Desnotícias:Independiente é campeão da Sula e Flamengo fica mais uma vez no cheirinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

HELL DE JANEIRO, Brasil

O único cheirinho realmente sentido pelo Flamengo em 2017

2017 foi o ano do cheirinho para o Flamengo: toda vez que dizia que tava com "cheirinho" de algum título, acabava perdendo. Foi assim no Brasileirão, na Libertadores, na Copa do Brasil e agora a mais nova fragrância da Perfumaria Flamengo: a Copa Sul-Americana. Mesmo sem Alex mãos-de-Alface no gol, e com a torcida toda endeusando César, que deu milagres e orgasmos a milhões de cheiradores flamenguistas nos últimos jogos, nada disso foi suficiente pra evitar mais um vice na sua história. Desta vez foi contra o Independiente, dono de 7 títulos da Libertadores, contra apenas 1 do Flamengo. Isso só poderia dar no quê? Com certeza em mais um cheirinho de vice.

No começo do primeiro tempo, o pivete do Flamengo Lucas Paquetá, que estava substituindo Paolo Guerrero (que levou esse negócio de cheirinho muito a sério e acabou cheirando até o que não podia) fez o primeiro gol do jogo, levando milhões de flamenguistas a sentirem o cheirinho de título ficar mais forte. Mas como esse negócio de cheirinho nunca deu certo pra eles, no final do primeiro tempo, o Independiente ganhou um pênalti. Antes da cobrança, a torcida ainda acreditava no cheirinho da defesa de César (pois se fosse o Muralha já cantariam derrota). Porém, César deu uma de Muralha e o Independiente converteu o pênalti em gol. O segundo tempo foi bem morno, com várias chances de gol perdidas de ambos os lados, mas nada que evitasse que a torcida do Flamengo ficasse outra vez no cheirinho. Só que o cheirinho de eliminação, como foi várias vezes nesse ano.