A Divina Comédia - Inferno - Canto XXX

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Inferno
Este deslivro pertence ao Inferno de Dante.


O Canto XXX não é um filme pornô como alguns podem acreditar, mas sim continua o Décimo Fosso do Oitavo Círculo do Inferno onde estão os falsificadores, paraguaios e chineses em geral.

Análise do Canto[editar]

Falsificadores se comendo - vv. 1-45

No fosso dos camelôs, dois falsificadores brigam pela nova remessa de muambas advindas do quinto fosso.

Dante avista uma das cenas mais marcantes de sua jornada, quando observa duas lívidas almas, correndo, um perseguido o outro, nus e com os dentes a mostra em imensa fúria. Um deles capturou o outrem como se presa fosse, talhando-lhe uma mordida na nuca, e a este arrasta.

Virgílio explicou a cena: "Este que vês mordendo em vida fora um camelô cujo conjunto de CDs de PlayStation 2, DVDs, óculos, bolsas e camisas de time de futebol, todos falsificados ajudaram a falir muita gente honesta. Já aquele outro que tem sua nuca mordida em vida fora um travesti cujo trajes femininos muitos homens trouxeram à cilada e muitos golpes do baú aplicou. Ambos se utilizaram da falsificação quando viveram e neste fosso pagam, o primeiro homofóbico sofre de lepra hepatítica, e o segundo sofre de AIDS, sífilis, herpes e hemorroidas para aprender a dar mais valor ao cu."

Os falsificadores de moedas - vv. 46-90

Dante continuou sua jornada, e assim avistou milhões de almas numa fila, paradas, quietas, e todas com incontinência urinária, Dante não se deteve: "Mestre, o que são estes espíritos? Por que tão cruenta punição?" e Virgílio retorquiu: "Aqui estão aqueles que ao dinheiro falsificaram, e hoje e para sempre estão condenados ea ficarem na fila do INSS para no final nada receberem, e depois irem para uma fila de banco, e depois irem para a fila da receita federal, e depois voltar para a fila do INSS, nesse ciclo infindável."

Os falsificadores de palavras - vv. 91-99

Além da fila dos falsificadores de dinheiro estava com os olhos, boca, narizes e ouvidos costurados milhões de almas. Virgílio acentua: "Veja, aquele que por macacos é constantemente retalhado, é Mengele, que em vida em nome da ciência atrocidades cometeu, em em nome de sua falácia a Justiça Divina o condenou a ser eternamente dissecado por macacos."

A luta entre Adão e Sinon - vv. 100-148

Mestre Adão, que falsificou moedas florentinas, as originais tinham 24 quilates de metal puto e as falsas dele tinham 3 quilates de metal parco, e Sinon aquele que traiu Troia, caíram nos fight como se estivessem no WWE. Virgílio mandou Dante largar o mau gosto, que essas lutas são todas armadas, e assim é chegado ao final do último fosso do Oitavo Círculo Infernal.

Inferno
<<Canto XXIX Canto XXX Canto XXXI>>




A Divina Comédia
Sumário - Prefácio - Índice
Inferno
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII - XXXIV

Purgatório
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII

Paraíso
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII