Desentrevistas:Ivete Sangalo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Desentrevistas.gif

Este artigo é parte do Desentrevistas, a sua coleção de fofocas informações sobre as pessoas famosas.

Batata desciclo sem texto.PNG
A Desciclopédia possui um artigo sobre Ivete Sangalo


OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOIIIIIIIIIIIIII, GEEEEEEEEEEEENTEEEEEEEEEEEE! Aqui estamos com mais uma Desentrevista para vocês que querem saber a verdade verdadeira da intimidade de seus ídolos (ou não-ídolos). Para falar com Ivete Sangalo, a musa baiana da voz grossa e das pernocas de zagueiro, fomos a uma das tantas micaretas que tomam conta do calendário cultural de Salvador – se bem que micareta não existe por lá, uma vez que todos sabem que em terras soteropolitanas é Carnaval o ano todo –, compramos um abadá VIP bem baratinho e subimos no trio elétrico. Solta o som, DJ!

Quando começou sua carreira?[editar]

Começou no terreiro de Pai Oraci-ogum, em Salvador.

Explique melhor:[editar]

Quando criança, mamãe me levava às "reuniões" nos terreiros de Pai Oraci em Salvador, e em um dia desses, Pai Oraci me perguntou: Cquote1.png É você, Ivonete [meu nome antes]? O que o Pai Oraci pode fazer por você? Cquote2.png E minha mãe respondeu por mim, dizendo: Cquote1.png Ela quer ser a mulher mais importante da Bahia! Cquote2.png

E deu certo?[editar]

Não, evidente. A mulher mais importante da Bahia sempre será a mãe de Caê, a Dona Canô. Mas foi aí que resolvi então ser cantora de Axé, uma escolha natural dos desocupados em Salvador.

E sobre a mudança do nome, foi pedido de Pai Oraci-ogum?[editar]

Então, no dia que fiz o pedido a pai Oraci, ele mandou minha mãe trazer um galo preto para a oferenda, mas minha mãe se confundiu e trouxe uma galinha, e Pai Oraci disse que não poderia usar uma galinha para fazer um trabalho que envolveria uma outra galinha, algo assim do tipo, não entendo muito bem dessas coisas.

Continue, por favor:[editar]

Ok, Pai Oraci disse que faria então o trabalho sem a oferenda animal, e que em razão disso registraria o ocorrido em meu nome, para que minha mãe não mais esquecesse de sua falha. Assim: Ivonete Sem-Galo. Hoje, Ivete Sangalo, por exigências do empresário.

Uma pergunta indiscreta. Qual sua idade?[editar]

"Levantou poeira, hein"? tenho 57!

Por favor Ivete, 57 tem minha mãe. Vai, conta a verdade pra gente![editar]

Certo, vai, tenho 62.

Ah Ivete, vamo lá...[editar]

Nossa, que chato você! Tá bom… tenho 68! agora é sério, quer ver a identidade??

Se possível…[editar]

[Ivete mostra a identidade, constando 1952 como o ano de nascimento.]

Como você encara o rótulo de rainha da Música Popular Brasileira, mesmo cantando Axé e sabendo que temos, por exemplo a Marisa Monte, no nosso cenário musical?[editar]

Prefiro não responder.

Quem escreve suas músicas?[editar]

Eu mesmo, até porque letra não interessa: o importante é sacudir o esqueleto e levantar poeira!

De onde veio a inspiração para a música Berimbau Metalizado?[editar]

Então, é uma bela história, quando fui gravar o DVD Multishow Ao Vivo no Maraca, eles queriam que eu me apresentasse tocando algum instrumento, e eu sugeri o berimbau, pois seria mais fácil aprender…

E por que não aconteceu?[editar]

Na verdade quase deu certo, eu tava indo muito bem com o instrumento, mas me atrapalhei um pouco com as cordas.

E aí resolveram colocar você numa moto na abertura do show…[editar]

Foi, como fez o grande Durvalino do Asa de Águia, no DVD deles. Lembra?

Não. E a música Chupa Toda, de onde veio a inspiração?[editar]

Bom, na verdade não veio, né… heheh…

Ok, Ivete, muito obrigado por nos atender e por responder as nossas perguntas.[editar]

Você não vai perguntar da Xuxa?!!

Hmm… não…[editar]

Mesmo assim, eu falo: qualé, Maria da Graça? E a minha pensão?