Desnotícias:Lula assume homossexualidade em plena conferência

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Lula assumindo sua paixão, e não estamos falando do Corinthians.

BRASÍLIA, Brasil - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva surpreendeu o público basileiro nessa quinta-feira (5 de junho), em que o assunto não foi nenhuma proposta política, mas a própria vida particular do presidente. Lula assumiu sua homossexualidade diante de várias outras pessoas, durante a Conferência Nacional GLBTTTTTT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, transgênicos, transtornados e transviados em geral), convocada por decreto presidencial e paga com dinheiro do contribuinte assaltado.

Segundo o presidente, este é um fardo que ele vem carregando há muito tempo e se sente muito melhor agora que revelou sua opção sexual. "Eu fei que isso fere algumaf pessoas e deixa outras angustiadaf, mas se eu não criar alguém vai conseguir criar, porque quando se trata de preconfeito eu conheço, porque eu senti nas minhas entranhaf". O presidente não soube precisar qual foi o tamanho do preconceito que invadiu suas entranhas, porque ele estava de costas. Depois disso, o presidente fez alguns discursos sobre sua vida política, dizendo que muitas vezes sentiu o mesmo preconceito que sofreu quando apoiou George Bush na política de invasão do Iraque.

Evo Morales invade gasoduto de Lula em momento de descontração durante a Conferência GLBT.

"Eu quero agradecer a vocês por eftar vivendo efte dia de hoje. Não é fácil para um presidente da República, aqui no Bravil ou em outro paíf do mundo assumir sua opfão sexual e não ser alvo de preconfeito." -disse Lula, que foi aplaudido de pé pelo público gay de Pelotas, de Campinas e pela torcida do São Paulo e Internacional de Porto Alegre.

O presidente também defendeu a criação de um Estatuto do Gay e do Homossexual e agradeceu também a sua mulher, dona Marisa, que manteve seu segredo durante todos esses anos.

  • Apesar de tudo, o presidente não chegou a comentar sobre os casos mais polêmicos, como o pai-de-santo gay preso por pedofilia ou o sargento gay preso por deserção.


Fontes[editar]