Desnotícias:Substituição de goleiro no time da cadeia, sai Bruno, entra Edinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ANALÂNDIA, Brasil

Edinho, novo goleiro do time da cadeia, não é goleiro matador como Bruno, mas é bom no roubo de bola.

Na tarde da última quinta-feira, 23/02, a equipe da cadeia, cujos atletas são famosos por jogarem que nem uns condenados, sofreu uma alteração em sua escalação: O goleiro matador Bruno, que fechava o gol há alguns anos, foi substituído por Edinho, goleiro aposentado filho do Pelé.

Tudo começou há um tempo atrás, na ilha do sol, quando Bruno, querendo ir pro Carnaval pegar umas moças acima do peso, pediu para seu advogado entrar com o pedido de habeas corpus, aonde o mesmo alegou que seu cliente era réu primário, que antes de Eliza Samúdio nunca havia matado ninguém, ou pelo menos nunca matado alguém e dado os restos para os cachorros comerem. Como no Brasil só fica preso quem não paga pensão e derruba árvore, o ministro Marco Aurélio Mello resolveu conceder o benefício ao goleiro, libertando-o.

Porém, para não cagar com a escalação do time da cadeia, campeão invicto na modalidade "futebol com a cabeça de X9's" que precisava de um goleiro, o ministro resolveu condenar de uma vez Edinho, que também era goleiro profissional medíocre em seus tempos áureos e estava esperando julgamento, por conta de envolvimento no tráfico de drogas, bebidas alcóolicas e revistas da hq erotix.

Agora resta saber se Edinho vai dar conta de defender a meta do time da cadeia, ou se vai pipocar e frangar. A única diferença de agora para quando ele jogava no profissional é que, se jogasse que nem uma batata, antes os torcedores incendiavam o seu carro, agora seus companheiros vão incendiar ele mesmo.


Fontes[editar]