Despoesias:Chora bananeira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é parte do Despoesias. O seu Cancioneiro/Romanceiro livre de conteúdo.
Bocage-2bus.png
Gregorio-de-matos.gif



Chora Bananeira

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Estava no avião
Indo pra Santa Catarina
No meio da viagem,
Acabou a gasolina.

Saltei de para-quedas,
O para-quedas não abriu.
Mandei o fabricante
Ir pra puta-que-pariu!

Cheguei e lá embaixo
Eu vi o urubu
Bebendo Coca-Cola
E arrotando pelo cú

Andei mais um pouquinho
E vi um cachorrinho
Bebendo Coca-Cola
E arrotando pelo focinho

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Estava no avião,
Tomando Leite Moça
Joguei a lata fora
E comi a aeromoça

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Tava no cemitério
Plantando amendoim,
A desgraça da caveira
Mostrou o cu pra mim

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Fui no cemitério,
sentei na catacumba.
A danada da caveira
beliscou a minha bunda.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Fulano é meu amigo,
Fulano é meu colega.
Eu vou fazer com ele
o que o cavalo fez com a égua.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Não sei como é que pode,
Não sei como é que pude.
Comi caco de vidro,
e caguei bola de gude.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Eu tava na cozinha
Comendo a empregada
Meu pai abriu a porta
E quem comeu foi a porrada

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Eu tava na cozinha
Cortando a cebola
A faca escorregou
E cortou a minha rola

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Corri para o jardim
Pra pegar borboleta
Minha mãe gritou
E mandou caçar buceta.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Estava na cozinha
Cortando rabanete
A faca escorregou
E cortou o meu cacete.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

O carro do meu pai
É movido a gasolina
E eu que não sou besta
Sou movido a cocaína

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Fulano é meu amigo
Até que ele é legal
Ele tem a boca torta
De tanto chupar meu pau.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Quando eu morrer
Me enterre num caixão
Forrado de maconha
Pra eu subir doidão.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Princesa Isabel
Era chegada num Negão
Fumou um baseado
E aboliu a escravidão.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Teu cu é caixa d’água
Meu pau encanamento
Pela boca te estupro
Pelo cu te arrebento.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Tava no colégio
Comendo a professora
Meu pai foi mais esperto
E comeu a Diretora.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Eu vi Papai Noel
Voando de urubu
Peidando pela boca
E arrotando pelo cu

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

No meu aniversário
Vou ganhar um presentão
200kg de maconha
E um calibre 3 oitão.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Quando eu morrer
Me enterre com uma escopeta
Quando eu for pro inferno
Eu vou matar o capeta.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Diego Maradona
É jogador da Argentina
Não sabe se é craque
Ou se ainda é cocaína

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Paulista sem pau é lista
Paulista sem lista é pau
Se tirar pau de paulista
Paulista fica sem pau.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Cumadre sem cu é madre
Cumadre sem madre é cu
Se tirar cu de cumadre
Cumadre fica sem cu.

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Tava no banheiro
sentindo sensação
minha mãe abriu a porta
e me viu de pau na mão

Estava na escola
Zuando na moral
Quando eu vi o fulano
Na cabeça do meu pau

Eu sacudi, sacudi
Mas ele não quis saí
Eu sacudi, sacudi
Mas ele não quis saí

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Tava no campinho
campinho escureceu
passou uma morena
e meu pau endureceu

Comi pastel de frango
com catupiri
dentro do banheiro
eu caguei foi açaí

Aí chegou o Natal
Lá estava o Rafael/Gabriel/Daniel/Ezequiel

Ali dentro do banheiro
Dando pro Papai Noel

Chora bananeira, bananeira chora.
Chora bananeira, meu amor não vá embora.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas