Desnotícias:"Força" aérea da Nigéria fode com seu próprio povo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

RANN, Nigger'ia

Tinha que ser na Nigéria.
Área bombardeada pelas fraquezas nigérianas

No momento puta-que-pariu da semana, temos um caso que é, no mínimo, de ingratidão. Em Rann, Nigéria, alguns aspirantes a pilotos da aeronáutica estavam fazendo um show de acrobacias (ou simplesmente perderam o comando das aeronaves), quando de repente, um deles viu um amontoado de mulheres usando véu e achou que fosse se tratar de islões do Bocó Harão(pt-PT) por se tratar de pessoas com a mesma aparência física. O resultado não poderia ser mais desastroso: O "todo poderoso" exército nigeriano foi pago para fazer fogo amigo pro grupinho terrorista.

O governo nigeriano é conhecido pela proeza de conseguir ser pior que qualquer governo latrino-americano, tanto em corrupção, como também em nível de inteligência e é conhecido também por procurar terroristas como se estivesse num grande War em 3D, na base do bombardeio cego e baseado na técnica apuradíssima de tentativa e erro. Por causa disso, Boko Haram foi a única milicia osamo-bin-arabense que não precisou importar malucos de outros locais com níveis de educação (um pouco) melhores como França ou Inglaterra pra tentar acabar com as forças locais, porque na Nigéria, as forças armadas acaba com ela mesmo — e leva o pais pra mesma merda. Com isso, só resta aos Bokós, ensinar a Torá e a Sharia aos pobres moçambicanos angolanos nigerianos (tudo a mesma coisa).

O chefe das "forças" nigerianas se defende com um exame que fez semana passada numa clinica particular em Cambreja, Inglaterra, e que atesta positivo para miopia, astigmatismo e estrabismo. Já o ditador daquele país o acusa de forjar o exame para querer abonar e não trabalhar, como boa parte da população daquele país.


Fontes[editar]