você vai ter que chupar mais que seus outros dois amiguinhos que estão na lista tríplice! E pode ter certeza que eles já chupam muito pau! É ninguem falou que a vida de desembargador era fácil.

Consegui ser desembargador! E agora, que eu faço?[editar]

Primeiro um gelo para a mandíbula. Assim que seus musculos faciais se recuperarem de toda aquela chupação, VIDA MANSA! Isso mesmo! Ser desembargador é ainda melhor que juiz: você não lida mais com pobre, porque só lida com matéria de direito e não tem que ouvir testemunhos, interrogatórios,etc; você não precisa nem mais fingir que trabalha, como fazia antes quando era juiz, porque todo mundo paga pau pra você e acha certo você não trabalhar; e lógico, pode ter ainda mais estágiarias gostosas para chupar para você! Mas existe um lado ruim; lembra toda aquela gente que você chupou para chegar aqui? Pois é, elas lembram, e vão te ligar o tempo todo para que você faça um "favorzinho naquele acórdão". Mas não se preocupe, pois tirando isso, o trabalho de um desembargador é dispensável.