Desnotícias:Depois de eliminar a União Soviética, a Eslovênia queria eliminar os Estados Unidos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Trophees-16.gif Esta desnotícia é parte do projeto DesCopa, sua fonte de ignorância sobre o Mundial

Cquote1.png Na União Soviética a Eslovênia elimina VOCÊ NÓS!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Seleção Eslovena de Futebol
No lance do terceiro gol americano, nesta imagem podemos ver claramente o jogador americano Michael Kyle dançando lambada com o defensor esloveno Kekec Melec. Não pode! Falta!

JOÃO DO HAMBURGUER, África do Sul - O badalado Estados Unidos enfrentou a discreta Eslovênia pela abertura da segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo de 2010. Após ter eliminado a União Soviética nas eliminatórias europeias da Copa do Mundo, a Eslovênia voltou suas forças para vencer os Estados Unidos, pois tudo faz parte de um plano de dominação mundial que a Eslovênia vem arquitetando desde 1992. Mas o resultado da partida não passou de um 2 a 2.

Quase que a Eslovênia consegue uma das classificações mais cagadas da história, esteve matematicamente classificado por 30 minutos, mas no final das contas teve que contar é com a ajuda do juiz para não perder o jogo.

A pelada começou morna e sem graça, mas não dá para esperar muita coisa de Estados Unidos e Eslovênia. Mas aos 12 minutos Birsa da Eslovênia achou um gol quando teve a brilhante ideia de chutar para o gol, pois lembrou que o objetivo do jogo é esse. O goleiro americano não pode fazer nada além de ver a bola entrar.

A Eslovênia então armou uma retranca fudida e passou o resto do jogo só dando bicudas para frente, até que aos 41 minutos uma dessas bicudas pra frente armou sem querer um contra-ataque pela esquerda, e Ljubijankic aumentou. A menor seleção da copa foi para o intervalo classificada.

O segundo tempo foi um duelo do ataque americano contra a defesa eslovena, deu até dó de assistir.

E logo aos 2 minutos, Donovan avançou pela direita livre e fuzilou para marcar o primeiro gol americano, o goleiro contribuiu bastante, pareceu aqueles goleiros de pelada virando o rosto com medo da bola.

Depois de muito insistir, como os Estados Unidos não é lá essa qualidade toda, o gol de empate veio na base da insistência mesmo, e só aos 35 minutos houve o empate com Bradley que recebeu livre depois que os eslovenos acharam que só o Altidore merecia ser marcado.

Os Estados Unidos seguiu pressionando, e aos 40 minutos chegou à incrível virada com falta cruzada na área, mas o juiz que era soviético, após ver três americanos e três eslovenos dançando lambada na área não teve dúvidas, marcou perigo de gol e falta a favor da Eslovênia.

No final das contas, o empate foi uma merda para os dois.



[editar] Fontes

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas