Deserto da Argélia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Fogo.jpg Este artigo é queeeente!

Se quiser editar este artigo, entre numa geladeira, ligue o ar condicionado no máximo e beba uma coca-cola gelada. E não lute contra Scorpion!


Cquote1.png Ah, do jeitinho que eu gosto. Cquote2.png
Meramon sobre Deserto da Argélia
Cquote1.png Me lembro de quando o Inferno ainda era aqui... Bons tempos. Cquote2.png
Capeta sobre Deserto da Argélia

O Deserto da Argélia é um deserto que fica localizado na parte central do norte da África. No passado fora um importante constituinte da República Federativa do Inferno, até que o Capeta resolveu mudar a localização do Inferno para o interior do planeta. 20% do território da Argélia é composto por algumas poucas pessoas que ainda conseguem sobreviver em tal fim de mundo, os outros 80% são correspondidos pela porção desse deserto, mostrando que não é piada quando dizem que na Argélia tem mais areia do que habitantes. O deserto é composto por mais de 3.500.000 km² de areia escaldante, na qual estão distribuídos umas 100 pessoas no total.

Geografia[editar]

Um indivíduo que partiu em busca de um oásis no Deserto da Argélia.

O Deserto da Argélia é composto basicamente por 3 itens: muita areia, algumas dunas e um Sol escaldante. A areia ocupa 100% do território. No meio dessa areia toda, erguem-se algumas poucas dunas, que aqui nesse lugar são mais raras do que pizza na casa de italianos. Porém, não é bom andar descalço nessa região. As poucas pessoas que ousaram fazer isso, alegaram ser uma experiência muito pior do que andar sem calçados em brasa indiana.

A única coisa mais rara nesse deserto do que as dunas são os oásis. Muitos alegam já terem visto um, e há quem afirme com toda certeza que eles existem, mas todos que saíram para procurá-los, jamais voltaram para contar se é verdade ou apenas mais uma lenda urbana. Também existem algumas montanhas com um pouco de arenito em volta espalhadas pelo lugar, mas sua importância é tão relevante quanto a quantidade de penas que uma galinha tem.

Algumas partes do deserto também são compostas por rios secos, que foram evaporados há cerca de uns milhões de anos atrás devido a constante atividade do Sol. Fora isso, também existem algumas pedras de calcário que servem como lápides para os poucos habitantes do lugar.

Vida[editar]

Aqui você pode observar a vasta diversidade de vida num raio de 100.000km².

A vida nesse deserto é praticamente nula. Os primeiros habitantes do local foram os nômades berberes. Até hoje esses nômades continuam a ser os únicos habitantes (vivos) da região. Sua meta de vida gira em torno de caçar os mitológicos oásis que supostamente existem lá. Mas como já foi dito, ninguém jamais voltou para contar se encontrou ou não os supostos oásis.

A flora do deserto é composta majoritariamente por 30 fiapos de grama, 10 cactus e 5 árvores coníferas. Vale ressaltar que estão todas petrificadas. Quanto a fauna do local, existem alguns lagartos, algumas cobras e mais nada. Só começarão a existir alguns animais no local a partir do momento que o deserto passa de toda a areia para as savanas, onde poderão ser encontrados geralmente uns três chacais, uns dois javalis, 4 gazelas, 2 ou três tipos de pássaros, um leopardo, uma pantera e um guepardo. Mesmo assim, os poucos animais da região evitam pisar na areia escaldante para não terem suas patas torradas.