Desentrevistas:Padre Quevedo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://imagem.uncyc.org/pt/c/c9/Desentrevistas.gif}}

Desentrevistas.gif

Este artigo é parte do Desentrevistas, a sua coleção de fofocas informações sobre as pessoas famosas.

Batata desciclo sem texto.PNG
A Desciclopédia possui um artigo sobre Padre Quevedo


Para podermos entrevistar o nosso Parapsiquiatrico do Acre, criamos uma notícia falsa sobre existência de monstros bizarros nas profundezas da cidade de São Paulo. Criamos até com uma ajuda dos especialistas em efeitos especiais e algumas testemunhas para falar sobre esses troços. Do nada, vem o Padre Quevedo falando que aquilo não existia e que aquilo era só animais mutantes por causa do Rio do Tiête, onde começamos a entrevista-lo.

Esta desentrevista não existe!

O senhor nasceste aonde senhor Quevedo?[editar]

Eu nasci numa maternidade do Acre.É bem perto da Caverna do Dragão.

Mas o Acre non ecziste pelo que contaram.[editar]

E você acha que ecziste mesmo?

Poderia me falar sobre seus tios?[editar]

Isto non ecziste.

Ta bom. E seus irmãos?[editar]

Isto também non ecziste.

Ta ta! Então me fale dos seus pais pelo menos.[editar]

Isto non ecziste muito menos.

E seus amigos? Seus vizinhos e sua namorada?[editar]

Tudo isto non ecziste. eczepto pela Dercy Gonçalvez.

HAAAA! Por que você diz apenas ISTO NÃO EXISTE ! NÃO EXISTE! Falta só dizer que você não existe também.[editar]

Olha senhor! Para começar eu digo "Isto non ecziste" com sotaque, e eu sou adotado, nunca conheci meus pais verdadeiros. Eu vivia até aos 22 anos sozinho com meus pais adoptivos. Sem irmão, sem amigos, muito menos tios já que eles seriam irmãos dos meus pais que nunca vi por isto no ecziste para mim, e eu nunca namorei também, só fiquei. Agoras entendes o por que aquilo tudo no ecziste?

He he. Entendi agora. Me diga uma coisa. Por que você começou a caçar tudo que não existia dentro das leis físicas humanas?[editar]

Tudo começou quando eu tinha apenas 13 anos, quando eu acreditava no Papai Noel até descobrir que ele na verdade era meu pai com uma fantasia barata. Desde enton, aquilo me traumatizou muito.

Mas você não tem pais que eu saiba![editar]

Meus pais adotados, dããã! Sou experiência de ações desenvolvidas por etes, que pra mim também nao ecziste!

Por isto você se tornou um parapsificos?[editar]

Na verdade eu me tornei um porque aos 19 anos eu era da Igreja Universal do Reino de Deus. Eles prometiam tirar o demônio do teu corpo se ajudassemos eles com uma graninha. Eu sempre ajudava até um dia eu vi o Bispo Maceno dá uma graninha a uns cafagestes para eles fingirem que tavam possuidos ao Demonio. Assim, eu os processei por tudo que eles me roubaram. Mas ja que a justiça era muito mole, eu comecei a desmascara-los usando meu serviço para eles no roubarem mais dinheiro da gente como fez comigo.

Bom, agora fale-me do Inri Cristo[editar]

Tá falando daquele Farry que se diz que é a reencarnação do nosso meretíssimo senhor?

Esse fanfarrão mesmo. O que achas sobre aquilo?[editar]

Esse sim deveria non eczistir. Mas ultimamente ele fala tanta abobrinha que nem o caço mais.

Há. Me fale, você fala que não acredita em demônios, não é?[editar]

Pergunta tola. Mande o seu demônio entortar o meu dedo, ou beijar na boca a Dercy Gonçalves, daí eu começarei a acreditar nele.

Se demonios não existe, como pode explicar a invasão dos Estados Unidos, a matança de milhares de Iraquianos só para capturar um homem e enforca-lo?[editar]

Se você está falando do Capeta vermelho, daí eu acredito mesmo em demônio.

Por falar no capeta, o que você achas do Capeta Junior?[editar]

Este daí non passa de um outro fanfarrão. Descobri na mídia que ele até é um personagem de um desses programas do MTV só para dar lucro.

Então você não acredita em nada sobrenatural?[editar]

É claro que non! Eu só vou acreditar no dia que eu ver pessoalmente junto com o Mister M e meus amigos parapsificos para saber se ele realmente ecziste ou non.

Está certo. Tens alguma última palavra para dar para nós, senhor Quevedo?[editar]

Eu tenho. Mas não para vocês, e sim para esses fanfarrões que falam que acreditam em tudo que vê nos olhos.

E qual a mensagem então que darás a eles?[editar]

Culuuu!

HAA FANTASMAS![editar]

Fantasmas non ecziste, seu tonto!

E quem falou buu?[editar]

Além de tonto és burro? Esse fantasma é apenas meu mascote invisivel que ninguém pode ver além de mim.

Hã... Melhor encerrarmos essa entrevista de vez pois está muito tarde.[editar]

Concordo. Há e essa entrevista minha non ecziste! Ela foi feita por um fanfarrão vagabundo só para zoar de mim.

Há há! Conte-me outra![editar]

Já basta! Vou dar comida ao meu mascote agora!

E assim terminamos mais uma desentrevista, uma das mais chatas desentrevistas que nós já tivemos, com certeza.