Desnotícias:Crefisa compra juiz, mas nem assim o Palmeiras consegue vencer o dérbi paulista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

SÃO PAULO, Brasil

A confusão do árbitro é normal, Maycon e Gabriel são idênticos, irmãos gêmeos separados no nascimento.

Nesta noite de quarta-feira, 22/02, em uma partida feia pra porra, onde o que mais se via era bola pro mato e pancada nos adversários para compensar a falta de técnica, o Corinthians venceu o Palmeiras por 1x0, no Estádio do Lula.

Resumo da peleja[editar]

A partida já começou feia, o Corinthians, com um time horrível que não consegue nem trocar dois passes consecutivos, optou pela estratégia de pressionar pela correria. Com medo de terem seus carros queimados no final da partida se não conseguissem o resultado, os jogadores correram que nem o cão, pressionando a equipe do Palmeiras. No papel, os jogadores palmeirenses são melhores, ou menos piores, e poderiam não deixar o adversário impor o próprio ritmo, mas na prática os mesmos só fizeram merda, erraram um monte de passes de 10 metros e fizeram vários cruzamentos pra anão.

Percebendo a necessidade de auxiliar a equipe milionária que havia comprado tudo, os melhores jogadores, o campeonato e ele mesmo, o árbitro da partida, Thiago Duarte Peixoto, discípulo do Amarilla, entrou em cena, expulsando o corinthiano Gabriel por conta de uma falta cometida por Maycon. Não importa que os dois bandeirinhas, o quarto árbitro, a torcida, todos os jogadores, o presidente da CBF e a tua mãe tenham falado que o cartão deveria ter ido para Maycon, o juiz, convicto de que sua equipe precisava de ajuda, expulsou o cara errado, cagando o clássico.

A partir daí o jogo ficou mais feio ainda, por um lado o Corinthians não conseguia passar mais do meio campo, por outro o Palmeiras mostrou ter um time tão horrível quanto o do Corinthians e não conseguia fazer uma única jogada decente, não conseguia chutar uma única bola no gol. A única jogada mais ou menos que fez os torcedores não dormirem foi o lençol que Kazim deu em Felipe Melo, que depois disso até pediu pra sair.

Nos minutos finais da partida, aos 43 minutos, quando todo mundo já achava que aquele jogo horrível tecnicamente iria terminar num justo 0x0, que coroaria a total falta de habilidade de ambas as equipes, eis que o palmeirense Guerra, último homem da defesa, em sua estreia, faz uma cagada épica, e entrega o jogo para o adversário. Na falha, Maycon, o irmão gêmeo de Gabriel, rouba a bola do venezuelano e toca para , que cara a cara com Fernando Prass ainda quase perde o gol, mas faz. Sim, o Palmeiras investiu milhões em seu elenco e tomou gol do Jô. 1x0 para o Corinthians, e a certeza de que aquele placar não mudaria mais, já que os ataques de ambas as equipes não sabem chutar a gol.

Depois do gol ainda teve algumas cenas lamentáveis, daquelas que animam o jogo, como a cotovelada de Vitor Hugo em Pablo, que foi o lance mais bonito da partida.

Finalizado o jogo, o juiz, por questões óbvias, foi enquadrado por geral, e só conseguiu sair vivo porque foi escoltado por um monte de PM e porque o time da casa conseguiu sair com um bom resultado.


Fontes[editar]