Desmanuais:Como começar uma religião

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é parte dos desmanuais, seu acervo de instruções livres de conteúdo. Nuclear-explosion.jpg


Cquote1.png Eu não me importo sobre que tipo de religião eles inventaram, contanto que eu possa seguir em frente com aquelas que me agradam. Cquote2.png
Oscar Wilde
Começar uma religião é um processo impressionantemente simples. O sistema inteiro requer apenas uma lista de passos básicos.

Passo 1: Achando seus seguidores[editar]

Esboços em preto-e-branco devem servir como evidência. Lembre-se, uma religião é , e não fatos.

Uma religião é inútil se você não tem quem seguí-la.

  • As pessoas devem acreditar em Deus você completamente.
  • As pessoas devem entregar suas vidas a Deus você.
  • As pessoas devem achar que você é maravilhoso e é o senhor.
  • As pessoas devem entrar em crise de remorso se você disser que elas quebraram as leis de Deus suas leis.
  • As pessoas devem negligenciar aquilo que você faz de errado, afinal, você é Deus, ou pelo menos, um representante dele.

Primeiro, você deve pesquisar a quem quer atingir com sua mensagem divina. Esse passo é crítico. Por menor que seja um erro, ele decidirá se sua religião vai ou não dar certo. De acordo com especialistas, 92% das religiões acabam no seu primeiro ano. Você não quer que a sua tenha esse mesmo destino, quer?

Você vai precisar decidir qual grupo vai o beneficiar mais. Existem cinco opções, cada uma com seus prós e contras.

Gente pobre e sem poder[editar]

Siga os passos propostos por Jesus, pra início de conversa. O Cristianismo, com sua ideia de igualdade e Espírito acima de Matéria é uma boa isca para pessoas de baixa renda.

  • Vantagens: Há muitas vantagens, e elas se multiplicam como coelhos. Pobres, geralmente, têm baixa educação, portanto, qualquer doutrina de inspiração que você pregar para eles, eles irão aceitar como verdade. Eles o darão até o último centavo de seus bolsos para pensar que vão para o céu.
  • Desvantagens: Eles são, como já é visto pelo nome, pobres e sem poder, portanto, não se lucra muito com eles. Eles têm uma influência relativamente pequena. Faça-os trabalharem para você.

Gente rica e louca[editar]

Procure por celebridades ricas, e, de preferência, com problemas mentais.

  • Vantagens: Pessoas ricas têm toneladas de dinheiro, poder e influência. Pessoas ricas, famosas e loucas possuem mais poder, dinheiro e influência ainda. Faça as contas.
  • Desvantagens: Quando dinheiro consegue resolver a maioria dos seus problemas, você não precisa seguir uma religião para ajudar.

Combine os dois acima[editar]

Diga a seus seguidores que os pobres e sem poder são especialmente abençoados. Incremente dizendo que, para que continuem com essas bênçãos, eles devem continuar pobres e sem poder. E para que ganhem as bênçãos melhores ainda, devem deixar os poderosos oprimirem-os horrivelmente.

  • Vantagens: Isso faz com que você ganhe popularidade tanto entre os pobres quanto entre os ricos. O Cristianismo fez isso há 2000 anos e, na maioria do tempo, deu certo.
  • Desvantagens: Pessoas que realmente acreditam na liberdade e na igualdade irão se voltar contra você.

Um grupo étnico[editar]

Como autêntico criador de uma religião, você deve ser como esse cara

O Judaísmo prega que os judeus são pessoas escolhidas por Deus, em despeito à má sorte ocorrida no últimos milênio.

  • Vantagens: Seus seguidores se sentirão tão especiais como nunca. Asiáticos conseguem trabalhar. Assim como os Estados Unidos.
  • Desvantagens: Você só pode crescer na medida em que os fiéis se reproduzem, então você tem que escolher uma população grande. Pessoas que não pertencem ao grupo que você escolheu podem se voltar contra você.

Nerds[editar]

Geralmente, uma área desconhecida, nenhuma grande entidade investiu neles. A igreja dos SubGenius tem um ramo nessa área, onde eles podem ficar longe de seus teclados e dos jogos de RPG.

  • Vantagens: Eles têm grandes habilidades com computadores. Se o seu quebrar, o conserto dele pode ser uma passagem grátis para o céu.
  • Desvantagens: Tendem a ser céticos. E mais, você quer nerds como seus seguidores?

Passo 2: Criando um nome[editar]

Nada atrai mais pessoas que um nome chamativo. O modo mais barato e rápido de fazer isso, é juntando palavras aleatórias. Exemplo: Bananismo, Bracervejologia, Sorvetadologia, etc. As possibilidades são literalmente infinitas. Ou, você pode balbuciar coisas sem sentido, na esperança de que saia algum nome bom. Agora, você tem que decidir um símbolo. Corpos celestes e instrumentos de tortura ou execução são sempre bem-vindos. Você também pode modernizar esses símbolos, usando coisas como meteoros, buracos negros (o apocalipse está chegando!), cadeiras elétricas ou estacas.

Passo 3: Criando um personagem principal[editar]

Cristãos possuem Jesus, Judeus, Moisés e Muçulmanos, Mohammad. Se você quer estar nas paradas, e causar conflitos internacionais, você tem que ter um líder convincente. Seu líder tem que seguir as seguintes características:

  • Homem ou mulher
  • É um bom orador
  • Uma figura de autoridade e comando
  • É capaz de fazer milagres
  • É respeitável
  • É bom com multidões

No evento, você pode não criar apenas um ser, o politeísmo grego é um exemplo. Experimente algumas ideias sobre membros com chance de prosperar. A capacidade de se acreditar neles é um ponto forte, mas não completamente necessário.

Passo 4: Criando seus inimigos[editar]

Crystal Clear app ktip.png
Dica:
Com problemas para criar seus inimigos? Na dúvida, colocar como inimigos os EUA é uma opção viável e aconselhada. Na verdade, é capaz de uma multidão de milhões se converterem à sua religião imediatamente.

Sua religião irá atrair incontáveis multidões se você criar uma batalha entre nós e eles. A mais comum de fazer essa briga, é fazer todos os outros deuses serem menores que você. Isso também ajuda a criar uma teoria de conspiração que dá a impressão que você está sendo perscrutado por eles. Se eles são um grupo de pessoas que você pode facilmente mostrar o dedo, então, isso impressionará seus seguidores ainda mais e trará mais fiéis para acompanhar sua batalha contra eles. Aqui há uma lista rápida de possíveis inimigos que você talvez considere para sua religião:

Crystal Clear app ktip.png
Dica:
Coisas sagradas para serem apontadas: Céu, chão, árvores, crianças, peitos*, flores, sexo, fantasmas, nada. * Nunca aponte mulheres como sagradas, elas são impuras, apenas peitos são sagrados.


  • Ursos
  • Bruxas
  • Árabes
  • Judeus
  • Gays
  • Ateus
  • Outras nações
  • Mel Gibson
  • Esse cara
  • Pagãos
  • Católicos
  • Vacas
  • Valentões
  • Anti-Cristos
  • Todos menos você
  • Você

Morais[editar]

Você está a caminho de conseguir uma religião classificada. Que tipo de código de moral ela terá? Há duas possibilidades. 1. A primeira é fazer um código tão difícil que todos falharão tentando cumpri-lo. Dessa forma, seus seguidores irão sempre se abdicar de suas atividades, para suplicar seu perdão sobre a mancha causada na(s) entidade(s) superior(es). Faça lavagem cerebral nos seus seguidores. Eles devem, na metade do tempo, se sentirem inferiores, porque não conseguem manter seu código de moral. Na outra metade, eles devem se sentir superiores sobre as pessoas que nem ao menos tentam seguir um código desses. Um código difícil irá funcionar perfeitamente se seu objetivo é dominar os seus seguidores. Naturalmente, como Deus, ou como um representante dele, você deve se sentir superior a todos. 2. O modo alternativo de código de moral é o fácil de seguir. Isso irá fazer seus seguidores ficarem felizes e lisonjeados, devido ao fato de conseguirem fazer, e, então, continuarão cheios de fé. Você pode promover orgias, ou outras coisas morais para que seus seguidores façam.

Doutrinas e punições[editar]

1. Convença seus seguidores que, se eles não acreditarem no que você diz, eles irão sofrer terríveis penas. Agora ou depois de eles morrerem. Dessa forma, eles irão continuar assustados, mesmo se nada ruim acontecer. Se cientistas falarem que partes do texto sagrado não fazem sentido, então, eles são abominações. Seus seguidores não podem ter acesso à educação que as conte onde o texto sagrado está errado. Seguidores idealistas irão estudar textos sagrados, adorações e trarão boas coisas pra você. A religião deve ser ensinada para crianças antes de elas terem idade o bastante para ver que não faz sentido. Às crianças, se deve ensinar cedo a religião, para que elas escapem das punições. Prescreva punições para aqueles na sua comunidade que não acreditam no texto sagrado que você escreveu. Prescreva punições para aqueles na sua comunidade que não acreditam em partes do texto sagrado que você escreveu. 2. Convença os seus seguidores antes que eles pensem em tentar outras religiões e doutrinas. Se as outras doutrinas são irracionais ou discordantes da ciência, é crucial que você não aponte isso. Se os seguidores das outras religiões seguem ideias tão facilmente quanto crianças fazem, isso é ruim. Esses que seguem outras religiões não são nada além de comida para leão.

Passo 5: Criando uma história base[editar]

Crystal Clear app ktip.png
Dica:
No nosso moderno, tecnológico, científico e racional mundo, as pessoas tendem a ser céticas sobre fantasmas, demônios, bruxas e assim por diante. Tente usar coisas futurísticas, como aliens. Religiões baseadas em aliens representam uma pequena parcela, comparadas às religiões normais, mas elas estão crescendo rapidamente no mercado atual.
Se você não tem uma base pré-existente para sua religião, crie uma boa história. Algo do tipo receber livros sagrados de um anjo deve funcionar.

Sem uma história base, sua religião é totalmente injustificada. Quem acreditaria em algo sem embasamento histórico? Você precisará de algo sólido para explicar como tudo chegou até aqui: o que estamos fazendo, quem nos pôs aqui, e com que propósito. Tipicamente, a forma com que nós vemos o cosmos, vai refletir a forma com que vemos a vida familiar. Será uma grande informação para seus leitores se seus estilos de vida se alinham com o divino. A parte mais importante da história é o que acontece conosco depois. Coisas boas acontecerão para aqueles que acreditam e obedecem você. Coisas ruins acontecerão com o resto. Trame uma complexa história envolvendo atos divinos, anjos, epifanias, poderes divinos, e garotas grávidas abençoadas. Se você não consegue pensar em nada bom, dê um tiro no escuro, ou olhe ao seu redor e procure objetos aleatórios para fazê-los dourados. Oh, pratos dourados... Se você não conseguir pensar em uma boa história sobrenatural, OVNIs e alienígenas sorridentes com olhos grandes podem funcionar.

Passo 6: Criando uma linha de trama[editar]

Crystal Clear app ktip.png
Dica:
Tente usar a tecnologia para ajudar na sua linha de trama. Por exemplo, coloque seu texto sagrado num wiki para que todo mundo possa editar.

Você precisa ter certeza que seus seguidores vão continuar voltando aos cultos. Deixe-os entretidos com momentos de angústia. Você pode criá-los enforcando seu Deus, crucificando-o ou qualquer outra coisa do tipo. De qualquer forma que você o faça, haverá alguma coisa que os deixará interessados. Paralisar pessoas e matá-las com bombas de hidrogênio é uma cena de angústia fantástica. Quando você a tem, coloque-a em alguma parte do livro. Escrever sua história lhe dá uma referência rápida e fácil e atrai credibilidade a ela. Após tudo isso, se alguém quiser publicá-lo, isso TEM de ser verdade.

Passo 7: Apresentando regras[editar]

Crystal Clear app ktip.png
Dica:
A maioria das conversões são como compras impulsivas; o cliente vai te dar algo como 30 segundos para lhe mostrar o que você está vendendo, e se você não consegue convencê-lo, ele irá comprar no concorrente.

As regras de uma religião devem estar em um guia rápido de mão, onde se consta tudo aquilo que deve ser punido e perdoado. Eis aqui as situações onde você deve improvisar.

Matar: Negativo ou positivo?[editar]

Você vai ter que pensar nessa questão com muito cuidado. Mesmo a menor abertura, pode criar uma ligação com Deus. Até que você esteja no topo, isso é uma questão descartável.

Homens e mulheres: Iguais ou subordinados?[editar]

  • Seriam mulheres, aos olhos de Deus, inferiores e obrigadas a fazer tudo aquilo que seus maridos falam?
  • Seriam homens, aos olhos de Deus, inferiores e obrigados a fazer tudo aquilo que suas mulheres falam?
  • Quantas mulheres um homem seguidor pode ter?
  • Quantos maridos uma mulher seguidora pode ter?
  • E quanto às virgens? E aos "casamentos espirituais"? Esses limites se aplicam ao líder da fé?
Crystal Clear app ktip.png
Dica:
Lei do tamanho: Os princípios básicos de uma religião devem caber no verso de um cartão postal. Pense nos Dez Mandamentos, ou no Nobre Caminho Óctuplo do Budismo. Rápido, compacto e adequado para pedaços de papel.


Comida: o que você não gosta?[editar]

A maioria das religiões possui tabus quanto a comidas. Como exemplo: Hindus não comem vacas, Judeus e Muçulmanos não comem porco, e católicos não comem sêmen. Se há coisas na sua religião, que você não pode suportar em hipótese alguma, diga apenas que Deus considera essas comidas sujas, não-divinas e inaceitáveis. Uma boa alternativa é usar alguma fruta, como uma banana. Você nunca terá que se deparar com isso de novo.

Outras Religiões: Conversível ou não?[editar]

A maioria das religiões possui regras sobre quem e como pode se converter. Embora algumas religiões digam que a conversão pode ser livre, a maioria delas utiliza a conversão a força. As Cruzadas e a Inquisição são bons exemplos disso. Se você precisar de mais pessoas, a igreja católica local pode te ajudar. Você também deve estabelecer quem pode se converter. Se você deixar todos entrarem na sua paróquia, irá aumentar de forma extraordinária o número de seus seguidores, mas você corre o risco de ter pessoas querendo causar conflitos internos com seu grupo. Seja específico com quais religiões aceitar a conversão. Por exemplo, se seu Deus acredita que panfletos e perseguição são a única forma, então, aceite algumas testemunhas de Jeová.

Após a vida: O que vem agora?[editar]

Qual é o resultado de seguir ou não as regras? Sem consequências, você não tem força para manter seus fiéis. Comece criando algum céu, inferno, Hades ou purgatório para afirmar-se. Reencarnação é um ponto forte, tanto como recompensa, quanto como punição ("Se você desobedecer Deus e comer banana, irá recomeçar a vida como algo menor, do tipo um ovo, um limão ou uma laranja"). Algumas vezes, colocar regras simples dentro de um contexto complicado, coisas como "Você é o que você come" funciona bem.

Passo 8: Criando seus rituais[editar]

Língua estrangeira? Checado. Ritmado? Checado. Repetido quantas vezes você quiser? Bem checado.

A essência de um ritual é a repetição infinita, o que deixa seus seguidores se perguntando coisas como "Se em todas as religiões elas dizem que as outras são falsas, por que eu deveria acreditar em alguma?". Alguns tentaram esses métodos:

Festas e Jejum[editar]

Todos gostam de festas. Programe quantas festas forem possíveis, e você conseguirá manter seus seguidores felizes. Jejuns não são comuns hoje em dia, mas divulgue sua religião como sendo uma combinação de salvação espiritual com regime

Algumas religiões adicionam aos rituais comidas como vinho e pão. Abuse das isenções religiosas às leis de possessão de drogas.

Cantos e Preces[editar]

Então você quer que seus seguidores cantem ritos e recitem adorações? Tudo bem, mas planeje-se. Que tipo de músicas você quer que as pessoas cantem? Se você quer que suas músicas preferidas forem cantadas, defina um gênero musical ou tipo de melodia que seja reconhecível quando a sua religião for mencionada pelas pessoas. Há algumas opções:

  • Adaptar uma banda. Você ouve a U2 ou Britney Speras no seu iPod? Você gostaria de que todos cantassem as músicas deles, mas não deles? Se você tem orações prontas, tente adaptá-las a essas músicas. Logo, você terá uma prece com vibe. O método é ajustável para o público-alvo desejado.
  • Copiar as melodias de outras religiões. Sua religião permite conversões? Lembre-se, ao se converter, você entrega sua alma a outro representante de Deus. Faça a conversão ser mais simples copiando as músicas de outras religiões e adaptando-as. Esse simples passo poderá fazer as pessoas saírem de trás de Jesus ou Moisés mais facilmente.
  • Crie um Santo Artista das músicas. Similar a adaptar uma banda, esse passo consiste em usar(e não mais adaptar) as músicas de um artista. Dessa forma, com os seus fiéis escutando sua banda preferida, reconheceram-nas como profecias. Esse processo é muito mais fácil do que copiar as melodias, pois não requer nenhum esforço da sua parte.

Sacrifícios e mortes[editar]

Você quer matar, queimar, mutilar, consumir ou massacrar quase qualquer coisa? Basta incorporar sacrifícios no altar à sua doutrina. Tentando pensar em alguma coisa? Aqui vão algumas sugestões:

  • Incenso. Convenhamos: incenso cheira horrivelmente, e pessoas demoram muito a morrer. Se sua igreja é boa para exigir doações, diga para seus fiéis para doarem tudo o que possuem, em visão da sua morte inevitável (altamente recomendado). Para acelerar o processo, exija que hajam sacrifícios diários de incenso. Com o dinheiro investido nesse sacrifício, você ficará rico!
  • Matar animais. Matar animais é um ritual feito há muito tempo, e em muitas religiões. Hoje em dia isso é um problema por causa do Ibama. Massacrar uma população de galinhas ou ovelhas não pega bem. Tente fazer sacrifícios de vegetais, como abóboras e nabos, e o faça de forma a conseguir credibilidade. Se o Cristianismo realmente quisesse, nós poderíamos estar numa época onde haveriam sacrifícios humanos. E ninguém ficaria boquiaberto.
  • Ouro. As oferendas de barras de ouro, feitas em altares, ao pé de ídolos e em contas bancárias a pouca distância do litoral são uma grande fonte de renda suplementar. Diga aos seus adoradores que o ouro demora muito tempo para se "queimar", e diga a eles para depositarem-no e voltarem mais tarde, quando o ouro já estivesse completamente "derretido"
  • Absolutamente qualquer coisa. Se você não conseguir pensar em nada, diga aos seus seguidores que Deus acha que eles têem muitas coisas inúteis, e a única forma de se livrar delas é queimá-las aos céus. Dessa forma, no inverno, você não terá de se preocupar com a temperatura da igreja.

Passo 9: Controlando finanças[editar]

Quanto mais antigo for seu texto sagrado, mais acreditável ele parece.

Religiões são impérios gigantescos, que sugam dinheiro para se sustentarem. Se quiser se manter, precisará de fundos. Você tem algumas maneiras de consegui-lo, dependendo das suas preferências.

  • Seus seguidores. Como o método mais comum, é facilmente coletado na forma de "gorjeta", "doação" ou "caridade". Até quando houver um saldo bancário positivo, você pode chamá-lo do que quiser.
  • O governo. Você deve a) fazer um governante se converter à sua religião, e fazê-la a oficial do estado, dando-o assim uma parte do dinheiro para manter a "moralidade" dos cidadãos b) convencer o governo que seus quase inexistentes serviços sociais precisam de dinheiro para se manter ou c) criar seu próprio governo, com suas próprias leis e regras.
  • Sem-teto. Concordemos: pessoas sem-teto possuem dinheiro. Só que o gastam com drogas e álcool. Se você conseguir convencê-los que os leva à estrada da salvação, você certamente conseguirá angariar o dinheiro que eles antigamente gastavam na loja de licor. Há vários deles na rua, então, com um pouco de carisma, você consegue bastante dinheiro. Funciona bem quando seu Deus tem a capacidade de transformar água em vinho.

Passo 10: Chegando lá[editar]

Você fez todas as preparações. Criou um Deus, uma história, e um plano de sobrevivência. É hora de juntar tudo isso. Há algumas maneiras de se estabelecer.

Crie um site[editar]

Nada expressa melhor a redenção espiritual que uma página feita no Microsoft FrontPage em quinze minutos e que dá uma noção básica dos seus conceitos. Cole o link em algumas páginas pessoais, e em alguns comentários, e logo você estará no Google. Se tudo correr bem, você estará no topo de "religião sagrada céu único caminho espiritual". Isso é a pesquisa do dinheiro.

Abrindo um lugar de culto[editar]

Você não precisa ser tão luxuoso, mas seria bom.

Seu Deus é físico? Você pode enganar falando que é se caindo aos seus pés que se atinge o céu? Abra um lugar de culto próximo a você. Não é necessária a criação de catedrais extravagantes; um estande de um shopping próximo a você, ou mesmo a sua garagem devem servir. Lembre-se: uma grande religião tem sempre princípios humildes.

Início explosivo[editar]

Você já tem o fundo financeiro, use-o em promoção da igreja. Contrate pessoas para se juntarem ao ministério, anuncie na televisão, e pague para lojas apenas aceitarem orações da sua religião como moeda. Lembre-se: uma grande religião sempre tem princípios extravagantes.

Crie uma tempestade de besteiras[editar]

Comece protestos. Abuse de pagãos. Dê recompensas a celebridades em nome do seu Deus. Se tudo falhar, comece uma campanha dizendo que sua religião é "mais sagrada" que a sociedade atual. Alguém deve cair.

Ordenhando o lucro[editar]

Você já deve ser rico e famoso a esse ponto; é o líder de uma grande religião, as pessoas adoram a sua criação, e você nunca mais terá de pagar num encontro. Ordenhe isso até o máximo. Aviões, trens, carros, leões, tigres, tamanduás, ursos, caixas de cereal. Consiga o máximo de dinheiro dos seus fiéis. Pense que você é o homem mais poderoso da existência.

Agora mande-a para o resto da América.

Coisas legais[editar]

Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto Desconhecimento

Este artigo de Ciências ganhou nota A, sendo considerado de Ótima qualidade

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos

Agora todos estão esperançosos e com medo. Hora do próximo passo. Diga a seus seguidores que você quer, incluindo:

  1. dar-lhe uma boa parte da renda deles
  2. dar-lhe suas filhas virgens, se você for homem, ou lésbica (Ou mesmo as esposas, maridos ou amantes - da mesma forma que considera virgens extremamente importantes, afinal, essa é sua religião, e você faz as regras)
  3. dar-lhe belos amantes se você for gay ou mulher
  4. dar-lhe queijo, vinho, cerveja, ..., saudáveis lentilhas ou feijões. As lentilhas certamente causará uma boa impressão nos seguidores, mas há um problema: DEUS NÃO PEIDA, E NEM SEU REPRESENTANTE Deus não está sujeito a flatulências, tal qual seu representante. Se isso ocorrer, diga a seus seguidores que você tem que ir refletir para providenciá-los benefícios espirituais.

Se você seguir todos os passos acima, você terá feito uma vida toda. Não se preocupe com a vida após a morte. Não há evidência de nenhuma.

Religiões criadas com a ajuda deste guia[editar]