Deslivros:Criando seu próprio anime

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

Este deslivro é parte do acervo de desmanuais Nuclear-explosion.jpg

ExclamationAlertStyle.jpg Leia nas entrelinhas! Este artigo contém piadas que você só vai enxergar se passar o mouse por cima dos links!


Criar seu próprio anime é que nem escrever roteiro de novela da Rede Globo. Não precisa ter talento, nem criatividade. Escolha os clichês certos, na ordem correta, de acordo com o tipo de anime escolhido, e é certo que seu anime fará tanto sucesso quanto Dragon Ball, Xaruto Naruto, Cavaleiros do Brasil Cavaleiros do Zodíaco e outras coisas por aí. Nunca esqueça: Por mais que um anime seja totalmente repetido e eivado de lugares-comuns, sempre haverá um otaku para achar que é a coisa mais original do mundo.

Tabela de conteúdo

[editar] Shounen

Anime do tipo Shounen costuma ser o mais explorado por autores que desejam lucrar fácil com venda de bonecos, cartinhas e outras tralhas compradas por moleques de até 12 anos. E como guri retardado aceita tudo, não há o menor problema em seguir os passos abaixo como receita de bolo.

[editar] Os Personagens

Em anime, a palavra chave é criatividade!
Os animes têm como padrão alguns biótipos e é obrigatório tê-los em toda e qualquer obra. Se você não seguir essa regra, seu anime está fadado ao fracasso. Vamos a eles:
na maioria das vezes o personajen principal deve ter cabelos espetados e de cor chamativa. Como branco rosa laranja amarelo não que isso seja raro em animes mas é obrigatório no protagonista
  • Personagem principal bobo, comilão, virgem e inútil na arte de xavecar, mas que quando fica sério vence qualquer inimigo: o clássico herói. Temos como exemplo o Goku,Seiya de Pegasus Seiya, Naruto, Yusuke, Hanamichi Sakuragi...Em alguns casos, ele pode ser só bobo e virgem, então as outras atribuições passam para seu melhor amigo. Um exemplo clássico é no caso Kenshin/Sanosuke. Esse personagem sempre deve ter a voz da dubladora do Goku em japonês, e no Brasil devem ser dublados todos pelo mesmo dublador.
Típica menina irritante e vagaba
  • Menina irritante, peituda (quase sempre), louca pra dar mas que não consegue transar nunca: É uma Bulma da vida. Ou uma Téa, Kagome, Sakura... Essa personagem você conhece bem, porque nos Hentais ela sempre dá pro elenco inteiro. Só serve para o autor poder colocar fanservice de vez em sempre quando, para não ficar tão repetitivo aquele monte de luta de 50 episódios. Dever ter a voz japonesa de menina idiota (dubladora da Sakura do Naruto) e em português, a voz da Kaoru do Samurai X.
  • Não se esqueça da garota completamente doida pra dar pro personagem principal e que ele não quer.

Ela pode ser tanto timida quanto tarada como Hinata e Misa.

  • Cara fodão com pinta de mau que mata os inimigos, humilhando. Tem sempre a pose de fodão e acha o herói um fraco. Exemplos clássicos: Ikki,Shuya Goenji Sasuke, Vegeta, Hiei, Hajime Saitou, Dr. Jackal(quando ele ajuda os heróis), Yohei Mito...
    Ikki, o fodão
    Obrigatoriamente, deve ter o dublador do Ikki, senão ele será derrotado várias vezes pelo herói (vide: Vegeta).
  • Amigo leal, babaca e mais ou menos forte. Kuririn, Shiryu, Sanosuke, Kuwabara... São amigos leais, porém são muito fracos, porque nunca vão conseguir vencer o chefe dos vilões. Mas devem estar lá para dar contexto à história e motivos para o herói ficar puto e buscar vingança. O dublador dele pode ser qualquer um, já que é só um idiota secundário. Geralmente é o dublador do Kuririn.
  • Cara com pinta de viado, que sempre vezes pega alguém e é a sensação da mulherada. Kurama, Shun, Bakura, Sai (Naruto), Rukawa, Yamcha (ahhh tá bom que não é. Certeza que a Bulma chutou ele porque ele pediu um fio terra).
  • Amigo fraco. Esse é o caso do Tenshinhan, Hyoga, Yahiko, Tristan...São pessoas que sempre são derrotadas, mas ao contrário do amigo leal e mais ou menos, são mais respeitados.

Geralmente vivem isolados em ilhas, montanhas ou florestas e passam o tempo vendo pornografia na internet e comendo coisas gordurosas (não. Você não é um mestre gordo, nerd preguiçoso!).

  • Vilão muito forte que depois que vira um merda quando vem o próximo. Essa é uma regra que funciona em loop. Vejamos com um exemplo prático: Raditz, irmão saiyajin do Goku, quando chegou à Terra, era forte pra caralho. Goku penou, venceu e veio o Freeza (sim, vamos ignorar o Vegeta, na teoria ele não é vilão). Quando Goku enfrentou o Freeza, se o Raditz viesse com a mesma força, ele seria um inseto. Depois que o Goku derrota o Freeza, vem o Cell, nesse momento o poder do Freeza já era equivalente a nada. E por aí vai. Isso deve se prolongar e repetir vilão após vilão.
    Aqui ele está fodão
    Só que sabe a lei...Voltou, fodeu. Virou um merda.

Observação: Existe uma diferença crucial entre vilões americanos e japoneses. Um vilão americano quer dominar o mundo, já o de anime quer destruir o mundo e se possível o universo também. Não se esqueça disso quando criar seu vilão.

  • Vilões coadjuvantes que só servem pra morrer. Esses são os favoritos. Que tipo de maluco, sádico e idiota faz questão de criar personagens que só servem para morrer? Eu digo! o Roteirista de anime adora fazer isso.

Veja bem, pare pra pensar. Você tem os heróis que o pessoal mais gay adora, você tem os caras escrotos do mau, que os otakus mais metidos a bad motherfucker gostam, tem as gurias retardadas que as menininhas e os autores de hentai gostam...E tem um monte de caras, totalmente escrotos, com nomes genéricos e poderes wherever que só aparecem para morrer e ninguém gosta. É o loser do anime. Vamos ver como isso acontece na prática?

Cquote1.png Você vai morrer Kenshin Cquote2.png
Vilão coadjuvante que só serve pra morrer sobre herói

Cquote1.png Ah é? Segura aí então ô fodão...RKAMEHAMEHADOUKEN DE PÉGASUS AMAKAKERU RYU NOHIRAMEKI LEIGAN NO JUTSU COM COELHO AZUL!!!! Cquote2.png
Herói sobre mostrar como resolve as coisas

Cquote1.png Agh!!! Cquote2.png
Vilão coadjuvante que só servem pra morrer sobre cumprir seu objetivo de existência

Quantas cenas isso não te traz à memória? Muitas né... E você engole tudo como se fosse novo...Idiota...hahaha. Vamos ver exemplos? Nappa, Exército Red Ribbon, Afrodite de Peixes, Nori, Matt(Death Note), quase todos os ajudantes do Makoto Shishio com exceção daquele pirralho que apenas sorria... Desse temos a variação que são os amigos do herói que só servem pra morrer. Mas como é uma categoria opcional, nem vamos dar importância a eles. Só vou dar um exemplo: o Cavaleiro de Lobo.

[editar] Tipos de herói

Você deve escolher qual será o tipo de seu herói. Com isso fica mais fácil definir como será a aventura. Os tipos são poucos, então uma pessoa normal consegue decidir facilmente. Emos e otakus têm mais dificuldade para decidir. Se opção sexual que só tem duas eles ficam indecisos, imagina aqui que tem mais de 5...

Típico maluco que anda com espada nos tempos modernos, também chamado de guerreiro medieval num futuro imaginário
  • Lutador: Lutador de rua, cara brigão da escola, esses são os caras que só sabem brigar. Nem ler direito sabem. Ideal para histórias sem muito roteiro, prezando a porradagem nua e crua.
  • Samurai ou ninja: Esse é pra histórias com um pouco mais de conteúdo. Quando você põe um herói dessa categoria, ele deve ter um amigo da categoria acima.
  • Guerreiro num futuro imaginário: Esse aqui é o cúmulo da utilização de LSD. Me diz uma coisa...Se você está andando pela sua cidade, seja lá onde for, São Paulo, Pato Branco...Se você olha pro lado e vê um cara com roupa de guerreiro medieval, ou mesmo de kimono andando na rua. O que você faria? O mínimo é rir, pelo amor de Deus. Claro que se você for otaku, pode ignorar isso que eu falei. Mas se você quer viver isso, visite a cidade de São Paulo e vá em um domingo ao bairro da Liberdade.

Mas enfim, esse tipo de herói é algo como o Conan andando em Nova Iorque. Com o detalhe que ninguém ri e nem a polícia abate ele a tiros.

  • Criador de bichos totalmente escrotos: Resumindo, é um guri retardado e cuzão que cria bichinhos pra lutar por ele. Péra! Para...Para a porra toda! Acabei de perceber. Pokemon, Digimon... Essa porra toda é uma rinha de galo de japonês. Isso incentiva a criança a pôr pitbull pra brigar mermão! Esse tipo de herói costuma ser muito usado em animes infantis, com o objetivo de fazer a pirralhada comprar os bonecos e os jogos desses bichinhos depois.

Obs: Independente do tipo do herói, crie habilidades fodônicas com um nome grande para as crianças falarem na escola.

[editar] Iniciando seu roteiro

Ah, os magníficos roteiros de anime. Se eu fosse dar um Oscar de melhor roteiro, certamente seria pra um deles. Após escolher o seu personagem tudo fica mais fácil em questão de ambiente, etc.

Vamos ver:
Aqui na escola é assim...
  • Se você escolheu um lutador, a história deve começar com uma briga. Não importa com quem, mas ele deve ganhar no primeiro golpe. De preferência um golpe simples, tipo um soco ou um chute voador. Após ele golpear, tudo deve ficar branco e o oponente cair em câmera lenta. Isso é para que quem está assistindo se empolgue pensando "Nooooossa! Como ele é fodão!". Depois de um tempo, você terá que encaixar um torneio de artes marciais na história. Isso é bom, porquê você pode encaixar um monte de personagens que só vão aparecer em chaveiros e camisetas. Nesse torneio, o cara que foi derrotado no primeiro episódio, deve aparecer como amigo do personagem principal.

À partir daí, basta você fazer seu personagem achar inimigos mais fortes e levar uns 50 episódios para vencer cada um. Nisso você já tem 8000 temporadas.

  • Com um personagem principal samurai, ele deve começar como um andarilho. Ou comendo em um restaurante
    Não humilhe a garçonete!
    Para porra!Eu tava defendendo a garçonete, você devia bater no agiota...
    (NUNCA, MAS NUNCA ELE DEVE TER DINHEIRO PRA PAGAR!!!!), ou andando pela cidade. Nisso acontece uma briga, por algum cara, geralmente rico, sendo injusto (opções: está bêbado e quer humilhar a garçonete, ou é agiota e está humilhando um cara que está devendo pra ele. Veja bem, o primeiro caso, ok. Sacanagem humilhar a garçonete, mas ela podia simplesmente cuspir no yakisoba dele...Agora no segundo, porra! Porque um velho vai pegar dinheiro com um agiota. Se não pagou tem que apanhar mesmo...) e o samurai vai e detona todo o lugar e os inimigos.

Pra essa cena ficar legal tem dois pontos fundamentais:

  1. O cara ter capangas;
  2. Alguém dizer "Não faça isso, eles são perigosos".

Depois, o samurai revela um trauma antigo, muita gente morta, fica amiguinho da mocinha, conhece mais amiguinhos, aí aparece um monte de vilãozinho, ele mata todo mundo e vem o chefão! Aí fica 3275 episódios até ele derrotar o chefão e seus capangas e nisso você completa sua saga.

  • O ninja deve começar treinando. Depois de muito tempo mostrando o treinamento dele e como ele ficou fodão, encaixe ele num torneio, e siga as instruções do roteiro de lutadores.
  • O cara do espaço, deve ter elementos de Star Wars combinados com a demora característica dos animes. Então após você mostrar os dias dele na academia espacial (WTF?), ponha ele de ajudante numa nave, mate o capitão e faça ele assumir o comando. À partir daí, coloque ele pra enfrentar raças alienígenas compostas por mulheres azuis ou verdes com seios enormes e homens totalmente deformados, comandados por um humanóide com partes de robô no corpo.
  • O guerreiro futurista, deve seguir o mesmo roteiro do samurai, mas com a diferença que ele vai fazer exatamente tudo igual em tókio no século 32, com naves, armas laser e ele usará uma arma medieval.
  • O criador de bichos escrotos, deve ser derrotado no primeiro episódio. E também deve ganhar um bicho que ninguém quer. Com o tempo, ele vai perceber que o bicho possui poderes maiores que qualquer monstro gigante. Nesse desenho, durante as lutas, enfatize gritos do treinador com cenas do bicho dele todo fodido(O IBAMA deve adorar essas coisas...).

[editar] Coisas fundamentais

Abaixo, veremos uma lista de coisas que não podem faltar em seu anime:

Cquote1.png N...Não posso vencer. Ele é muito forte Cquote2.png
Cquote1.png NÃO! Em nome de Athena, tenho de vencer! Cquote2.png
  • Momento em que o personagem principal fica atônito e diz N...Não posso vencê-lo...Agh!;
  • Momento em que o personagem principal levanta puto e diz "Não posso ser derrotado!";
  • Sangue;
  • Vilão que fica bonzinho;
  • Desavenças entre o herói e o vilão que fica bonzinho;
  • Menina de saia curta;
  • Aprendizado de golpe novo que eventualmente vai falhar no chefão na primeira vez e na segunda leva o herói à vitória (nããão, no Recife);
  • Explicação de um ataque;
  • Uma vingança;
  • Um perdão;
  • Guria retardada se apaixonando pelo herói por alguns segundos;
  • Momento que parece que o herói morreu e ele levanta todo quebrado e descobre um poder interior;
  • Flashbacks (sim! Milhões Bilhões deles);
  • Reaparição de um vilão antigo;
  • Ressurreição por métodos miraculosos;
  • Saltos gigantes;
  • Lutas que começam com dois personagens correndo em cenas que mostra-se apenas o rosto, a mão com um número dois com os dedos indicador e aquele que manda os outros se foderem junto ao corpo e um cenário de Tom e Jerry no fundo;
  • Apelação sexual;
  • Esquete engraçadinha (entre as partes, mostrando que vamos pro comercial);
  • Final com todo mundo sorrindo;
  • Final com "continua..." (isso é o que mais tem).
  • Acabar o manga no meio da luta final.
  • O herói vai pra casa do caralho por uma temporada ou saga inteira do anime,volta fodão,mata todos os vilões e toma um cacete do chefão
  • O herói em alguma hora do anime leva um soco de alguma garota(de preferência a menina mais principal, pra dar um clima de que ela o odeia);
  • Caso seu anime for ecchi sempre (Sempre mesmo!!!)coloque senas das meninas semi-nuas, ou com apenas calcinha ou só de sutian!!
  • O heroi ficar anos viajando para aprender novas tecnicas e quando volta não ter aprendido nada alem de que seu mestre é um velho tarado
  • Personagens sem nenhum tipo de noção de tempo

[editar] Shoujo

Típica protagonista de Shoujo

Se você prefere ir no caminho das gurias retardadas, deverá criar um anime do tipo Shoujo. Por increça que parível, chega a ser mais fácil do que criar roteiro de Shounen. É só colocar criaturas fofinhas, romances bem previsíveis e pelo menos tentar incluir alguma comédia, mesmo que a nível de Zorra Total. Só tem um problema: É mais difícil explorar Shoujo comercialmente, afinal menininhas não costumam colecionar bonequinhos de heróis ou cartinhas de Yu-Gi-Oh! Aí o negócio é apelar para as otakas... Essas geralmente são fanáticas por seus animes e compram tudo que for quinquilharia relacionada nos eventos de anime. Shoujo pode ser uma alternativa interessante.

[editar] Os personagens

Típica personagem de Shoujo, guria retardada fofa
  • A personagem principal: Quase sempre será uma guria retardada com idade entre 12 e 17 anos, só que com cinco anos a menos de desenvolvimento cerebral, principalmente se for um anime de romance (90% dos casos) e/ou comédia. Poderá haver algumas poucas exceções caso você prefira um estilo mais alternativo, do tipo drama ou Shoujo Ai, sendo este último um quase Yuri. Os exemplos mais comuns de protagonistas Shoujo são Sailor Moon e Konata Izumi. A dubladora japonesa obrigatoriamente deverá ter voz de miado de gato, e a dubladora brasileira terá a voz da Sakura, não a do Naruto, mas a de Sakura Cardcaptors.
A amiga retardada da protagonista
  • O pelotão de melhores amigas: Geralmente será um grupo formado pela principal e cerca de quatro melhores amigas, sobretudo se for um anime do tipo Garota Mágica, para poder formar cinco integrantes. Pelo menos uma deverá ser escabrosamente uma guria retardada, dez vezes mais retardada do que a protagonista, e será a base da maioria das não poucas cenas de comédia. Outra deverá ser do tipo durona, para protagonizar as cenas de briga entre as personagens, sendo que as brigas devem ter tom de comédia sempre, com direito a gotinhas e choradeiras em forma de rio. A última deverá ter a personalidade mais misteriosa e nunca dar risada, diferentemente das outras; esta servirá de escada para as cenas de romance, atuando como a parte racional do grupo de amigas. Opcionalmente, você pode incluir uma guria daquelas bem birutas, que passam graxa no pão e manteiga no sapato, para engrenar mais passagens de comédia sem desgastar demais a amiga guria retardada. Geralmente essa será a única nerd no meio das outras quatro malucas. A dubladora da mais retardada terá sempre voz de passarinho, e as dubladoras das amigas mais sérias terão a voz da Sailor Jupiter ou da Sailor Mars.
Essa é a amiga durona
  • A patricinha fresca: Essa pode estar entre as amigas ou ser rival da protagonista, ao seu gosto. Ela é a que tem grana e mais facilidade para atrair (e trair) os garotos, que estão de olho menos no bolso do que nas bolsas de ar da garota, sempre uma gostosa, e obrigatoriamente loira. Por ser uma personagem de diversos usos possíveis, o risco de se cair em clichê é menor, mas é certo que ela sempre servirá de escada nas cenas de romance do anime, ou como rival da protagonista ou como a amiga em que a protagonista se inspira para perder a timidez. Exemplos: Eri Sawachika, Umi Ryuuzaki (se bem que não é loira, mas é paty).
Bichinhos fofos
  • O bichinho fofinho: Otakas adoram criaturas kawaii*.* , portanto não deixe de utilizar estes seres magníficos e fofos. Animes de garotas mágicas deverão tê-los obrigatoriamente, e aos demais subtipos, são no mínimo recomendáveis. Para criar uma criatura dessas, basta pegar um círculo branco ou de outra cor clara, deixá-lo mais ou menos oval, colocar olhos bem grandões, pintar bochechas de vermelho, colocar um sorriso de ponta a ponta e orelhas e patas de coelhinho. Se faltar criatividade, pode-se simplesmente colocar um gato no lugar, com uma ou duas características diferentes ao seu gosto, e inclusive pode ser explorado em cenas de cheiramento com a personagem principal e/ou sua amiga retardada. Exemplos: Mokona, Kero, Luna.
Típico galã
  • O garotão metido a José Mayer: Mesmo se não for um anime de romance (difícil acontecer), ele é figura certa, pois as otakas são loucas por galãs bichonas bishounen. Obrigatoriamente uma das cinco amiguinhas principais deverá estar apaixonada pelo sujeito, preferencialmente a protagonista. Então, ou ele é o mais popular da escola e recebe tanta oferta das outras garotas que acaba nem percebendo a existência da protagonista, ou existe alguma outra barreira impedindo um romance entre os dois, como diferenças sociais, timidez, poder mágico secreto que o garoto não pode revelar a nenhuma garota, etc. Se for anime de magia, o galã será sempre o cavaleiro que ajuda a mocinha apenas nos momentos de urgência. Exemplos: Mamoru Chiba, Lantis, Souichirou Arima. Geralmente ele tem a voz do dublador do Ikki de Fênix ou do Tenshinhan.
Típico vilão de anime de garota mágica
  • O vilão igualmente metido a galã: Se houver algum vilão, em geral se for anime de magia, ele também deve ser afeminado gostoso. Obrigatoriamente ele terá uma mulher sexy como braço-direito, que sempre o ajuda em seus planos por estar apaixonada por ele e não ter coragem para se declarar. Se for uma vilã principal, apenas invertemos os sexos ou não da vilã e do servo fiel, mantendo o mesmo enredo. Opcionalmente, a mocinha pode se apaixonar pelo vilão e tentar trazê-lo para o lado do bem. No mais, aplicam-se mutatis mutandis as regras do mocinho galã, na seção logo acima. Exemplo clássico: Zagato.

[editar] Roteiros

São várias as possibilidades de roteiro, mas quanto mais romance, melhor, se o anime inteiro já não for romance.

  • Romance: Nove entre dez animes Shoujo serão do tipo romance, por ser um tema universalmente adorado por gurias retardadas. Não tem nenhum problema de se fazer muito clichê, porque é tudo muito bonito mesmo e as otakas nem ligam, desde que tenha pelo menos um bishounen. O romance normalmente acontecerá entre a protagonista e o garoto mais popular da escola, que não liga para ela por estar sempre rodeado de hentai girls, mas posteriormente acaba descobrindo que a personagem principal também é uma hentai girl, e de qualidade ainda superior, ou por algum outro motivo piegas ele acaba se apaixonando por ela no final do anime. Outra fórmula muito útil é a do casal principal em que um dos dois é tímido demais para se declarar ao outro, quando não os dois são tímidos, ou então um dos dois tem algum segredo que não permite o romance, como por exemplo um poder mágico ou uma maldição do tipo "meio gente, meio animal", e a declaração do amor mútuo só ocorre no último episódio (se for garota mágica, ocorre depois que algum vilão é derrotado com a ajuda do cavaleiro galã). No caso de uma personagem do estilo durona, ela deverá se apaixonar secretamente por um garoto da mesma classe, preferencialmente de personalidade oposta, e nunca admitir o sentimento para ninguém, nem mesmo para as amigas. Quase sempre ela odiava o cara no começo do anime e depois acabou se apaixonando. Alternativamente, pode-se colocar um triângulo amoroso entre a protagonista, o galã e a patricinha fresca, ou entre a protagonista e dois galãs, sendo um deles um aluno recém chegado na escola.
Garotas Mágicas
  • Garota Mágica: Repleto de magias, criaturas fofinhas, purpurinas e cavaleiros e vilões galãs. Pode ser uma protagonista sozinha ou um grupo de três a cinco, no estilo Power Rangers, sempre vestidas com uniformes coloridos e brilhantes, cheios de lacinhos, fitas, corações e estrelinhas em volta. Geralmente são gurias retardadas em idade escolar que, por algum motivo besta, recebem a missão de salvar a Terra ou algum outro mundo paralelo das mãos do mal. O vilão sempre é derrotado no final com o poder do amor das garotas mágicas ao mundo a que decidiram servir, nunca com porradaria direta, diferente dos Shounen. Exemplos: Sailor Moon, Sakura Cardcaptors, Corrector Yui.
  • Comédia maluca: São repletos de gente maluca e retardada. As personagens devem ser excêntricas em tudo e ter aquela irritante voz de miado de gato. Pode até ter romance no meio, mas o foco sempre será as cenas de comédia. Talvez este seja mais difícil, pois requer maior criatividade do autor para criar as frequentes tiradas de humor, a não ser que se pretenda criar um anime da Praça é Nossa ou do Zorra Total. Exemplos: Lucky Star, Azumanga Daioh, School Rumble.
Típica comédia harém
  • Comédia harém: Muito utilizada nos animes árabes, também é comédia, mas em vez de explorar a loucura das gurias retardadas, a graça está nas situações um tanto constrangedoras passadas pelo protagonista. Aliás, nesse tipo de anime, geralmente o protagonista é masculino, o que coloca em dúvida a sua classificação como anime Shoujo, pois quem gosta de ver a putaria toda é tudo punheteiro otaku mesmo. Para criar uma comédia harém, é só meter um garoto nerd e fracassado no meio de um grupo de mulheres malucas, que em um dado momento deverão todas se apaixonar pelo protagonista, que obrigatoriamente não ficará com nenhuma delas no final. As comédias acontecerão sempre em cenas nas quais o cara "sem querer" entra no banho e dá de cara com as garotas peladas e por isso toma um monte de porrada delas, ou então "sem querer" acaba encostando nos peitos da garota principal, e também toma porrada por isso. Não pode faltar saída de sangue pelo nariz. É um bom tipo de anime a se criar, pois mesmo que não faça muito sucesso, certamente vão fazer muitos hentais dele na internet. Exemplos: Love Hina, Mahou Sensei Negima!, Tenchi Muyo
Típicos personagens de Yaoi
  • Drama: Esse é muito chato, só faça se preferir algo bem alternativo. É só colocar um bando de garotas emos como protagonistas, garotos emos como machos delas, sendo que, por serem emos, dificilmente esse tipo de anime gerará algum romance. Nesse anime, se a protagonista for a única pessoa não-emo, ela fará de tudo para converter o galã, mostrando que a vida não é uma grande emice. Pode-se também criar uns roteiros bem malucos e lisérgicos, sempre repletos de personagens down, necessariamente vestidos de preto. Exemplos: XxxHolic, Fruits Basket
  • Yaoi: Se você me vier com Yaoi, saia de perto de mim. Mas a verdade é que se você olhar um site de fanfics, verá várias de roscas queimando, todas criadas por otakas. Por isso essa é mais uma opção. Para criar um Yaoi, não precisa de grandes roteiros, desde que junte um viadinho e um viadão, um "uke" e um "seme", como dizem as otakas. O viadinho obrigatoriamente deverá ser uma boneca toda rosinha, do tipo "Priscila, a Rainha do Deserto", e o viadão será o seu macho, o cara durão por fora, mas que no fundo joga é no time adversário mesmo. Igual hentai, em Yaoi, roteiro pouco importa, pois a atração está na pura e simples viadagem do casal de protagonistas. Exemplo: Gayvitation.

Então, assim termina o manual de como criar seu próprio anime.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas