A Divina Comédia - Purgatório - Canto XXII

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Purgatório
Este deslivro pertence ao Purgatório de Dante.
Como Gustave Doré estava com dor de barriga no dia que tentou ilustrar o Canto XXII, só ficou esse rascunho mesmo..

O Canto XXII narra o Sexto Círculo do Purgatório onde hão de estarem os pecadores da gula, mas não o narra propriamente dito, por que essa parte não passa de um diálogo entre Virgílio e Estácio que pouco importa para qualquer um. É mais ou menos como se hoje, em alguma história alguém simulasse uma conversa entre o Silvio Santos e algum ex-BBB.

Análise do Canto[editar]

O pecado de Estácio - vv. 1-54

Já haviam subido ao sexto círculo, abençoados pelo Anjo Edward Khiliel que havia ordenado: "Oh hahahaho! Hahaheheho! Hohohoheho! Hahahaheho! Lolololololololo, lololololololol, lololololololol, lololo LOL!" Representando em cântico a esperança vigente no Purgatório.

Junto com os dois poetas estava subindo Estácio. E Virgílio aproveita a sua presença: "Como sua alma acabou indo parar no círculo destinado aos avarentos? Do que me recordo pecado este não era de seu feitio."

E Estácio esclarece a lógica de seu pecado: "De primeira eu também não entendi, mas depois de quinhentos anos refletindo, afinal deitado lá não há muito o que se fazer além disso, finalmente cheguei à conclusão de que: Se quer ganhar dinheiro, é ganancioso. Se o guarda é um avarento. Se o gasta é um leviano. Se não o arranja é um preguiçoso. Se não tenta arranjá-lo é um imbecil. Se o arranjar sem trabalhar é um parasita. Se o arranjar denegrindo sua honra é uma prostituta. Se o roubar é um mentecapto. Se o tem depois de uma vida inteira de trabalho é um idiota que não soube gozar a vida... Ou seja, destas possibilidades eu acabei lá por ter sido muito pródigo."

Cristianismo de Estácio - vv. 55-93

Estácio continua "Pagão eu fui por muito tempo, mas ao ler tuas obras arrependi-me, o suficiente apenas para escapar do Inferno e vir parar no Purgatório, especialmente por eu ter sido um ateu poser que tinha vergoinha de falar de Deus que acreditava apenas entre meus pensamentos..."

Notícias sobre o Limbo - vv. 94-114

Então Estácio interrompe e clama por notícias de Moe Howard, Larry Fine e Curly Howard, onde estarão eles?

E Virgílio responde: "Todos esses no Limbo estão, junto de Pérsio, e a Escola de Filósofos de Atenas inteira, afinal, apesar do bem seguirem, vida loka foram."

A árvore de cabeça para baixo - vv. 115-154

Os três são interrompidos quando observam uma bizarra árvore de cabeça para baixo, o que será que ele representa? E para piorar a esquisitice, a árvore ainda falou! Disse sobre Maria que chegou virgem às bodas de ouro, sobre Daniel que resistiu a tentação de devorar os leões, e sobre as pessoas que trocam a cerveja por suco de goiaba, dando assim três exemplos de temperança.

Purgatório
<<Canto XXI Canto XXII Canto XXIII>>




A Divina Comédia
Sumário - Prefácio - Índice
Inferno
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII - XXXIV

Purgatório
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII

Paraíso
I - II - III - IV - V - VI - VII - VIII - IX - X - XI - XII - XIII - XIV - XV - XVI - XVII - XVIII - XIX - XX - XXI - XXII - XXIII - XXIV - XXV - XXVI - XXVII - XXVIII - XXIX - XXX - XXXI - XXXII - XXXIII