Desnotícias:Papai Noel anuncia que vai dar COVID-19 de presente neste Natal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Papai Noel demonstrando como vai espalhar a COVIDcidade neste Natal

ROVANIEMI, Finlândia

Apesar de ter sido considerado imune ao coronavírus, o Papai Noel também foi afetado pela pandemia, tendo testado positivo à COVID-19. No entanto, ele encontra-se assintomático, estando liberado para trabalhar por causa de uma experiência do governo finlandês com a imunização de rebanho, seguindo o exemplo de seus vizinhos suecos. O símbolo natalino emitiu um comunicado à imprensa nesta semana sobre tal situação.

O comunicado diz que, por causa das restrições às indústrias e estabelecimentos ditos como não-essenciais, o Bom Velhinho foi obrigado a reduzir a oferta de presentes disponíveis e a começar seus trabalhos o mais rápido possível e de forma gradual para evitar aglomerações nos dias 24 e 25. Devido à falta de produtos disponíveis, tudo o que o Papai Noel poderá entregar neste ano será coronavírus, o que já foi feito de forma preliminar na Bélgica, no último dia 15, e nos Estados Unidos, neste dia 17, onde foi acompanhado pela Mamãe Falei Noel devido à grande extensão do território norte-americano. É esperado que a turnê do Papai Noel chegue ao Brasil neste final de semana, enquanto não há previsão de quando será sua visita a Portugal, sendo apenas informado que sua aparição será no norte do país. Mamãe Noel foi procurada pela imprensa para alguma opinião ou comentário sobre o comunicado, mas não respondeu a nenhuma pergunta de algum órgão de imprensa, ainda mais sobre seu estado de saúde, que atualmente é desconhecido.

Em comunicado adjacente, Rudolfo, líder do Sindicato das Renas, garantiu que um acordo patronal foi alcançado, sendo o tradicional trenó substituído por um modelo completamente fechado, enquanto as renas receberam equipamentos de proteção individual, um novo esquema de posicionamento com menos renas para tracionar o trenó que garante o distanciamento social e jornadas laborais reduzidas para dividir o trenó em grupos menores.

O último comunicado anexo foi do Sindicato dos Duendes adiantou que seus membros receberam instruções similares, além de terem recebido doses de uma vacina experimental de origem russa por estarem no grupo dos trabalhadores de risco.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram