Desnotícias:Família do Padre Voador decide processar os Estúdios Disney

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Cartaz do filme UP. Família do padre Adelir de Carli afirma que a produção da animação é um plágio.

Curitiba, Estados Unidos do Sul - A família do padre voador Adelir de Carli entrou com ação na Corte Americana com o pedido de indenização por danos morais e direitos autorais contra os Estúdios Disney por conta da nova animação chamada UP produzida pelos estúdios Disney.

Carl Fredricksen; Personagem principal da nova animação da Disney Pixar, parentes dizem que o personagem também foi inspirado nas características do padre...

Na produção é retratada a figura de um velhinho ranzinza Carl Fredricksen de 78 anos que deseja sair dos EUA para morar em uma região montanhosa da Venezuela, devido ás suas perdas financeiras com o recente estouro da Bolsa de Valores e queda dos imóveis, causado pelo sub-prime.

Até aí não existe nada de errado, exceto pelo procedimento adotado pelo personagem principal, em que a sua mudança consiste na remoção total da sua residência por diversos balões coloridos cheios de gás hélio.

A família do padre voador alega plágio dos Estúdios Disney à façanha do padre Adelir de Carli e sua genialidade em voar com balões, ideia em processo de patenteamento pelo padre, devido à comodidade, eliminação de custos com chek-in e despesas de embarque e bagagem, até que seus experimentos... bem, você sabe né?

A imprensa toda já noticiou, e a Petrobrás fez mais esta descoberta, após meses do seu desaparecimento (se demorasse mais 2.000 anos, a Petrobrás teria achado ele na camada pré-sal).

O Padre voador, com seu uniforme multi-utilidades da polishop, antes de iniciar seu voo...

Outra reclamação da família são os aspectos gerais do filme que se assemelha às características do padre, como o nome do personagem que tem conotação semelhante à do padre, e os aspectos físicos do personagem que lembram muito o sacerdote, como a idade, rosto, personalidade (cabeça dura, teimoso, rabugento), até mesmo os óculos é semelhante ao modelo usado pelo padre.

Além disso, a ignorância sobre as condições do tempo, antes de levantar voo é reclamada pelos familiares como característica pessoal marcante de Adelir de Carli, assim como é o projeto seja uma cópia integral ao projeto executado pelo padre no início do ano: o filme apresenta a suspensão da casa com os balões igual ao procedimento adotado pelo padre, ou seja, sem planejamento de pouso, controle de altura ou utilização de equipamentos adequados conforme indica às normas de Segurança do Trabalho para a execução de uma atividade planejada e sem riscos.

Imagem da nova animação, com estréia marcada para março de 2009, sem previsão de estréia no Brasil

Embora o filme seja lançado em março de 2009, a família entrará com recurso preventivo, na exigência de participação sobre porcentagens da arrecadação sobre a bilheteria da nova animação, "pois ao contrário do padre, seus familiares não são idiotas de perder esta divulgação", é o que afirma a mãe do falecido padre.

O departamento de imprensa da Disney nega esta informação, dizendo que o pioneiro desta façanha é o padre Bartolomeu Lourenço de Gusmão, afirmando que este é mais um americano que ganhou os céus antes de qualquer brasileiro, fazendo referência aos Irmãos Wright em relação ao pai da viação brasileira Alberto Santos-Dumont.

Fontes[editar]