Despoesias:Alborghetti

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é parte do Despoesias. O seu Cancioneiro/Romanceiro livre de conteúdo.
Bocage-2bus.png
Gregorio-de-matos.gif



Eu quero deixar uma coisa bem clara

Que você enfim nunca se esqueça

EU FICO P... DA CARA!

EU FICO DESGRAÇADO DA MINHA CABEÇA!!!



Bandido bom é bandido morto,

Ainda mais se for na minha câmara de gás,

Basta içar um botijão com uma corda, e soltar na cabeça do bandido,

Mandando uns 500 desses, para o colo do Satanás.



Os cretinos dos Direitos Humanos,

Deste soneto não devem gostar.

Quero que se fodam, peguem este poema para na bunda enfiar.



Sem mais na minha pauta, me despeço até amanhã

Felicidades pra polícia e morte aos bandidos,

E um caloroso abraço ao povo do meu Paranã!

Um beijo na sua alma!