Desnotícias:A subestimada Tunísia subestima a superestimada Bélgica e acaba tomando uma goleada

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

FIFA WORLD CUP 2018.png Esta desnotícia é parte do projeto DesCopa Russia. Na Rússia, a Copa se informa sobre VOCÊ!

MOSCOVO, Terra da Vodka

Aqui vemos o nego belga deixando mais uma vítima no chão (detalhe nos outros dois jogadores que sentiram falta das carteiras).

Comprovando que a melhor tática para não ser humilhado nessa copa é armar uma retranca (vide Irã, Marrocos, Costa Rica e outros times), a Tunísia decidiu ousar e jogar contra a Bélgica sem retranca (sem tática, sem habilidade, e sem bom futebol também). Depois de terem segurado a Inglaterra num jogo feio (e perdido mesmo assim), os jogadores da Tunísia foram pro nada ou nada[1] achando que eram realmente bons só porque seguraram uns ingleses sem noção nem inspiração. Já a Bélgica, após o jogo-treino contra o Panamá, veio pro seu segundo jogo-treino da Copa sabendo da ruindade do adversário: bastava ter como tática o fato de explorar a falta de habilidade dos tunisianos.

Primeiro tempo[editar]

Mal começou a partida e nos 10 minutos iniciais já estava de 2x0 pra Bélgica. Foi mais ligeiro que enterro de pobre; não deu nem para terminar de escovar os dentes ao acordar numa bela manhã de sábado, o óbvio já estava acontecendo...

A Tunísia respondeu marcando o seu gol e usando sua principal arma, a de que a seleção belga é superestimada. Sim, então era possível fazer gol neles (tanto que ainda fariam outro no final do jogo). Mas o problema é que a Tunísia subestimou demais a superestimada Bélgica, e deixou o negão belga livre para fazer o terceiro gol no final do primeiro tempo.

Segundo tempo[editar]

Após o breve descanso, a Tunísia voltou no seu mesmo estilo de jogo que tem marcado sua participação na Copa, que é a habilidade de errar com convicção passes de 2 metros de distância. Obviamente tomou mais dois gols, contribuindo para que a Bélgica continuasse superestimada.

No final do jogo, a Tunísia ainda fez um gol, mas era o último lance do jogo e não havia mais tempo de fazer uma retranca para garantir uma derrota menos humilhante. A Bélgica goleia por 5x2.


Referências

  1. Variante tunisiana do "tudo ou nada".

Fontes[editar]