TEOLOGIA COMO CIÊNCIA - A DOUTRINA SAGRADA O QUE É? QUAL SEU ALCANCE?

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


QUESTÃO I
O QUE DIABOS É A DOUTRINA SAGRADA
em dez artigos


Artigo 1
É necessária outra doutrina além das disciplinas filosóficas?

QUANTO AO PRIMEIRO, ASSIM SE PROCEDE: Parece que não é necessária nenhuma outra disciplina filosófica, já não basta as que já existem para infernizar a cabeça dos estudantes, se faz supérfluo a existência de algo só para os humanos acharem que tem mais currículo para chegar aos Céus depois que morrer. São Pedro não é executivo de RH, o currículo que ele checa é outro. Já não basta ter que estudar geografia, matemática, física, química e ainda querem inventar novas filosofias? Não!

EM SENTIDO CONTRÁRIO a segunda carta de Agnaldo Timóteo e o ET Bilu diz que devemos buscar mais conhecimento através da Escritura.

RESPONDO. Deus não está nem aí se você sabe decorado todos versículos ou se sabe defecar pela boca qualquer passagem da Escritura, e muito menos a sua compreensão daquele texto, mas sim na tua prática.

Após milhares de anos de humanidade a razão humana só compreendeu uma pequeníssima parcela do que é Deus. Não force muito os neurônios, é como pedir para macacos executarem uma neurocirurgia num elefante com raiva.

Artigo 2
A doutrina sagrada é uma ciência?

QUANTO AO SEGUNDO, ASSIM SE PROCEDE: Parece que a doutrina sagrada não é uma ciência uma vez que não pode ser reproduzida em laboratório e uma das premissas para ser um cientista é ser ateu que acredita no Big Bang e na Teoria da Evolução, logo alguém que não tem fé, o requisito essencial para se estudar a doutrina sagrada. Por isso surgem os teólogos, que são como pessoas vendadas num quarto escuro procurando um gato preto.

EM SENTIDO CONTRÁRIO Agostinho diz que a ciência não existiria se não fosse por Deus que criou tudo a priori, e quem tem fé poderia estudar Deus.

RESPONDO. Existem duas ciências. A ciência dos ateus que acreditam que tudo são átomos, e a ciência que é uma matéria ensinada na escola. Não é possível construir um LHC para reproduzir Deus, logo não há ciência da doutrina sagrada.

Artigo 3
A doutrina sagrada é uma ciência una?

QUANTO AO TERCEIRO, ASSIM SE PROCEDE: A doutrina sagrada nem é ciência para começar, então é claro que não é uma ciência una. E mesmo que forçando a barra se considere a doutrina sagrada uma ciência, ela não seria una, pois estudaria Deus, humanos, anjos e descíclopes.

EM SENTIDO CONTRÁRIO: o Livro do Conhecimento diz que Deus deu aos humanos um pouquinho de neurônios para que pudessem limpar a bunda após cagarem e cogitarem a existência do divino.

RESPOSTA: A doutrina sagrada é "una" se você ver do ponto de vista que Deus criou todas as coisas e até a si próprio. Você, eu, uma anta, um estuprador psicopata, somos todos uma mesma gelatina em formato de coisas que morrem.

Artigo 4
A doutrina sagrada é uma ciência prática?

QUANTO AO QUARTO, ASSIM SE PROCEDE: parece que a doutrina sagrada é prática.

1. Afinal não adianta de droga nenhuma você ler toda a Bíblia e fazer isso para extorquir dinheiro de pobres e alienados fiéis.

2.ADEMAIS, a doutrina sagrada trata de leis. E leis são feitas para serem praticadas, não ignoradas, apesar da vontade de sacanear os outros e Deus sempre ser mais forte.

EM SENTIDO CONTRÁRIO Deus não pode ser praticado, somos apenas suas criaturas.

RESPONDO. Para isto inventaram o The Sims, a clonagem, o controle de natalidade e a manipulação do código genético.

Artigo 5
A doutrina sagrada é mais excelente que outras ciências?

QUANTO AO QUINTO, ASSIM SE PROCEDE: A doutrina não é mais excelente que as outras ciências, porque esta é dotada de humildade e não fica se achando a certa. Por isso não saia tentando converter os outros no grito, Deus não gosta disso.

1. Com efeito de que por tratar de truques de mágica bem bolados como todos aqueles de Moisés a doutrina sagrada pode ser colocada em dúvida.

2. ADEMAIS, é próprio que uma ciência muitas vezes tome emprestado de outra. E assim como a sexologia toma emprestado da biologia, a doutrina sagrada toma muito emprestado das lições de moral da vovó no livro dos Provérbios (a Sabedoria)

EM SENTIDO CONTRÁRIO se Deus criou tudo, ele também criou as ciências, então Ele é o Fodão com F maiúsculo e está acima de todas as outras ciências mundanas.

RESPONDO. A teoria do Big Bang é tão ridícula quanto dizer que Adão e Eva criaram uma família de incestuosos. Se é impossível provar a priori que Deus existe, também é impossível provar que ele não existe, assim como também é impossível provar que você existe, talvez você seja uma alucinação minha. Nada jamais pode ser provado, esse é o trunfo de Deus, e não a superioridade de sua ciência.

Artigo 6
É essa doutrina uma sabedoria?

QUANTO AO SEXTO, ASSIM SE PROCEDE: parece que essa doutrina não é uma sabedoria, nem rpecisa saber ler e escrever.

1. Por tomar seus princípios fora de si, a doutrina sagrada não é uma sabedoria enquanto fé cega. Pois não é sábio sacrificar o seu próprio filho só porque você está tendo alucinações e o confundiu com o carneiro que iria limpar para o jantar.

2. ALÉM DISSO a fé é indiretamente proporcional ao estudo (sabedoria). Quanto mais pobre, miserável e vagabunda uma pessoa mais ela quer coisas de Deus e mais ela acredita Nele. Logo, não é uma sabedoria.

3. ADEMAIS, esta doutrina se adquire lendo livros chatos pra caramba, coisa que a sabedoria dispensa, pois você ou nasce, ou não nasce com ela.

EM SENTIDO CONTRÁRIO o Livro do Anônimo diz que a doutrina divina é sabedoria.

RESPONDO. Fudeu com todo meu raciocínio, então a doutrina é uma sabedoria por excelência, suprema e irrefutável dentro de nós por infusão.

Artigo 7
Deus é o assunto desta ciência?

QUANTO AO SÉTIMO, ASSIM SE PROCEDE: parece que Deus não é o assunto dessa ciência.

1. João Damasceno disse que é impossível saber quem é Deus, pois ele não tem msn, Orkut e nem conta na Desciclopédia.

2. ADEMAIS. Deus é só um dos vários assuntos da doutrina sagrada. Você pode ver também criaturas, terrenos, encantamentos e mágicas.

EM SENTIDO CONTRÁRIO. Tá, mas a Escritura é lotada de coisas sobre Deus.

RESPONDO. Deus é o assunto dessa ciência

QUANTO AO 1°, portanto, deve-se dizer que embora não possamos saber de Deus quem Ele é.

QUANTO AO 2° A sagrada Escritura dividos em espécies, na realidade tudo é Deus.

Artigo 8
Esta doutrina se vale de argumentos?

QUANTO AO OITAVO, ASSIM SE PROCEDE: parece que essa doutrina não se vale de argumentos.

1. Ateus são muito nerds. Não se argumenta a doutrina divina com esse tipo de gente, desista!

ADEMAIS se essa doutrina se valesse de argumentos, seria de argumentos de autoridade, tipo, Deus iria surgir entre as nuvens cuspindo raios pelos olhos e fritando. Já dizia o FILÓSOFO onde a razão humana oferece provas a fé não tem mérito nenhum.

EM SENTIDO CONTRÁRIO ela deve ser capaz de refutar os adversários, afinal, é suprema, é o máximo, é o supra-sumo da verdade verdadeira.

RESPONDO A doutrina sagrada, ao contrário das demais ciências não precisa ficar provando nada, pois ela se ostenta nao argumento da fé. Se você acredita em Deus, legal. Se você anão acredita em Deus, então senta lá e agradeça por Ele ter te dado o livre-arbítrio para que você pudesse duvidar Dele.

QUANTO AO 1°, portanto, deve-se dizer que através da fé pode-se provar as coisas. É só acreditar fanaticamente, e assim surgem os homens-bombas ou os chauvinistas nas Cruzadas.

QUANTO AO 2° deve-se dizer que é muito próprio da doutrina divina utilizar argumentos de autoridade, como dizer que aquele teu câncer no colo do útero é intervenção de Deus por você ser uma completa puta que quebra todos dias a virtude da temperança.

Esta ciência não busca provar a fé, o que seria algo imbecil por si só.

Artigo 9
A Sagrada Escritura deve se utilizar de metáforas?

QUANTO AO NONO, ASSIM SE PROCEDE: parece que a Sagrada Escritura não se utiliza de metáforas por ser uma baita coisa de otário.

1. Metáforas são coisas de poesia, e poesia é coisa de gente fresca, a poesia ocupa a parte mais baixa das ciências, é a ralé da ralé. Não seria própria para ilustrar a doutrina divina que é a maioral de todas.

2. ALÉM DISSO para uma ciência que busca manifestar a verdade, ficar de frescuragem e pegadinhas compondo a Escritura cheia de significados obscuros só para dificultar e fazer a alegria das teorias da conspiração não parece o objetivo dessa merda toda.

2. ADEMAIS, as criaturas mais próximas de Deus são mais perfeitas e não deveriam ficar sofrendo com essas Escrituras cheias de duplos sentidos. Como seria mais fácil ler a doutrina divina no seu sentido literal.

EM SENTIDO CONTRÁRIO Deus diz para Oséias que falará aos profetas através de parábolas, só para dar uma graça.

RESPONDO. Convém à Sagrada Escritura nos transmitir os ensinamentos, mas como existe muita pessoa burra no mundo, Deus tem que desenhar para ver se entendem (e mesmo assim tem gente que não compreende) e assim sugere-se a existência das metáforas.

QUANTO AO 1° Deus acha metáforas divertidas, todo mundo acha. É tão legal você falar coisas de múltiplos sentido e depois que a pessoa faz tudo errado você dizer "eu não pedi isso".

QUANTO AO 2° Deus deseja colocar as pessoas para pensar. Por isso Ele não fica mandando anjos para punir pecadores, Ele quer que você pense em algo que não seja putaria.

QUANTO AO 3° é graças a essas metáforas de múltiplos sentidos que requerem sensibilidade que a Graça Divina está velada aos mais indignos. A vida é como um imenso jogo de quiz onde alguns acertam as perguntas e vão para o Céu, e outros erram as perguntas e vão para o Inferno, e como todo bom jogo de quiz, as respostas não são reveladas antes das perguntas.

Artigo 10
O texto das Escrituras encerra vários sentidos?

QUANTO AO DÉCIMO, ASSIM SE PROCEDE: parece que a Escritura não é composta de alegorias de múltilos significados por não se tratar de carochinha.

1. Múltiplos significados num mesmo texto gera confusão, facilita o erro, causa o caos e fez os evangélicos aparecerem. Não é esse o objetivo da doutrina divina.

2. ALÉM DISSO Agostinho diz que o Velho Testamento é um mix de história etiologia, analogia, alegoria e RPG.

3. ADEMAIS a falta de antenas parabólicas não fazem pegar o meu Discovery Channel.

EM SENTIDO CONTRÁRIO Gregório nos diz que num mesmo discurso na Escritura temos um fato, e um mistério. Aquela porra realmente aconteceu mesmo ou é só uma figura de linguagem?

RESPONDO O autor da Escritura é Deus, só conversando com Ele para saber se é tudo verdade. Acredite numa fé cega ou corte os pilsos.

QUANTO AO 1° Deus gosta é do "Deus nos acuda" (no significado literal da expressão), a confusão gerada por seu livrinho deixa a humanidade no escuro batendo cabeça enquanto procuram o interruptor

QUANTO AO 2° vale lembrar que a Escritura é uma grande fanfic, especialmente a velha, além dos fatos ela é composta de significados.

QUANTO AO 3° o sentido parabólico da Escritura é literal.

I - I »